Instrutor de Artes Marciais

instrutor de artes marciais

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Biologia Educação Física Filosofia Psicologia

Idiomas:

Inglês, Português

O instrutor de artes marciais é um professor que ensina uma arte marcial, ou várias, tanto a crianças, como adolescentes e adultos. Esta é uma profissão muito gratificante, não só porque podes praticar o teu desporto favorito, como também vais passar ensinamentos únicos aos teus alunos.

Sem dúvida, para os amantes de artes marciais, uma carreira como professor é uma excelente escolha. Além de haver uma maior procura por estes serviços (mais emprego), permite-te trabalhar com o teu hobby e comunicar com pessoas de diferentes faixas etárias e classes sociais.

Se és um amante de desporto, esta pode ser uma excelente escolha profissional para ti. Continua connosco e descobre o que faz um instrutor de artes marciais, quais as funções que tem no seu dia a dia, as saídas profissionais possíveis, assim como dicas úteis para entrares nesta carreira com toda a força.

Vamos?

O que faz um Instrutor de Artes Marciais?

O instrutor de artes marciais, ou professor de artes marciais, é um profissional altamente talentoso e conhecedor que tem um papel inestimável na comunidade. Ele é responsável por trazer uma riqueza de conhecimento, respeito e disciplina para as escolas, grupos comunitários e indivíduos a quem dão aulas de artes marciais.

Os instrutores criam um ambiente seguro no qual crianças e alunos podem aprender enquanto se divertem e aperfeiçoam as suas capacidades. Também trabalham incansavelmente para desenvolver estratégias adequadas às necessidades do indivíduo, para que todos possam alcançar o seu próprio ritmo com a orientação adequada.

Em última análise, os professores de artes marciais dão a orientação e o apoio necessários para ajudar as pessoas a crescerem como praticantes de artes marciais com técnica, espírito desportivo, habilidade e caráter sólidos.

Quais as suas funções

A principal função do instrutor de artes marciais é ensinar uma arte marcial, ou várias, a alunos de diferentes idades e origem social.

Sem dúvida, esta é uma experiência emocionante e gratificante, não só porque podes partilhar os teus conhecimentos, ajudar os outros a crescer e alcançar os seus objetivos, mas também porque te permite experimentar a alegria que advém de te melhorares a ti próprio.

O principal objetivo de qualquer professor de artes marciais é fomentar o desenvolvimento individual dos seus alunos. Assim, algumas das tarefas que um instrutor pode realizar incluem, por exemplo:

  • Criar planos de treino para os alunos de acordo com as suas capacidades individuais
  • Explicar novos conceitos e técnicas
  • Motivar os alunos a melhorar as suas capacidades através da prática e dedicação
  • Retirar dúvidas ou questões que os alunos possam ter durante as sessões de treino
  • Dar conselhos úteis sobre treino, mas também sobre conceitos inerentes às artes marciais

Como instrutor, não só te esforças por assegurar que cada aluno atinja um nível superior de perícia em cada lição que aprende, mas também estarás a ensinar valiosas lições de vida ao longo do caminho, tais como disciplina e perseverança.

Quais os maiores Desafios de um Instrutor de Artes Marciais?

Apesar de ser um trabalho muito gratificante, ser instrutor de artes marciais traz vários desafios no dia a dia. Uma das maiores dificuldades é ter de lidar com alunos difíceis, com dificuldades de mobilidade ou resistentes a ultrapassar os seus próprios limites.

É importante ter em mente que cada pessoa tem o seu próprio ritmo e este deve ser respeitado. O que não quer dizer que o professor não deva estimular os seus alunos a quebrarem barreiras durante as aulas.

Além de muita paciência, os instrutores de artes marciais devem ter a coragem e criatividade para encontrar diferentes formas de ajudar os seus alunos a compreender e aprender melhor as técnicas ensinadas, mesmo que essas técnicas tenham de ser adaptadas para cada aluno.

Outro desafio é manter a turma organizada, especialmente quando temos alunos com diferentes níveis de capacidade física. No entanto, esta dificuldade deve motivar ainda mais os instrutores a permanecerem focados em ajudar cada aluno a aprender e a adaptar-se à sua própria maneira.

Saídas no Mercado de Trabalho

A procura por professores de artes marciais tem vindo a crescer bastante. Há uns anos o karaté era uma das únicas artes marciais que tinham procura por parte dos pais para inscreverem os seus filhos em aulas. Atualmente, a procura por outras artes marciais tem crescido bastante, como o judo, taekwondo, krav maga, jiu-jitsu, capoeira, entre outras.

Por isso, uma carreira como instrutor de artes marciais pode ser uma ótima forma de teres uma profissão de futuro, com boas oportunidades de emprego e/ou de negócio, ao mesmo tempo que te manténs fisicamente ativo e a fazeres algo que adoras.

Podes encontrar emprego em escolas de artes marciais tradicionais, em centros comunitários, health clubs, ginásios, e até em algumas universidades.

Além disso, se seguires esta carreira, também podes optar por começar o teu próprio centro de treino ou oferecer aulas particulares.

Como entrar na carreira de Instrutor de Artes Marciais?

Para seres instrutor de artes marciais em Portugal tens de ter o “Título Profissional de Treinador/a de Desporto” (TPTD) – um documento oficial que te habilita a treinares no país, o qual é emitido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), tem validade de 3 anos e podes pedi-lo através da plataforma PRODesporto.

A formação específica depende sempre das artes marciais com que vais trabalhar (karaté, judo, taekwondo, entre outras). Procura sempre uma formação certificada para obteres as melhores qualificações.

Assim sendo, deves sempre informar-te junto da Federação Portuguesa da arte marcial que queres trabalhar sobre os requisitos específicos para te tornares instrutor.

No Brasil o cenário é muito idêntico. Cada Federação de Arte Marcial tem os seus próprios requisitos e formações específicas, sendo essas que habilitam o profissional para ser treinador ou instrutor de artes marciais.

Portanto, depois de escolheres a arte marcial, ou artes marciais, que queres desenvolver, procura a Federação Estadual específica, ou a Confederação Nacional, e percebe qual a formação que tens de fazer e todos os pré-requisitos.

Onde estudar para Instrutor de Artes Marciais?

Como vimos, a formação exigida para ser-se instrutor de artes marciais vai depender bastante da arte marcial que vais ensinar/treinar. Deves sempre procurar as qualificações e credenciações junto das federações da arte marcial que procuras, como karaté, judo, etc.

No entanto, deixamos-te aqui algumas formações possíveis.

Portugal:

Brasil:

Gostavas de ser um instrutor de artes marciais? Então não deixes de procurar uma excelente certificação para todas as artes marciais que queres ensinar/treinar. Com toda a certeza, com dedicação e disciplina, vais conquistar tudo aquilo que desejas. Sucesso!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *