Ginecologista Oncológico

ginecologista oncológico

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Ordenado Médio Mensal:

2000€ - Máximo

Empregabilidade:

Alta

Disciplinas do secundario:

Biologia Física Matemática Química

Idiomas:

Inglês, Português

O ginecologista oncológico, ou oncoginecologista, é um médico especialista no cancro do aparelho genital feminino. Como o cancro do colo do útero é um dos que mais mata as mulheres, o médico de ginecologia oncológica mostra-se essencial.

O mundo da medicina é muito complexo e abrangente, o que faz com que seja evidente a necessidade de uma especialização.

Mesmo dentro da oncologia (diagnóstico e tratamento do cancro), precisamos ter médicos que se especializam em determinadas áreas, até porque um cancro nos ovários, por exemplo, é bastante diferente de um cancro no pulmão.

Esta é uma profissão perfeita para quem gosta de medicina e para quem tem especial interesse pela oncologia e pela ginecologia / obstetrícia. Se esse é o teu caso, então estás no sítio certo.

Neste artigo vamos mostrar-te tudo o que precisas saber para entrar nesta carreira com o pé direito.

Vens connosco?

O que faz um Ginecologista Oncológico?

O ginecologista oncológico acompanha as mulheres que sofrem de doenças oncológicas do aparelho genital e mama. Além de diagnosticar a doença, ele também prescreve os tratamentos médicos e cirúrgicos, assim como acompanha as pacientes depois do tratamento ser feito.

Este especialista faz o diagnóstico de cancro em diferentes localizações do aparelho genital feminino. Por este surgir em diferentes locais, é importante que o médico especialista em ginecologia oncológica consiga prescrever tratamentos diferenciados.

De entre as localizações do cancro do aparelho genital da mulher mais comuns podemos referir aqui:

  • Colo do útero
  • Ovários
  • Endométrio
  • Trompas de Falópio

Outras patologias comuns, embora em menor grau, são:

  • Doença gestacional do trofoblasto
  • Sarcomas uterinos
  • Coriocarcinoma

O trabalho em ginecologia oncológica é feito por uma equipa multidisciplinar. Por isso, o oncoginecologista trabalha diretamente com oncologistas, radioterapeutas, anatomopatologistas, entre outros.

Atualmente, com os avanços médicos dos últimos tempos, o tratamento é definido para cada paciente, olhando para as suas particularidades. A abordagem é definida tendo em conta a localização do cancro, assim como o seu tipo e estágio de evolução. Desta forma, conseguimos ter melhores resultados, aumentando as hipóteses de cura dos pacientes.

Além de atuarem no diagnóstico e tratamento do cancro, o ginecologista oncológico atua, igualmente, na prevenção destas neoplasias malignas com o acompanhamento de mulheres com lesões no aparelho genital.

O ideal é que as lesões sejam descobertas numa fase pré-cancerígena. No entanto, quando detetadas em fases iniciais, a probabilidade de cura é alta.

O cancro do colo do útero é o que tem maior prevalência e podemos detetá-lo em fases iniciais através do exame Papanicolau. Consciencializar as mulheres a realizarem este exame regularmente com o seu ginecologista é essencial para prevenir casos de cancro avançados.

Para entenderes um pouco melhor o dia a dia deste profissional, vamos ver quais as funções que tem.

Quais as suas funções

O ginecologista oncológico, ou oncoginecologista, é um médico ginecologista que se especializou em oncologia. Sendo assim, as suas principais funções são diagnosticar e tratar cancros do aparelho genital feminino.

Além de consultas de rotina de prevenção do cancro, ele realiza consultas de diagnóstico e de acompanhamento de mulheres que sofrem de doenças oncológicas dos órgãos reprodutivos.

É também este especialista que faz cirurgias a estas pacientes, com o intuito de retirar tumores e tecidos que possam ter sido atingidos por células cancerígenas.

Sem dúvida, ele é a pessoa certa para fazer o estadiamento cirúrgico (método que permite determinar e classificar o estádio do cancro durante a cirurgia).

O trabalho de investigação também faz parte da rotina deste profissional. Como o cancro é uma das doenças que mais assombra as pessoas, há um grande investimento na pesquisa de novos tratamentos, assim como métodos de diagnóstico e estadiamento da doença, os quais podem ser de grande valor quando o assunto é a cura dos pacientes.

Ainda tens dúvidas quanto à profissão a seguir? Então faz os nossos Testes Vocacionais!

Saídas no Mercado de Trabalho

O ginecologista oncológico pode trabalhar em hospitais públicos ou privados. Em Portugal, a maior parte destes profissionais atua na rede de saúde pública, até porque lhes oferecem a possibilidade de trabalhar com investigação.

No Brasil, a maior parte dos profissionais procura trabalhar em hospitais e clínicas privados, pois oferecem melhores salários, assim como melhores condições de trabalho.

Infelizmente, o SUS ainda tem muitos problemas a serem solucionados, principalmente a falta de verbas que se fazem sentir em salários baixos e infraestruturas precárias.

Como entrar na carreira de Ginecologista Oncológico?

Em Portugal, para seguires a carreira em Ginecologia Oncológica, precisas fazer o mestrado integrado em medicina, seguido de um ano de internato comum a todas as especialidade, assim como o internato em Ginecologia / Obstetrícia.

Para conseguires o título de ginecologista oncológico, precisas estar inscrito no Colégio da Especialidade de Ginecologia e Obstetrícia e teres dedicado, pelo menos, 50% do tempo de trabalho em ginecologia oncológica nos 5 anos anteriores.

Também é importante teres realizado investigação médica nesta subespecialidade, assim como dar formação na área.

Para seguires a profissão de ginecologista oncológico no Brasil, precisas primeiro fazer a graduação em medicina. Além dos 2 anos de residência em clínica médica, é preciso fazer 4 anos de residência de ginecologia e obstetrícia, assim como treinamento especializado em oncologia de 2 a 4 anos.

Onde estudar Medicina?

Portugal:

Brasil:

Se queres ser ginecologista oncológico, então não desistas de lutar pelos teus sonhos. Até podes pensar que vai ser difícil e demorado, mas acredita que todo este percurso vai valer a pena. Não há nada melhor neste mundo do que conseguirmos trabalhar naquilo que realmente gostamos. Sucesso!

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top