Guia Intérprete

Guia Intérprete

O guia intérprete acompanha os turistas durante as visitas e viagens a locais turísticos. Ele faz a descrição dos locais e informa os viajantes de dados interessantes. As visitas são feitas a palácios, museus, igrejas e catedrais, ou outros monumentos nacionais e paisagens patrimoniais.

Outros nomes para esta profissão: Guia turístico, Transferista, Guia de Turismo

  • Modalidades: Presencial, Ar Livre
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: História, História da Cultura e das Artes, Línguas, Literatura, Oficina de Artes
  • Idiomas: Espanhol, Francês, Inglês, Português

Com o aumento do turismo no país, os guias intérpretes são, sem dúvida, muito procurados. E a tendência é que exista uma procura maior, à medida que o país vai ficando conhecido como turístico e bom acolhedor.

Como somos um país com História, e cheio de vestígios do passado, o guia intérprete encontra um mercado de trabalho amplo, cheio de boas oportunidades!

Se tens interesse por História e se gostas de conhecer novas pessoas e conviver com pessoas de outros países, então esta é a profissão ideal para ti! O teu dia a dia não tem nada de monótono, e vais poder conhecer pessoas interessantes e partilhar o teu conhecimento com elas!

Queres saber mais? Então continua connosco!

O que faz um Guia Intérprete?

O guia intérprete é um técnico que trabalha na área do turismo. Ele acompanha os turistas ao longo da sua estadia, nas visitas a locais com interesse turístico e em passeios pela cidade.

O principal objetivo é de tornar a viagem interessante e agradável, e procurar sempre o bem-estar dos turistas. É quase como alguém que recebe um convidado em casa!

Vais acompanhar os turistas pela cidade e pelos vários locais de interesse turístico e vais dando as informações importantes. Elas podem ser informações históricas, culturais, ou artísticas.

Como estás a acompanhar turistas, tens de saber falar muito bem inglês e, se possível francês e espanhol. Sem dúvida, quanto mais idiomas souberes, melhor farás o teu trabalho. Tens de pensar que nem todos os turistas falam inglês, então é bom se tiveres conhecimentos de outras línguas.

Também podes fazer o papel de transferista, ou seja, levas os turistas dos locais de embarque para os alojamentos. Neste caso, não vais trabalhar como guia intérprete, no sentido literal, mas é possível que ocupes esse cargo quando entras numa empresa.

Podes trabalhar com um grupo pequeno de turistas, ou com grandes grupos, em excursões turísticas guiadas. Os dois trabalhos são interessantes.

Os grupos pequenos são bons para conseguires ter um relacionamento mais próximo com os turistas. Por isso, se gostas de comunicar e saber também da cultura de outros países, vais adorar trabalhar com grupos mais pequenos.

Os grupos grandes não são tão bons para teres uma comunicação próxima com os turistas, mas são trabalhos mais bem pagos.

Quais as suas funções

Como guia intérprete, vais acompanhar e guiar os turistas em diversos pontos de relevância histórica, cultural e patrimonial, como, por exemplo:

  • Cruzeiros
  • Percursos panorâmicos
  • Museus
  • Exposições
  • Igrejas e Catedrais
  • Parques temáticos
  • Livrarias
  • Percursos turísticos

Ao longo das visitas, vais dar informações gerais, históricas, patrimoniais e culturais aos turistas. Se surgirem alguns problemas durante os percursos, tens de tentar resolver da melhor maneira, embora nem sempre seja fácil. O teu objetivo é cumprir o programa da viagem, mas mantendo o bem-estar dos turistas / visitantes.

Podes acompanhar grupos em excursões e passeios no país, mas também podes ser chamado para trabalhar no estrangeiro. Neste caso, é importante saberes a cultura e a história do país para onde vais.

Além de acompanhares os turistas, também dás apoio na logística, ajudando na criação do roteiro, assim como atividades que possam fazer.

É bom teres conhecimentos de primeiros socorros, pois pode acontecer alguma coisa e tens de estar preparado para agir na hora.

Outra possibilidade é trabalhar com alunos de escolas, nas visitas de estudo. Aqui tens uma responsabilidade maior, porque tens de criar atividades educativas que cativem os mais novos. Além disso, tens de ter olhos em todos os lados! As crianças conseguem desaparecer num ápice, então tens de ter atenção redobrada.

Se trabalhares em museus ou monumentos que recebem turistas, podes ocupar o cargo de vigilante. A tua função não é acompanhar os visitantes, mas garantir que eles cumprem as regras.

O carisma e a boa comunicação são fundamentais para seres bem sucedido. Além disso, tens de ser capaz de perceber a dinâmica do grupo que acompanhas. As pessoas não são todas iguais. Por isso, se conseguires perceber quem são as pessoas à tua frente, vais fazer um trabalho muito melhor!

Saídas no Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho é muito bom na área do turismo e, por isso, não há falta de emprego para os guias intérpretes. Podes trabalhar para empresas de turismo, para museus, ou outros locais turísticos, hotéis, agências de viagem, cruzeiros, ou empresas aéreas.

Como entrar na carreira de Guia Intérprete

Em Portugal, não precisas ter um curso universitário para seres guia intérprete. Existem cursos profissionais voltados para a formação destes profissionais. No entanto, se queres subir na carreira, podes optar, mais tarde, por tirar um curso universitário na área, como turismo ou História da Arte.

Para conseguires emprego, podes aproveitar o estágio do curso profissional para fazer o primeiro contacto, mas depois podes procurar trabalho noutras empresas. Enviar currículos é um dos primeiros passos. Mas também podes ter iniciativa e tentar marcar uma entrevista com o Diretor de Recursos Humanos.

No Brasil, para ser guia de turismo precisa ter mais de 18 anos, e se quiser ser guia de excursão nacional ou internacional tem de ter mais de 21 anos.

Para fazer excursões internacionais precisa ter um atestado de fluência em uma língua estrangeira, no mínimo. Se quiser ser especialista, tem de cursar o nível Técnico em Guia de Turismo ou cursar o bacharelado em Turismo.

Onde estudar Turismo

Portugal:

Brasil:

Queres ser guia intérprete (guia de turismo)? Então investe na tua formação! Vai valer a pena o esforço! O teu futuro vai ser brilhante!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima