Estofador de móveis

Estofador de móveis

O estofador de móveis ou estofadora dedica-se à confeção e remodelação ou renovação de almofadas para sofás, poltronas e outros tipos de mobiliário. É uma profissão que tende a florescer com as crises económicas quando as pessoas têm menos dinheiro para gastar, apostando, por isso, na recuperação destes itens.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: Mínimo - 1000€
  • Empregabilidade: Baixa
  • Empregabilidade: Trabalho Solitário, Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Geometria Descritiva, Matemática, Materiais e Tecnologias, Oficina de Artes
  • Idiomas: Português

A renovação e reformulação de móveis está em alta nos tempos que correm. Atualmente, não são apenas as pessoas com menos dinheiro que recorrem a este tipo de serviços. Pelo contrário, por vezes, são as que têm mais recursos que optam por dar uma melhorada no ambiente lá de casa.

Assim, estofador é uma daquelas profissões antigas que tem tido um crescimento interessante nos últimos tempos, a par de ofícios como os de chapeleiro, de sapateiro e de alfaiate.

Mas para desempenhar esta perfeição é preciso ser criativo. Além disso, é necessária uma grande dose de paciência para concluir trabalhos com a perfeição desejada.

Aproveite e espreite como estofar um sofá passo a passo no vídeo que se segue…

O trabalho está muito associado a habilidades manuais e requer grande atenção ao detalhe. Mas venha daí saber mais sobre o trabalho de um estofador…

O que faz um estofador de móveis

O estofador tanto pode fazer um sofá novo como tratar da sua reforma ou remodelação, para o recuperar de anos de uso ou para lhe dar um ar mais moderno e interessante.

Mas pelas suas mãos também podem passar outros móveis, como por exemplo, cadeiras, poltronas, espreguiçadeiras, entre outros.

Assim, estes profissionais podem trabalhar em fábricas de móveis ou por conta própria em oficinas artesanais, dedicando-se à restauração de móveis antigos.

Também podem tratar do acolchoamento ou da colocação da espuma de borracha e dos revestimentos em armações de cama, em cabeceiras ou até em barcos.

O seu trabalho não tem apenas a ver com os aspetos estéticos dos estofos, mas também com o conforto que oferecem. Desta forma, é preciso que tenham bons conhecimentos dos materiais que utilizam e das suas características e qualidades.

Também tem de conhecer muito bem as ferramentas necessárias para executar os vários trabalhos. Nesse sentido, deixamos de seguida a lista das que são mais fundamentais…

Ferramentas utilizadas por um estofador

Um estofador deve ter à mão ferramentas de qualidade para conseguir um bom resultado. Num local de trabalho profissional, terá ao dispor diversos instrumentos que precisará de saber manusear com mestria.

Confirme de seguida exemplos de algumas dessas ferramentas essenciais na vida de um estofador:

  • Martelo de estofador
  • Agrafador ou grampeador
  • Tesoura que corte bem
  • Alicate
  • Cortador
  • Serrote
  • Pinças
  • Metro ou fita métrica
  • Agulhas curvas
  • Chaves de fendas.

Mas tão importante como saber usar as ferramentas é saber como medir, cortar e costurar diferentes tipos de materiais, desde tecidos leves e finos até espumas ou peles espessas. Tudo dependerá das funções que estiverem em causa.

Quais as suas funções

Conforme já foi referido, um estofador tanto pode trabalhar para um fabricante de móveis ou em oficinas ou atelieres de reparações e remodelações. Será o local de trabalho a determinar o tipo de funções que terá pela frente.

Continue a ler para conhecer as principais funções que um estofador tem de cumprir no seu dia-a-dia de trabalho:

  • Execução de estofos em pele e em tecido
  • Execução de forros, cortinas e colchões
  • Confeção de almofadas para sofás, poltronas, cadeiras e outros
  • Reparação e instalação de estofos de couro e outros tecidos
  • Corte de materiais
  • Realização de moldes
  • Acabamentos em móveis
  • Estofamento de móveis
  • Montagem de estruturas.

No vídeo que se segue, pode espreitar exemplos de algumas destas funções em ação, para perceber melhor o que implica ser um estofador…

Saídas no Mercado de Trabalho

As oportunidades de emprego não abundam. Contudo, as épocas de crise económica tendem a aumentar a procura por estes profissionais, uma vez que as pessoas têm menos dinheiro para gastar em móveis novos. Assim, investem na recuperação dos antigos e usados.

Abrir um negócio próprio pode ser uma boa alternativa, especialmente para quem pretende especializar-se na restauração de móveis antigos. Já que se trata de uma área que requer muita mestria e cuidado, também é onde se pode ganhar mais dinheiro.

Para trabalhar por conta de outrém e se não quiser começar como aprendiz, isto é, com um salário mais baixo, prepare-se para que os empregadores lhe exijam experiência mínima de 2 a 5 anos.

Além disso, procuram também profissionais organizados e responsáveis, bem como dinâmicos e com vocação para a satisfação do cliente.

A formação à medida que é promovida por entidades como o CFPIMM – Centro de Formação Profissional das Indústrias da Madeira e Mobiliário de Portugal pode ser uma boa opção para entrar no mercado de trabalho.

Estas formações são programadas para responderem a necessidades específicas das empresas do setor, pelo que têm um alto grau de empregabilidade. Contudo, é preciso estar atento ao momento em que surgem.

Como entrar na carreira de estofador de móveis

Muitos estofadores começam por aprender o ofício como aprendizes numa oficina ou fábrica reconhecida, até porque não há muitos cursos profissionais nesta área.

Enquanto aprendiz de estofador, o profissional pode ganhar experiência e habilidade, além de ficar a conhecer as técnicas da profissão.

Para ser estofador, não é necessário ter um curso específico, nem formação profissional, mas pode ser um bom começa. Todavia, é preciso que se trate de um curso reconhecido e que responda a reais necessidades do mercado de trabalho.

Sem formação específica, é essencial que tenha, pelo menos, jeito para cortar tecidos e costurar, bem como para manusear algumas das ferramentas que enumeramos acima.

Onde estudar para estofador de móveis

A oferta formativa para seguir a carreira de estofador de móveis não é muita. Contudo, há alguns cursos de qualidade certificados que se vão realizando a espaços, algumas vezes organizados pelo setor industrial dos móveis na busca de novos profissionais.

Também há cursos online que podem ser um primeiro passo para enveredar por esta profissão. Contudo, não são a melhor escolha, já que, tratando-se de uma profissão muito manual, é sempre mais produtivo aprender num contexto presencial.

Continue a ler para encontrar algumas opções de cursos de estofador de móveis que lhe podem interessar…

Portugal:

Brasil:

Como já viu, ser estofador de móveis requer boas capacidades manuais, além de atenção ao detalhe e o gosto pelo perfecionismo. Acha que tem o que é preciso para a tarefa? Se a resposta é sim, só tem que deitar as mãos à obra e começar a tomar decisões!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima