Jornalista de Política / Jornalista Político

Jornalista de Política - Jornalista Político

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Teletrabalho, Presencial

Matérias relacionadas:

Ciência Política Psicologia Sociologia

Idiomas:

Inglês, Português

O Jornalista Político ou Jornalista de Política dedica-se a cobrir os assuntos desta área. Assim, faz entrevistas, vai a conferências de imprensa e aos plenários no Parlamento, informando o público sobre temas políticos.

No tempo das fake news que se espalham como vírus, o Jornalismo Político tem um papel essencial. A sua função é mostrar a política e os políticos tal como são, ajudando a esclarecer as pessoas.

Assim, é um serviço público acima de tudo. Portanto, o público é mesmo o “bem” mais importante do Jornalista de Política. Um bom profissional coloca as pessoas sempre em primeiro lugar e o seu propósito é servi-lo.

Ao longo dos tempos, o Jornalista Político sempre foi vital. As Editorias de Política são sempre muito importantes nos jornais e nas televisões. Por isso, é uma área muito desejada pelos jovens recém-formados.

Mas vem connosco saber tudo dessa profissão!

O que faz um Jornalista Político

A missão do Jornalista de Política é garantir que a população em geral é informada sobre os eventos políticos de um país.

Assim, dá conta do que o Governo anda a fazer, mas também relata as voltas da oposição. O seu trabalho é mostrar o que opõe os polos nas grandes questões políticas.

Contudo, também cabe ao Jornalista Político revelar as chamadas “verdades inconvenientes”.

Deste modo, procura descobrir os assuntos que os políticos preferiam esconder debaixo do tapete. Esta vertente encaixa no chamado Jornalismo de Investigação.

Quem que faz Jornalismo Político tanto pode trabalhar num jornal ou revista como ser Jornalista Digital.

Mas também pode ser Repórter de TV ou Repórter de Rádio. Portanto, precisa de ajustar a linguagem e os métodos a cada um desses media diferentes.

Qualidades de um Jornalista de Política

Quem abraça esta profissão deve ter certas qualidades para poder cumprir a tarefa. Assim, consulta uma lista resumida de algumas dessas qualidades essenciais:

  • Boas capacidades de comunicação
  • Saber trabalhar em equipa
  • Facilidade para lidar com pessoas
  • Espírito de iniciativa e dinamismo
  • Curiosidade e desejo de saber mais
  • Muita paciência.

Quais as suas funções

O Jornalista Político faz notícias com base em tópicos que lhe são sugeridos por um Editor. Mas também pode seguir as suas próprias pistas e ideias.

No seu trabalho diário, pode ter de analisar documentos e dados ou participar em conferências de imprensa.

Muitas vezes, os Jornalistas de Política são “especialistas” em certas áreas ou podem dedicar-se a um partido ou a uma área geográfica.

Mas também podem cobrir apenas assuntos sobre políticas de Direito ou políticas de Saúde Pública, por exemplo. Tudo depende da organização da empresa onde trabalharem.

O que é certo é que o trabalho envolve o contacto diário com fontes que estão habituadas a lidar com jornalistas. Isto exige talento para entender as suas jogadas e o que é verdade ou manipulação.

Assim, resumimos as funções típicas de um Jornalista Político na seguinte lista:

  • Pesquisa informação sobre os factos/dados
  • Procura dados relevantes em documentos e ficheiros
  • Faz a revisão das suas notas para ver o que é importante
  • Decide o tamanho, formato e como pegar na notícia
  • Escreve e/ou grava a notícia
  • Revê o trabalho final para ver se tem gralhas e se cumpre a linha editorial
  • Recebe tarefas do Editor
  • Dá notícias sobre o Governo e outros assuntos de Política
  • Sugere textos de introdução para o Pivô / Apresentador de Notícias em televisão ou rádio
  • Dá feedback ao Editor de Política.

Quanto ganha um Jornalista Político

O Jornalismo Político é uma das áreas mais importantes no âmbito desta atividade. Assim, os ordenados para os profissionais mais reconhecidos nesta área podem ser superiores à média da restante redação.

Contudo, mesmo que o Jornalista de Política tenho vindo a tornar-se mais importante na sociedade atual, os ordenados não são assim tão altos. Esta é uma profissão onde só as “vedetas”, aquelas figuras com programas de televisão ou colunas em nome próprio, podem ganhar valores generosos.

A maioria dos Jornalistas têm rendimentos mais baixos. É uma área onde se trabalha mais por paixão e vocação do que pelos ganhos financeiros. Mas, no fim de contas, o que realmente interessa é a satisfação e a felicidade que o trabalho nos dá.

Saídas no Mercado de Trabalho

O Jornalismo Político mantém-se vivo há vários anos, pois é fundamental para informar a sociedade. Contudo, nem sempre há muitas oportunidades de emprego para esses profissionais.

As secções de Política das redações são, muitas vezes, preenchidas por Jornalistas da casa, com experiência diversa. Até porque, na maioria dos casos, as ofertas de emprego procuram Jornalistas generalistas.

Mas as oportunidades vão surgindo em agências de notícias, jornais, revistas, televisões e rádios, ou em sites de informação.

Contudo, para lá da redação das notícias diárias, o Jornalista Político também pode estar envolvido em programas da radiojornalismo ou telejornalismo.

Além disso, alguns acabam por tornar-se Assessores de Imprensa de ministros ou de outros políticos. E há quem chegue até a funções governamentais como Secretários de Estado ou Chefes de Gabinete.

A Consultoria Política e de Marketing é outra via muito habitual para quem entra no Jornalismo Político.

Como entrar na carreira de Jornalista Político

A maioria dos Jornalistas de Política tem formação em Jornalismo. Contudo, também podem ter cursos na área da Ciência Política ou até das Relações Internacionais.

Mas há ainda alguns profissionais de outras áreas que chegaram ao Jornalismo devido à paixão por Política.

A entrada nas redações acontece, muitas vezes, através de estágios.

Na maioria dos casos, começa-se como o “Jornalista que vai a tudo”, trabalhando em que Secção for necessário. Com a experiência e as provas dadas, alguns acabam por especializar-se em Política, seja por gosto pessoal, seja por terem qualidades para a área.

Repara que o Jornalismo Político exige alguma experiência de redação, por exemplo a lidar com fontes.

Portanto, os profissionais desta área também precisam de ter ótimas capacidades de comunicação. Em algumas situações até precisam de ser bons negociadores, por exemplo, para conseguir certas informações.

Dicas para quem quer ser Jornalista Político

  • Junta o máximo de contactos possíveis
  • Mantém boas relações com políticos (desde staff de imprensa a chefes de gabinete, Secretários de Estado e ministros)
  • Domina os bastidores da política (não é só saber os nomes, mas sobretudo conhecer as tricas e polémicas)
  • Lê todas as notícias sobre Política.

Onde estudar Jornalismo Político

Os estudos em Jornalismo ou Ciência Política são o caminho mais óbvio para quem quer ser Jornalista Político. E o ideal será reunir as duas formações, com uma graduação principal e uma especialização.

Há cursos de Comunicação e Jornalismo que têm cadeiras focadas nesta vertente. Esse é um bom começo para se interessar pela área. Depois, a maior parte da aprendizagem é mesmo nas redações, com o trabalho do dia a dia.

Mas quanto a estudos formais, o ideal é que faças escolhas que vão ao encontro dos teus gostos.

Vamos ajudar-te com alguns links que te podem ajudar a começar essa busca…

Portugal:

Brasil:

Depois de teres percebido o que faz um Jornalista Político, achas que tens o que é preciso para triunfar nesta área? Já viste que o Jornalismo Político precisa de ter certas qualidades, pois serve o interesse público. Estás pronto para o desafio?

Se ainda não tens a certeza do que queres fazer, aproveita para usar o nosso Simulador de Profissões. Vais encontrar outras alternativas de profissões adequadas às tuas preferências. Não esperes mais! Começa já hoje a traçar o teu futuro. Ficamos a torcer pelo teu sucesso!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top