Médico Radiologista

Médico Radiologista

O Médico Radiologista é um profissional formado em Medicina e especializado em Radiologia. Além dos conhecimentos em anatomia humana, comuns a todos os médicos, este médico tem formação em tecnologias e interpretação de imagens radiológicas.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 2000€ - Máximo
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Física, Matemática, Química
  • Idiomas: Inglês, Português

Embora a maioria das pessoas não saiba a diferença, os médicos radiologistas e os técnicos de radiologia (mais conhecidos simplesmente como radiologistas) têm funções muito diferentes. Afinal de contas, um médico radiologista tem formação em Medicina, ao contrário do técnico de radiologia.

Enquanto o técnico de radiologia é formado para preparar os pacientes para os exames e realizar o exame em si, o médico radiologista, alem de poder realizar o exame, tem conhecimentos para interpretar o resultado obtido pela imagem.

Se ainda estás na duvida sobre a especialidade médica que vais seguir, então continua a ler este artigo e descobre tudo o que faz o médico especialista em Radiologia, quais as funções que ele desempenha, as saídas no mercado de trabalho que tens disponíveis, e todo o percurso académico que tens de seguir para entrar nesta carreira.

Vem connosco!

O que faz um Médico Radiologista?

O médico radiologista interpreta os resultados obtidos em exames por imagem. É possível que estes profissionais também realizem procedimentos invasivos, como angiografias, por exemplo.

O que vai determinar o que fazem é, sem dúvida, a sua área de atuação, que pode ser intervencionista ou de diagnóstico por imagem.

Os médicos radiologistas que atuam na área intervencionista podem realizar os procedimentos invasivos, como, por exemplo, biópsias e angiografias.

No entanto, a maioria destes médicos especialistas atuam na área do diagnóstico por imagem. Ao atuares nesta área, vais analisar os pedidos de exames radiológicos, mas também ficarás responsável por dar todas as indicações técnicas, selecionar os materiais a serem utilizados, e ficarás responsável por interpretar os resultados obtidos nas imagens.

Essas conclusões são descritas nos relatórios médicos, incluindo os resultados obtidos, mas também suspeitas que devem ser levadas em consideração pelo médico que solicitou o exame.

Quais as suas funções

As funções de um médico radiologista podem variar de acordo com a área de atuação. No entanto, podemos referir aqui, de forma geral, que ele é responsável por:

  • Realizar todos os métodos de diagnóstico imagiológico
  • Interpretar os resultados dos exames imagiológicos
  • Realizar punção guiada por imagem
  • Selecionar as estratégias de diagnóstico ou intervenção imagiológicas adequadas
  • Garantir a implementação adequada de medidas de proteção
  • Fazer o diagnóstico de acidentes relacionados com o uso de substâncias de contraste / medicamentos usados em imagiologia / materiais de técnicas de intervenção e agir de forma imediata para tratar o paciente
  • Orientar os técnicos de radiologia, assim como outros profissionais que estejam envolvidos na equipa
  • Supervisionar o trabalho dos técnicos de radiologia e outros profissionais da equipa
  • Fazer a gestão dos doentes no serviço de radiologia

De entre as várias técnicas usadas pelo médico radiologista, podemos destacar, por exemplo:

  • Raios-X – Permite avaliar fraturas e outras anomalias em diversas partes do corpo. Os equipamentos de raios-X já têm recursos que permitem diminuir a exposição à radiação, pois é prejudicial à saúde.
  • Tomografia Computorizada – Permite colher centenas de radiografias de uma área e os aparelhos mais modernos permitem que estas imagens se sobreponham, fornecendo um registo 3D.
  • Mamografia – Este exame é uma radiografia às mamas, para averiguar possíveis alterações no tecido mamário.
  • Densitometria Óssea – Com o uso do aparelho DEXA (Densitometria por Raios-X de energia dupla), o médico radiologista consegue captar imagens em corte dos ossos. É usado, por exemplo, para detetar osteoporose.
  • Ressonância Magnética – Ao contrário das restantes, que usam radiação ionizante, na ressonância é usado um campo magnético para captar imagens do interior do organismo.

Saídas no Mercado de Trabalho

O médico radiologista pode trabalhar em hospitais públicos e privados, mas também em clínicas e laboratórios médicos que façam estes exames médicos.

Poderás também seguir a carreira académica e dar aulas para alunos que estão a estudar Medicina, mas também em cursos técnicos de radiologia.

O mercado de trabalho é bastante favorável, assim como outras especialidades médicas, até porque existe uma carência de profissionais qualificados na área.

Como entrar na carreira de Médico Radiologista

Em Portugal, para entrares na carreira de Médico Radiologista, precisas concluir o mestrado integrado em Medicina, de 6 anos. Depois tens de concluir com sucesso um ano de internato médico comum a todas as especialidades, e só depois entras no internato médico da especialidade em Radiologia (60 meses).

O internato da especialidade consiste em estágios em:

  • Radiologia básica
  • Radiologia clássica
  • Tomografia assistida por computador
  • Densitometria óssea
  • Radiologia pediátrica
  • Ultrassonografia
  • Radiologia vascular
  • Ressonância magnética
  • Radiologia de intervenção
  • Radiologia mamária
  • Neurorradiologia

Pode fazer também os seguintes estágios opcionais (com duração não superior a 3 meses):

Para atuar como médico radiologista, é obrigatório estar inscrito na Ordem dos Médicos.

No Brasil, assim como em Portugal, tem de concluir a faculdade de Medicina, com duração de 6 anos, e depois fazer a residência médica na especialidade de Radiologia Médica (3 anos).

Ao finalizar a especialização, precisa passar nas provas teóricas e práticas do exame do Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR).

Precisa também registrar-se no Conselho Federal de Medicina (CFM) para poder ser considerado especialista. É obrigatório, sempre, o registro dos certificados nos Conselhos de Medicina no estado em que atua para conseguir o Registro de Qualificação de Especialista (RQE).

Onde estudar Medicina

Portugal:

Brasil:

O médico radiologista é fundamental para um diagnóstico correto e preciso, pois assegura a qualidade dos resultados dos exames feitos. Se queres seguir esta profissão, então dedica-te bastante ao longo de todo o curso. Vais estudar muito, mas vais ver que vale a pena!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima