Guarda da GNR

Guarda da GNR

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Matérias relacionadas:

Direito Educação Física Matemática Psicologia Sociologia

Idiomas:

Português

O guarda da GNR (Guarda Nacional Republicana) é um militar, agente da força pública, que serve a nação, garantindo a segurança e o bem-estar dos cidadãos, assim como protegendo a República Portuguesa.

Qualquer militar da GNR (não só os guardas, como também os sargentos e oficiais da GNR) é um “soldado da lei” e, portanto, tem o dever de agir justamente e ter um bom comportamento cívico. Sem dúvida, a integridade, honestidade e lealdade são características fundamentais nestes profissionais.

Se tens um dever cívico forte, se te sentes atraído por uma carreira na área da segurança pública e militar, então esta pode ser a profissão perfeita para ti.

Neste artigo, vamos mostrar-te tudo o que precisas saber sobre esta carreira. Vais aprender, por exemplo, o que faz um guarda da GNR, quais as funções que tem dependendo da patente, como podes entrar nesta profissão e como progredir na carreira.

Vens connosco à descoberta?

O que é a Guarda Nacional Republicana (GNR)?

A Guarda Nacional Republicana, GNR, é uma força de segurança de natureza militar. Esta é constituída, então, por militares, e tem autonomia administrativa. Em Portugal, esta é a única força de segurança que tem natureza e organização militar.

Por esta razão, a GNR atua em tempos de paz, assim como em tempos de guerra e crises, não só ao nível nacional, como internacional.

Em alturas de normalidade (paz e ordem nacional), a GNR atua em missões policiais e militares. Mas em situações de estado de emergência, ou estado de sítio, a GNR atua em situações mais problemáticas. Neste caso, a GNR apresenta-se como uma força de transição entre Polícias e Forças Armadas.

Em tempos de guerra, a GNR desempenha várias missões das Forças Armadas, podendo atuar de forma isolada, ou não.

Deveres e obrigações da GNR

A Guarda Nacional Republicana tem como dever assegurar as condições de segurança para que os cidadãos possam exercer os seus direitos e liberdades. São também responsáveis por proteger as instituições democráticas.

Além disso, eles atuam na:

  • Garantia da ordem pública, assim como da tranquilidade, segurança e proteção dos cidadãos e dos seus bens
  • Prevenção da criminalidade, assim como de atos que sejam contrários à lei
  • Desenvolvimento de investigações criminais
  • Cumprimento das leis e regulamentos que dizem respeito à viação terrestes, assim como a transportes rodoviários
  • Promoção da segurança rodoviária
  • Controlo de entradas e saídas de pessoas e bens
  • Vigilância e proteção de infraestruturas ferroviárias, rodoviárias, edifícios públicos, entre outros pontos sensíveis
  • Proteção e socorro de cidadão
  • Defesa e preservação de bens que possam estar em perigo
  • Segurança em espetáculos de várias naturezas
  • Prevenção e deteção de tráfico e consumo de substâncias proibidas
  • Fiscalização de uso e transporte de armas e substâncias explosivas
  • Formação e informação da população no que diz respeito a matérias de segurança
  • Participação em tratados e convenções internacionais
  • Proteção e conservação do ambiente e natureza
  • Prevenção e investigação de infrações fiscais, aduaneiras e tributárias
  • Fiscalização de atividades de desembarque, captura, cultura e comércio de espécies marinhas

O que faz um Guarda da GNR?

Existem diferentes unidades especializadas dentro da Guarda Nacional Republicana. Para entenderes o que faz um guarda da GNR, é importante conheceres todas as unidades, pois cada uma tem objetivos diferentes.

  • Controlo Costeiro – Esta unidade atua na costa e no mar territorial. A sua função é patrulhar, vigiar e realizar interceção terrestre ou marítima. Além disso, esta unidade é responsável pela gestão e operação do Sistema Integrado de Vigilância, Comando e Controlo (SIVICC).
  • Ação Fiscal – Esta unidade dedica-se à área de investigação, com o intuito de garantir o cumprimento das obrigações fiscais, tributárias e aduaneiras.
  • Unidade Nacional de Trânsito – Esta unidade fiscaliza o trânsito, garantindo o cumprimento das regras de trânsito e atuando em ações de prevenção rodoviária.
  • Segurança e Honras de Estado – A unidade de Segurança e Honras de Estado protege as instalações dos órgãos de soberania, assim como de outras entidades. Nesta unidade também estão integradas a Banda da Guarda e a Charanga a Cavalo.
  • Intervenção – Esta Unidade da Guarda atua em missões específicas para a manutenção (ou restabelecimento) da ordem pública. Atuam, portanto, na gestão de incidentes que se mostram críticos, em situações de violência concertada e situações de grande perigo. É esta unidade que garante a segurança em eventos de grande porte e inativa explosivos, por exemplo.
  • Emergência de Proteção e Socorro – Atua na prevenção e na intervenção em situações de catástrofe, ou então em situações de acidente grave, como incêndios rurais, cheias, sismos, entres outras.

Ainda não sabes se esta é a profissão certa para ti? Então faz os nossos Testes Vocacionais e usa o nosso Simulador!

Quais as suas funções

Os guardas da GNR têm várias funções, entre elas: funções de comando, chefia (direção), estado-maior e execução. Obviamente, estas funções vão depender da tua patente, as quais são, de forma hierárquica, da maior para a mais pequena:

  • Cabo-mor
  • Cabo-chefe
  • Cabo
  • Guarda principal
  • Guarda

Para entenderes melhor as diferentes funções, vamos vê-las em detalhe.

  • Comando – Dirigir, controlar e coordenar as unidades, comandos, subunidades, estabelecimentos e forças.
  • Chefia – Dirigir, controlar e coordenar órgãos, excetuando, então, aqueles que estão inerentes à função de comando.
  • Estado-maior – Prestar apoio e assessoria ao comandante, diretor ou chefe. Participa na elaboração de informações, estudos, diretivas, ordens, propostas e planos.
  • Execução – Inclui todas as ações realizadas por militares que estão integrados nos comandos, unidades, subunidades, estabelecimentos, órgãos e forças. Incluímos, aqui, a formação profissional, treino, instrução, assim como atividades administrativas, logísticas, científicas, culturais e tecnológicas.

Vê também a profissão de Agente da Polícia Municipal (Guarda Municipal)

Saídas no Mercado de Trabalho

O Guarda da GNR é um militar da Guarda Nacional Republicana, prestando serviços ao Estado, embora seja regido por um regime diferente dos funcionários públicos comuns.

Antes de seguires, não deixes de ver também a profissão de Sargento da GNR

Como entrar na carreira de Guarda da GNR?

Para te tornares guarda da GNR tens de, primeiro, cumprir o serviço militar. Depois tens de concluir o curso de formação de guardas da GNR. Para concorreres a este curso, tens de cumprir certos requisitos.

  • Nacionalidade portuguesa
  • Qualidades morais, assim como comportamento cívico que se adequem às funções de GNR
  • Ter entre 18 e 27 anos de idade
  • Não ter condenação por crime doloso
  • Aptidão física e psíquica
  • Ter todas as vacinas obrigatórias
  • Ter, pelo menos, o 11º ano de escolaridade
  • Não estar inibido de exercer funções públicas
  • Não exercer, ou exercido, serviço militar nas Forças Armadas como oficiais

No caso de seres militar em regime de voluntariado ou contrato, então tens de pedir uma autorização para concorrer à GNR.

Se prestas, ou tiveres prestado, serviço militar em regime de contrato como guarda ou sargento, pelo menos durante 2 anos, tens prioridade na admissão ao curso de formação de guardas da GNR.

Assim que és admitido no curso, passas a ser chamado de guarda provisório. Assim que concluíres o curso, tens de passar por uma instrução complementar.

Promoção e Evolução na Carreira

Para seres promovida a guarda principal, tens de ter, pelo menos, 10 anos de serviço como guarda.

Se quiseres passar a cabo, tens de frequentar o curso de promoção a este posto. Para seres admitido neste curso, tens de atuar como guarda principal ou guarda durante, pelo menos, 3 anos, assim como ter avaliação de desempenho de adequado (ou superior). Além disso, tens de:

  • Provar aptidão física e psíquica
  • Estar na 1ª ou 2ª classe de comportamento
  • 35 anos de idade, ou mais
  • Ser aprovado nas provas de admissão

Caso optes por seguir a carreira como sargento da GNR, podes candidatar-te ao curso de formação de sargentos se atuares como guarda, guarda principal ou cabo (com menos de 36 anos).

As promoções a cabo-chefe e a cabo-mor dá-se por antiguidade e os nomes são propostos pelos comandantes das unidades.

Onde estudar para Guarda da GNR?

Para seguires a profissão de guarda da GNR tens de fazer o curso na Escola da Guarda. Esta escola é voltada para a formação cultural, moral, militar, física e técnico-profissional de todos os militares da Guarda Nacional Republicana.

Esta é uma carreira nobre, sem dúvida, e podes sentir-te orgulhoso em segui-la. Defender os cidadãos e a Democracia é, com toda a certeza, uma missão de vida, mais do que apenas um ofício. Por isso, deixamos-te aqui, desde já, o nosso muito obrigado!

Portanto, se queres seguir a carreira de guarda da GNR, aconselhamos-te a conseguir mais informações nesta Escola da Guarda, ou então podes dirigir-te a um posto da GNR, onde te podem informar mais sobre o assunto. Nós desejamos-te muito sucesso!

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top