Floricultura

Floricultura Floricultor

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Ordenado Médio Mensal:

Mínimo - 1000€

Empregabilidade:

Baixa

Disciplinas do secundario:

Biologia Educação Física

Idiomas:

Português

A Floricultura é a área da Horticultura que se dedica ao cultivo de flores e plantas ornamentais. O Floricultor é, assim, o profissional que produz flores para as vender para os mais diversos fins. Mas vem daí saber tudo sobre esta profissão…

A Floricultura é originária do Japão, mas acabou por espalhar-se pelo mundo. Contudo, os japoneses continuam a ser a grande potência mundial na produção de flores.

Um Floricultor cultiva flores em grandes quantidades, de modo a poder vendê-las para serem usadas, por exemplo, por jardineiros, arquitetos paisagistas, decoradores de interiores ou floristas. Mas também podem ser vendidas a viveiros ou a comércios de retalho que vendam flores vivas para plantar.

É uma área que requer conhecimentos técnicos e que pode ser complexa, além de exigir muito trabalho e dedicação. As flores podem ser cultivadas ao longo de todo o ano em estufas, mas é preciso saber o que se está a fazer para ter sucesso.

Assim, se queres conhecer mais sobre este mundo florido, vem daí descobrir como é o trabalho nesta área…

Como se faz Floricultura

A Floricultura é uma vertente da agricultura ou, mais exatamente, da Hortofloricultura. Esta área dedica-se a cultivar produtos hortícolas e flores em simultâneo, pois é assim que muitos agricultores conseguem ter melhores rendimentos.

Contudo, há cada vez mais a necessidade de especialização em Floricultura, uma vez que as flores são produtos muito delicados. Portanto, exigem um cuidado próprio.

Assim, para entenderes um pouco melhor sobre esta área, espreita o próximo vídeo que explica como se faz Floricultura…

Quanto ganha um Floricultor

É impossível fazer uma estimativa dos rendimentos que um profissional de Floricultura pode ter na sua atividade, pois esta pode assumir caracteres muito distintos.

Há produtores de flores que têm pequenas empresas familiares, assentes num leque limitado de flores e de plantas, com produções menores e clientes fiéis.

Por outro lado, também há os grandes produtores com estruturas maiores, uma ampla oferta de produtos e vários trabalhadores ao serviço.

Portanto, os ganhos vão depender muito das condições das próprias produções. Além disso, também podem ser influenciados pela qualidade das flores e pelo nome dos produtores. Quanto mais famosos e mais reconhecidos forem, mais sucesso terão.

Mas fica connosco para saberes mais sobre a profissão…

O que faz um Floricultor

O trabalho na Floricultura está diretamente relacionado com o cultivo de flores e plantas ornamentais, mas também vai muito para lá disso.

Contudo, antes de mais, é preciso fazer já um ponto de situação. Pois, muitas vezes, há uma confusão entre o que é um Floricultor e um Florista. Vamos já esclarecer isso…

Diferença entre Floricultor e Florista

O Florista é o profissional que vende flores num estabelecimento comercial, podendo ainda fazer arranjos florais a pedido dos clientes.

Já o Floricultor é responsável por plantar e cultivar flores, geralmente em estufas. Mas também as pode vender. Contudo, ao invés de as vender em arranjos florais, cortadas, vende-as vivas, prontas a plantar ou para ornamentar casas, empresas ou outros locais.

O Floricultor pode vender diretamente aos consumidores, mas costuma vender a fornecedores ou a intermediários, como comércios de retalho ou de grandes superfícies. Assim, o seu foco é na produção de grandes quantidades de flores para conseguir maior lucro.

Porém, o trabalho não passa apenas por plantar e vender as flores. Há diversos desafios e competências que são necessárias para quem quer trabalhar em Floricultura.

Fica connosco para descobrires tudo…

Quais as suas funções

Como já leste, o trabalho de um Floricultor vai para lá do mero plantio das flores. Assim, quando estes profissionais têm um negócio próprio, precisam de ter um olhar abrangente sobre todo o processo de produção e de comercialização.

Em termos do cultivo propriamente dito, também há muito desafios a ultrapassar.

Assim, para teres uma ideia mais clara de tudo o que um Floricultor pode ter para fazer, deixamos-te, já de seguida, a descrição resumida das suas funções mais importantes:

  • Preparação do solo para cultivo (por exemplo, com fertilizantes e matéria orgânica).
  • Seleção das plantas e flores para semear.
  • Semear as sementes ou os pés das flores na terra de forma espaçada e uniforme.
  • Cuidar da rega logo após semear e depois, mantendo uma rotina regular e na quantidade certa.
  • Verificar regularmente que as condições de sol, ar e drenagem são adequadas.
  • Combater pragas e doenças.
  • Controlar ervas daninhas e fisiopatias.
  • Recolher as flores, cortando-as de forma adequada se for caso disso.
  • Cuidar do transporte e armazenamento das flores recolhidas.
  • Manejar maquinaria e instrumentos adequados ao trabalho.
  • Aplicar boas práticas agrícolas e ambientais.
  • Controlar a qualidade.

Agora que já tens uma ideia geral do que faz um Floricultor, vem descobrir como entrar neste mundo….

Saídas no Mercado de Trabalho

A profissão de Floricultor integra-se no setor agrário e, portanto, pode trabalhar no âmbito de explorações agrícolas ou hortícolas, com foco nas flores e nas plantas.

Contudo, até pode trabalhar em instituições de investigação na área da Horticultura ou em associações de produtores, mas também em empresas de abastecimentos agrícolas.

O profissional pode, igualmente, trabalhar com empresas nas áreas da jardinagem e até com arquitetos paisagistas ou em gabinetes de urbanismo de Câmaras Municipais.

Todavia, também há profissionais que optam por iniciar negócios próprios, investindo em estufas e em produções com recurso a fundos europeus ou a investimentos públicos, no âmbito de programas de desenvolvimento regional, por exemplo.

Como entrar na carreira de Floricultura

Se estás à espera de encontrar muitas oportunidades de emprego para Floricultor nos anúncios de jornais, podes já esquecer essa ideia. As vagas não abundam, nem tão pouco surgem muito nos classificados.

Muitas vezes, as produções são de tipo familiar, acabando por empregar os filhos, os primos, os tios…

Mas, por outro lado, pode haver boas oportunidades em termos de fundos europeus e até de apoios de associações locais de desenvolvimento regional para quem quer começar um negócio próprio.

Contudo, nas grandes produções, por vezes, também há falta de profissionais qualificados. Assim, fazer uma boa formação é uma opção para dar os primeiros passos na Floricultura, por exemplo, através de estágios profissionais.

Vem daí saber como podes aprender a exercer esta profissão…

Onde estudar para Floricultura

A oferta de cursos na área da Floricultura não é muito variada, apesar de o mercado precisar de profissionais mais qualificados.

Por vezes, os cursos de Floricultura abarcam também a área da Jardinagem, uma vez que estão mais ou menos ligadas. Contudo até uma formação na área da agricultura pode ser boa para começar. Mas depois será importante procurar especializações no campo das flores.

Queremos ajudar-te nessa escolha e, por isso, deixamos de seguida algumas opções de cursos de Floricultura…

Portugal:

Brasil:

Agora que já sabes tudo sobre Floricultura e como ser Floricultor, só precisas de avaliar se tens o que é preciso para trabalhar nesta atividade. Mas pondera bem, pois a paciência e o cuidado com os detalhes são essenciais. Se é este o teu caminho, segue em frente com confiança e tem muito sucesso.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top