Golfista / Jogador de Golfe

Golfista / Jogador de Golfe

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Matérias relacionadas:

Educação Física Psicologia

Idiomas:

Inglês, Português

O Golfista é um Jogador de Golfe que faz deste desporto profissão. Portanto, trata-se de ter não apenas a paixão pela modalidade, mas também de ter talento para isso. Além disso, é preciso muito trabalho para aperfeiçoar as técnicas e estratégias de jogo.

O Golfe é um desporto altamente competitivo, pois exige uma combinação perfeita entre ótimas condições mentais e boas condições físicas. Além disso, há muita concorrência, com muitos praticantes de bom nível.

O desporto teve origem na Escócia e, nos seus primeiros tempos, era praticado com uma vara ou um taco dobrado e um seixo que era batido sobre dunas de areia e em torno de trilhas no chão. Desde então, a modalidade evoluiu muito.

Atualmente, é um desporto muito profissionalizado, o que implica métodos rigorosos de preparação e regras precisas para a sua prática.

Mas fica connosco para saberes tudo desta profissão!

O que faz um Golfista

O Jogador de Golfe é alguém que ganha dinheiro a praticar este desporto. Portanto, o Golfista dedica-se a 100% à atividade como profissão.

Os principais profissionais de Golfe participam nos grandes torneios como o PGA Tour nos EUA, por exemplo. Mas também há torneios de desenvolvimento ou mini-tours para Golfistas menos conceituados.

Para participarem nos grandes torneios internacionais, os Jogadores de Golfe viajam muito, na expetativa de ganharem os melhores prémios. Assim, este é mais um aspeto que deve ser considerado por quem quer seguir esta profissão.

Como é um bom Jogador de Golfe?

A confiança é um dos aspetos mais fundamentais num Golfista. É claro que nem todos os torneios serão perfeitos e haverá muitas tacadas a acabar em lagos, para boa fortuna dos Caçadores de Bolas de Golfe!

Contudo, o Golfista precisa de ter resiliência e capacidade mental para lidar com os infortúnios. Assim, manter uma atitude positiva é essencial para conseguir os swings perfeitos para pontuar e ganhar torneios.

A maioria dos Jogadores de Golfe de elite mantém a mesma rotina antes de cada tacada. Trata-se de uma forma de concentração, mas também passa por aplicar conhecimentos técnicos aprendidos com o Treinador de Golfe, ou até por superstições de que nem os profissionais conseguem fugir.

O Golfe exige as melhores condições possíveis nos campos da prática para obter os resultados ideais. Mas, para isso, é fundamental o trabalho do Greenkeeper que trata da manutenção do espaço.

Porém, o próprio Golfista deve contribuir para manter o campo de Golfe em bom estado. Assim, deve arranjar o solo após a sua tacada, por exemplo, alisando as pegadas na areia ou repondo pedaços de relva soltos. Isto também faz parte da etiqueta do Golfe, até por uma questão de respeito pelos outros jogadores.

Quais as suas funções

O Golfe exige uma combinação perfeita entre habilidade técnica e precisão, pelo que é um dos mais desafiantes desportos para Atletas Profissionais. Além disso, também requer muita paciência e uma grande paixão, para poder melhorar a cada tacada.

Uma das bases fundamentais do treinamento de um Golfista passa por aprender a segurar o taco de Golfe da forma certa. Pode parecer fácil, mas é um grande desafio para quem está a começar na modalidade. Esse processo exige pontaria, mas também o controlo da face do taco.

Depois também é preciso dominar a técnica do swing, ou seja, o balanço do corpo ha hora de o Jogador de Golfe realizar a sua tacada.

Porque é que há 18 buracos no Golfe?

O primeiro torneio de Golfe de que se conhece a existência, o The Open Championship ou British Open, foi jogado com 18 buracos em 1860, em Ayrshire, na Escócia. Portanto, acabou por definir essa tendência que é central a este desporto.

Mas há a ideia popular de que um campo de golfe é constituído por 18 buracos porque são precisos 18 shots para beber um uísque. Assim, beber um shot por cada buraco significava que uma partida de Golfe terminava quando o uísque acabasse.

Principais termos do Golfe

  • Back Nine – Os últimos 9 buracos dos 18 existentes.
  • Stroke – É o nome técnico da tacada, ou seja, do movimento do Golfista para acertar na bola.
  • Swing – Balanço do corpo para fazer a tacada.
  • Par – Número de tacadas necessárias para concluir um buraco – pode variar de três a seis, conforme a sua distância. Cada buraco tem o seu par respetivo e cada campo de Golfe tem um par total.
  • Birdie – Tacada abaixo do par.
  • Bogey – Tacada acima do par.
  • Eagle – Duas tacadas abaixo do par.
  • Blind Shot – Tacada sem ver a bandeira ou o local onde a bola vai cair.
  • Hole-In-One – Acertar um buraco com uma só tacada.
  • Chip – Tacada curta com trajectória baixa da bola.
  • Divot – pedaço de relva, ou grama, que é arrancada com uma tacada.
  • Gross – Total de tacadas durante os 18 buracos.
  • Handicap (HCP) – é o valor da vantagem dada aos Golfistas iniciantes ou amadores que será descontado do total de tacadas.
  • Tee – Nome do objeto de madeira ou de plástico que segura a bola para cada tacada.
  • Driver – Primeira tacada a partir do Tee e também é o nome dado ao taco que consegue a maior distância.
  • Putter – Taco usado para tacadas de precisão.
  • Iron – Taco de cabeça estreita e numerado de 1 a 9 conforme a sua inclinação
  • Loft – Grau de inclinação da face do taco
  • Pitch – Taco usado para tacadas curtas
  • Hazard – Área de obstáculos (areia ou água, por exemplo)
  • Fried Egg (ou Ovo Frito) – É quando a bola fica presa até metade numa zona de areia.
  • Caddie – Carregador de tacos de Golfe.
  • Stroke Play (ou Medal Play) – Modalidade de Golfe onde o Golfista vencedor é quem completa os 18 buracos com o menor número de tacadas.

Quanto ganha um Jogador de Golfe

O Golfe é um desporto muito lucrativo, mas apenas para uma pequena elite de jogadores.

Os prémios dos torneios mais importantes podem ter valores bem interessantes. Contudo, somente os vencedores e os principais classificados terão direito a ganhos mais chorudos. Os demais Golfistas terão que contentar-se com verbas mais modestas.

Além disso, os grandes nomes do Golfe, como Tiger Woods, por exemplo, ganham milhões de dólares com contratos de patrocínio para participarem em certos torneios. Mas também os contratos de publicidade para anunciarem produtos ou serviços são uma excelente fonte de rendimentos.

Na verdade, no desporto profissional, as grandes vedetas conseguem ganhar mais dinheiro com publicidade do que com os contratos profissionais que mantêm.

Saídas no Mercado de Trabalho

O mundo do Golfe é especialmente desafiante. Portanto, pode ser complicado conseguir entrar no circuito de elite dos Golfistas profissionais.

Além de exigir algum investimento particular, tanto em termos de tempo de preparação como a nível financeiro, é ainda preciso contar com alguma sorte. É claro que os treinos e os aspetos físicos e mentais são importantes, mas, por vezes, é aquela pontinha de fortuna que faz a diferença na hora da verdade!

Contudo, como se costuma dizer no mundo do desporto, a sorte trabalha-se!

Assim, quem quiser triunfar neste universo do Golfe, precisa de investir em formação, acessórios e preparação para poder sonhar com uma carreira profissional.

E repara que o Golfe é um desporto caro, por exemplo, para comprares todos os acessórios de qualidade e se quiseres integrar algum clube. Os preços das subscrições para seres membro de um clube podem não ser baratos, mas valerá a pena, pois pode abrir-te a porta para participares em torneios.

Há alguns Jogadores de Golfe que dão aulas desta modalidade. Trata-se de uma forma de garantir um rendimento fixo enquanto se mantém a paixão. Mas até pode ajudar os profissionais a encararem algumas das suas falhas de outro modo, ajudando a superá-las.

A formação é, assim, outra saída profissional possível e bem interessante para quem abraçar esta área.

Mas, a longo prazo, os Golfistas também podem tornar-se Treinadores de outros Atletas Profissionais desta modalidade.

Como ser Golfista Profissional

Um Golfista aspirante a profissional tem, primeiramente, que aprender o desporto numa escola de Golfe. Mas essa aprendizagem deve continuar ao longo da sua carreira, pois é preciso treinar continuamente as tacadas.

Neste âmbito, o Jogador de Golfe precisa de aplicar-se para estudar e aplicar as técnicas e as táticas. Mas também tem de desenvolver aspetos psicológicos e sociais, pois são componentes igualmente importantes. Além disso, pode ser interessante fazer trabalho de ginásio específico para trabalhar certos músculos.

Assim, pode ter de trabalhar com outros profissionais, como um Personal Trainer ou Psicólogo, por exemplo.

Além disso, o Golfista precisa de participar em torneios, pois isso dá uma experiência importante a quem quer fazer deste desporto profissão. Trata-se, neste âmbito, de desenvolver a capacidade de resistência ao stress e à pressão de estar em competição.

Onde estudar para Jogador de Golfe

Existem escolas e clubes de golfe onde se pode aprender a jogar Golfe. Mas estes espaços também pode promover a participação em torneios, um passo que é fundamental para quem quer ser Golfista.

Portanto, trata de encontrar a melhor escolha para o teu perfil e para as tuas capacidades financeiras. É essencial que encontres a aposta certa para conseguires evoluir neste desporto rumo ao futuro que tanto desejas.

Vamos ajudar-te com algumas sugestões para escolheres a que melhor serve os teus interesses… 

Portugal:

Brasil:

Agora que já sabes mais sobre como é ser Golfista Profissional, já podes avaliar se estás preparado para abraçar este mundo do Golfe. Sentes-te pronto para triunfar como Jogador de Golfe? Se estás seguro disso, agarra no taco e começa a preparar o teu primeiro torneio! Ficamos a torcer pelo teu sucesso.

Contudo, se continuas com dúvidas, aproveita para fazer Testes Vocacionais para encontrares profissões alternativas – uma delas pode estar no teu caminho rumo à felicidade!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top