Guarda Florestal

Guarda Florestal

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Ordenado Médio Mensal:

Mínimo - 1000€

Empregabilidade:

Baixa

Disciplinas do secundario:

Biologia Geografia Geologia

Idiomas:

Português

O Guarda Florestal está a recuperar o estatuto importante que já teve na proteção de áreas naturais e selvagens. A profissão volta a ganhar força com a necessidade de prevenir incêndios e de zelar pelos espaços florestais. Mas vem saber tudo o que há a descobrir sobre a profissão…

A profissão de Guarda Florestal já foi muito importante em países como Portugal, onde a natureza e os espaços verdes estão em destaque.

Noutros tempos, muitas pessoas viviam da floresta, por exemplo, trabalhando com madeireiros, buscando nos montes a lenha para se aquecerem ou ainda pastoreando os seus animais nesses ambientes naturais.

Assim, o papel do Guarda Florestal era essencial como imagem de autoridade que permitia manter a lei e o controle. A profissão é herdeira dos mestres florestais e dos guarda-rios, ofícios antigos caídos em desuso.

Atualmente, a função deste profissional é sobretudo de vigilância e de prevenção de incêndios. Mas também lhe cabe cuidar da flora e da fauna, de forma a garantir que não é danificada.

Também podem ter que fazer investigações no âmbito de fogos florestais, além de participarem em ações de proteção do ambiente e de conservação da natureza.

Mas fica connosco para saberes mais sobre esta profissão…

Quanto ganha um Guarda Florestal

O ordenado de um Guarda Florestal é modesto, ficando-se pelos valores mínimos no início da carreira. Mas há subsídios, como por exemplo o subsídio de risco, que ajudam a aumentar um pouco o valor.

Além disso, em Portugal, também são pagos os chamados suplementos remuneratórios que podem garantir um acréscimo de cerca de mais 350 euros nos ordenados.

Há quem comece a trabalhar como Guarda Florestal para ganhar experiência, portanto acabando depois por encetar voos maiores, por exemplo seguindo uma carreira de Engenheiro Florestal.

Contudo, não são os valores salariais que atraem as pessoas para esta carreira. O apelo por esta área está relacionado com o desejo de trabalhar em contacto permanente com a natureza, bem como o orgulho por cuidar daquilo que é de todos nós. No fundo, trata-se de zelar pelo futuro das próximas gerações.

Continua a ler para entenderes melhor o trabalho destes profissionais…

O que faz um Guarda Florestal

Um Guarda Florestal é um funcionário público que cuida de parques ou áreas florestais. Assim, precisa de fiscalizar a área por que é responsável, por exemplo para detetar situações de caça e de pesca ilegais, desmatamentos indevidos ou descargas de lixo.

É uma profissão onde não há horários fixos, sobretudo quando é preciso estar de vigilância na época de incêndios.

O seu papel é o de fazer a defesa dos ambientes naturais e da vida selvagem e, portanto, é o guardião-mor das áreas protegidos e do património natural.

Além de garantir o cumprimento da lei em matéria de ambiente e preservação da natureza, um Guarda Florestal também precisa de fazer trabalho de escritório. Logo, é seu dever fazer relatórios com a descrição das atividades que realizou.

Diferença entre Guarda Florestal e Polícia Florestal

No Brasil, além da figura do Guarda Florestal existe também a Polícia Florestal. Mas se os termos são parecidos, é preciso dizer que têm competências distintas.

A Polícia Florestal é um dos braços da Polícia Militar e atua quando há situações de crime. Portanto, pode multar, embargar obras e apreender materiais caso detete situações de violação da lei ambiental.

Já os Guardas Florestais são civis e têm um papel mais de fiscalização, não podendo intervir daquela forma.

Diferença entre Guarda Florestal e Sapador Florestal

Também é preciso fazer uma distinção entre este profissional e o Sapador Florestal. Ambos atuam na proteção da floresta e do ambiente, mas trabalham de forma distinta e têm estatutos diferentes.

Os Sapadores fazem, sobretudo, trabalhos de limpeza e de gestão do espaço florestal, intervindo também na prevenção, no combate e no rescaldo de incêndios. São, por norma, contratados por associações locais ou pelos municípios, mas nem sempre têm o estatuto de funcionários públicos.

Por outro lado, os Guardas Florestais são funcionários públicos, integrando o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR. Assim, podem ser militares, mas também há civis a exercer a função.

Mantém-te por aqui para descobrires como é a rotina de trabalho nesta área…

Quais as suas funções

O trabalho de um Guarda Florestal pode ser muito desafiante, mas também difícil. Pois é preciso suportar situações de frio e de calor, de neve ou de chuva, conforme as estações do ano e o local onde se trabalhe.

Além disso, as funções variam muito conforme o tipo de infraestrutura de que se seja responsável. Assim, os desafios de trabalhar num parque nacional são diferentes dos que se impõem a quem exerce funções numa reserva natural, por exemplo.

Mas, em termos gerais, as funções básicas de um Guarda Florestal são as seguintes:

  •  Abater árvores com uso de motosserra e outras ferramentas
  • Limpar, podar e descascar árvores
  • Vigiar e detetar incêndios florestais
  • Combater incêndios florestais
  • Afixar avisos e alertas sobre legislação nas zonas naturais
  • Abrir clareiras e valas
  • Limpar matas e manter acessos contra incêndios
  • Fazer relatórios sobre as atividades, por exemplo, o combate a incêndios
  • Supervisionar e evitar a caça furtiva
  • Acompanhar animais em vias de extinção
  • Guiar turistas/visitantes por trilhos e apresentar ecossistemas
  • Acompanhar visitas de estudo
  • Limpar e zelar pelos equipamentos ou materiais utilizados.

Agora que já sabes o que faz um Guarda Florestal, vem descobrir como entrar neste mundo….

Saídas no Mercado de Trabalho

Os Guardas Florestais são funcionários públicos e, portanto, só podem ser contratados por entidades do Estado.

Em Portugal, estes profissionais integram o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR. Mas a Câmara Municipal de Lisboa também tem a Polícia Florestal de Monsanto que é responsável pela vigilância e fiscalização desta zona natural da capital.

Há falta de Guardas Florestais em vários pontos do país, mas também faltam os concursos públicos suficientes para preencher todas as vagas.

Assim, as hipóteses de emprego na área são escassas. A opção pode ser tentar a sorte noutras áreas de trabalho relacionadas com a floresta, como na profissão de Sapador Florestal ou Brigadista de Prevenção.

Como entrar na carreira de Guarda Florestal

Em Portugal, para ser Guarda Florestal é preciso fazer o curso da Escola da Guarda da GNR que abre, por norma, todos os anos. Contudo, este curso tem vagas limitadas. Porém, quem conseguir entrar no curso garante, desde logo, lugar no SEPNA.

O acesso a este curso implica o cumprimento de requisitos específicos, bem como exclui candidatos que consumam bebidas alcoólicas, estupefacientes e ou psicotrópicos, entre outros critérios.

Para lá do SEPNA, é preciso esperar por concursos públicos específicos para concorrer a empregos em parques ou reservas naturais.

No Brasil, é imprescindível ter formação específica para se ser Guarda Florestal, embora não seja necessário um curso superior. Contudo, para entrar no mercado de trabalho também é preciso passar por concursos públicos.

Vê onde podes aprender a profissão…

Onde estudar para Guarda Florestal

Não há muitos cursos para Guardas Florestais, pelo que tens de estar atento aos que vão surgindo.

O Curso de Formação de Guardas Florestais da Escola da Guarda da GNR é a opção que existe em Portugal, mas tem poucas vagas e critérios de acesso.

Mas um bom curso nesta área deve envolver noções de Silvicultura, de investigação de causa de incêndios, de primeiros socorros, de legislação ambiental e de técnicas policiais, entre outros.

Ora espreita algumas ideias para encontrares a formação certa para ti…

Portugal:

Brasil:

Como confirmaste neste texto, ser Guarda Florestal tem muitas responsabilidades e exigências. Mas se gostas de trabalhar ao ar livre, contactando em permanência com a natureza e és um defensor do meio ambiente, esta pode ser a profissão perfeita para ti. Só podemos desejar-te muito sucesso.

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top