Jornalismo

O Jornalismo é uma das carreiras mais fascinantes que existem. A procura e divulgação de informações, a investigação de factos, e, principalmente, a luta pela liberdade de expressão, fazem parte do dia a dia de um jornalista.

Outros nomes para esta profissão: Jornalista, Repóter, Apresentador

  • Modalidades: Presencial, Ar Livre
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Baixa
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Ciência Política, Direito, Economia, História, Línguas, Literatura, Multimédia
  • Idiomas: Espanhol, Francês, Inglês, Português

Os jornalistas transmitem notícias nos mais diversos meios de comunicação, como jornais, televisão e internet). Eles não apenas transmitem a notícia, mas participam na sua produção, desde o processo de investigação e apuração de factos, até à redação e transmissão da notícia.

Estes profissionais enfrentam, hoje em dia, vários desafios, sendo que a luta pela verdade e pela liberdade são preocupações constantes na vida deles. Não é fácil, muitas vezes, transmitir para o público informações que prejudicam grandes grupos económicos. As pressões são muitas, mas eles continuam firmes no seu propósito.

Se quer seguir a carreira de jornalismo, então continue a ler este artigo e descubra como é o mercado de trabalho, quais as funções que ele tem, e como é o dia a dia de um jornalista. Confira!

O que faz um Jornalista?

Os jornalistas são os profissionais que redigem e transmitem notícias. O principal objetivo é, sem dúvida, publicar notícias relevantes para a sociedade, depois de coletar informações, redigir e editar as notícias.

Eles seguem um código de ética, garantindo a veracidade das notícias que eles publicam. Para cumprirem esse código de ética, os jornalistas precisam apurar todos os detalhes da notícia e confirmar com fontes fidedignas e confiáveis, antes de passar essas informações para o público em geral.

Ao contrário do que a maioria pensa, os jornalistas não são só aquelas pessoas que apresentam o telejornal (noticiário). Eles podem ser repórteres, repórteres de investigação, redatores, assessores de imprensa, editores ou chefes de reportagem. Como tal, eles podem ocupar diferentes cargos, mas sempre com o intuito de levar a informação à sociedade.

Tendo em conta que o profissional de jornalismo tem uma responsabilidade muito grande na sociedade como um todo, então é importante que eles primem pela ética e por bons valores morais, como a honestidade, a sinceridade e o senso de responsabilidade para com os outros.

Além disso, para poderem desempenhar as suas funções da melhor forma, é importante que eles se interessem pela atualidade, que procurem sempre informações sobre aquilo que se passa em todo o mundo.

Obviamente, é fundamental dominarem o português, ferramentas de edição de texto, assim como ferramentas de monitorização de sites. Sabendo que a internet é, atualmente, um dos principais veículos de informação, é importante que os jornalistas saibam como comunicar na internet, em todos os sentidos.

Estes profissionais também precisam ser:

  • Comunicativos (oral e escrita)
  • Dinâmicos
  • Criativos
  • Preocupados com os outros
  • Curiosos

Quais as suas funções

A principal função dos jornalistas é narrar os acontecimentos da atualidade com verdade e transparência, de forma a que todos possam entender aquilo que se passa nas mais diversas esferas (sociais, culturais, económicas, políticas) do país e do mundo.

No entanto, de acordo com a sua área de atuação, pode ter funções específicas que variam, o que faz com que o dia a dia de cada um dos profissionais seja diferente.

Por exemplo, os repórteres, ou os fotojornalistas, não têm uma rotina definida. O seu dia a dia é sempre diferente, pois andam sempre de um lugar para o outro, com matérias diferentes, de diversos assuntos. Já os editores e redatores, pelo contrário, têm uma rotina bem definida, pois trabalham a maior parte do tempo na redação.

Sendo assim, vamos ver as principais áreas de atuação do jornalismo e as funções do jornalista para cada uma delas!

Reportagem

A reportagem engloba os jornalistas que vão aos locais do acontecimento que querem transmitir e passam a notícia de lá. Pode trabalhar para a televisão, jornais, rádios ou então para sites. Não precisa estar na televisão para ser um repórter.

Estes profissionais fazem toda a pesquisa e recolha de informações, realizam entrevistas e gravam a notícia (matéria), ou escrevem, posteriormente enviando para edição.

Fotojornalismo

Estes profissionais tratam das imagens que acompanham as notícias. Sem dúvida, uma imagem pode falar mais do que mil palavras, e é precisamente essa a função do fotojornalista.

Edição

O profissional de jornalismo que trabalha na edição tem como função fazer a correção e revisão de todas as notícias desenvolvidas pelos repórteres. É o editor, também, que seleciona quais são as melhores gravações, áudios e fotografias para incluir na notícia.

Assessoria de Imprensa

O jornalista que trabalha em assessoria de imprensa é o profissional que faz a ligação entre os redatores e as personalidades, figuras públicas, ou organizações.

Apresentador

Estes jornalistas são a cara que mais conhecemos, pois são aqueles que apresentam o telejornal. Eles conduzem todo o programa (TV, Rádio ou Internet) e a maioria seleciona quais as notícias que vão ser divulgadas.

Saídas no Mercado de Trabalho

A maioria dos profissionais de jornalismo querem trabalhar nos meios de comunicação tradicionais, como rádio, jornais, revistas e televisão.

No entanto, este é um mercado que está bastante saturado, tanto em Portugal como no Brasil. Existem muitos jornalistas formados e, tendo em conta que esses meios são as primeiras escolhas, é normal que as vagas de trabalho não surjam com frequência.

A boa notícia é que, por causa de todos os avanços tecnológicos, especialmente no que diz respeito à internet, existe hoje um mercado muito maior para o jornalismo, podendo atuar em diversos portais da internet, TV por assinatura, revistas online, entre outros.

Como entrar na carreira de Jornalismo

Em Portugal, para poder exercer jornalismo, é preciso ter o curso superior, assim como estágio na área. O curso tem duração de 3 anos (licenciatura).

No Brasil, não é obrigatório ter diploma superior para ser jornalista. No entanto, um diploma pode fazer a diferença na hora de ser contratado. O curso para jornalista tem duração de 4 anos.

Onde estudar Jornalismo

Portugal:

Brasil:

O seu sonho sempre foi ser jornalista? Cada vez gosta mais da ideia de seguir esta profissão? Então invista num curso universitário de Jornalismo e entre com o pé direito no mercado de trabalho! E, claro, não se esqueça de fazer a diferença nesse mundo!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima