Oceanografia

oceanografia

A Oceanografia é a ciência que estuda os Oceanos, Mares e Rios, assim como tudo o que se relaciona com eles, como vegetação, animais, correntes, relevos e fenómenos registados neles. 

Outros nomes para esta profissão: Oceanógrafo

  • Modalidades: Presencial, Ar Livre
  • Ordenado Médio Mensal: 1500€ - 2000€
  • Empregabilidade: Baixa
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Física, Geografia, Geologia, Matemática, Química
  • Idiomas: Inglês, Português

O profissional que estuda os oceanos é o Oceanógrafo, e ele passa a sua vida a tentar desvendar os grandes mistérios que as águas dos oceanos escondem. Os oceanógrafos elaboram pesquisas sobre os mares, mas também desenvolvem projetos para a sua proteção.

Se quer saber mais sobre a carreira de Oceanografia, então continue a ler este artigo e descubra tudo o que estes profissionais fazem no seu dia a dia, como são as saídas no mercado de trabalho, e como pode iniciar nesta belíssima jornada! Confira!

O que faz um Oceanógrafo?

A Oceanografia é a ciência que investiga os oceanos, rios, lagos, mares, assim como zonas costeiras, em todos os seus aspectos. Os oceanógrafos, além de descrevem essas zonas, e a vida que nelas habita, interpretam fenómenos que acontecem neles. São eles também que tentam interpretar e analisar a interação desses ambientes com a atmosfera e os continentes. 

Por isso, os oceanógrafos, além de pesquisarem esses ambientes marinhos, pesquisam os animais e vegetais que neles habitam, assim como estudam os processos marinhos.

Estes profissionais coletam as informações, assim como fazem a sua análise e interpretação, sejam elas de condições:

Além disso, eles são responsáveis por avaliar a composição da água, tanto de lagos, como rios, lagunas e estuários. Geralmente, eles desempenham estas funções em projetos de saneamento de áreas costeiras. 

Podem também atuar no desenvolvimento de técnicas para a exploração de minerais, assim como para a exploração de recursos naturais dos mares e rios. Neste caso, eles devem avaliar os impactos dessas atividades de extração no meio ambiente e ecossistemas. 

O Oceanógrafo pode, igualmente, trabalhar com a supervisão do cultivo de organismos aquáticos em cativeiro. 

Para desempenhar bem a sua função, o profissional de oceanografia deve, antes de mais nada, gostar daquilo que faz. A curiosidade deve ser outra característica inata do oceanógrafo, pois assim ele mantém-se motivado nas suas pesquisas.

É, ainda, importante, que o profissional tenha conhecimentos de matemática, geografia, assim como de química.

Quais as suas funções

Os oceanógrafos têm diversas funções, as quais dependem da área em que trabalham. Sendo assim, é importante deixar claro aqui, para aqueles que querem seguir esta carreira, as áreas de atuação possíveis, assim como as funções específicas de cada uma delas. Vejamos!

Recursos Naturais

Os Oceanógrafos podem trabalhar na gestão de recursos naturais, sendo responsáveis por elaborar métodos de exploração desses recursos naturais de forma sustentável, causando o menor impacto ao meio aquático. 

Eles devem, ainda, proteger os ecossistemas e as espécies ameaçados, que estejam em vias de extinção, ou em risco de vir a estar. 

Modelagem oceânica

Os profissionais a trabalharem com modelagem oceânica estudam os comportamentos dos oceanos, os quais são influenciados pela atmosfera e pelo clima. 

Limnologia

A oceanografia pode dedicar-se à conservação dos ambientes de água doce em exclusivo. É o caso dos profissionais que trabalham na área da Limnologia.

Modelagem e previsões climáticas

Os oceanógrafos podem trabalhar com modelagem e previsões climáticas, sendo que a sua função é simular os diferentes climas que envolvem os mares. A elaboração de modelos numéricos é, sem dúvida, fundamental para fazer essas previsões. 

Geoprocessamento oceânico

Um dos trabalhos dos oceanógrafos é o mapeamento do fundo oceânico. Eles processam imagens de satélite para poderem mapear os relevos do fundo do mar.

Pesquisa

Uma das áreas mais procuradas pelos oceanógrafos é a pesquisa. Esta pode ser, por exemplo:

  • Biológica – Pesquisa sobre o equilíbrio dos ecossistemas, sobre a biodiversidade marinha, entre outros. 
  • Física – O profissional faz pesquisas sobre as marés, correntes marítimas, assim como fenómenos climáticos que envolvem águas. 
  • Geológica – Estuda o relevo, o solo, assim como a sua composição, fenómenos ocorridos na água, como tsunamis e sismos.
  • Química – O profissional dedica-se à pesquisa da composição dos mares, soluções para a recuperação de áreas em risco e contaminadas, por exemplo. 

Preservação ambiental

Nos dias de hoje, a preservação ambiental é uma preocupação global, e os oceanógrafos têm uma função primordial nesse sentido, especialmente no que diz respeito à preservação de ecossistemas e espécies marinhas.

Saídas no Mercado de Trabalho

Tendo em conta a crescente preocupação com o meio ambiente, todas as profissões que visem um menor impacto das atividades humanas no ambiente são mais valorizadas. Sem dúvida, é o caso da Oceanografia! 

Nos últimos anos, os oceanógrafos têm vindo a mudar o foco da sua atuação com o intuito de preservar os ecossistemas e as espécies marinhas, enquanto antes eles estavam mais focados na pesquisa. 

Sendo assim, estes profissionais podem exercer a sua atividade em:

  • Empresas petrolíferas
  • Empresas de construção
  • Órgãos públicos
  • Universidades
  • Centros de Pesquisa

Como entrar na carreira de Oceanografia

Para se tornar um Oceanógrafo, é necessário concluir o curso de Oceanografia. Este tem a duração de 5 anos, durante os quais aborda vários assuntos, como, por exemplo, matemática; física; química; biologia; geologia; geomática; recursos renováveis; oceanografia química, física, biológica e geológica; gestão ambiental, entre outros. 

No Brasil, é necessário concluir um estágio no final do curso, assim como um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Onde estudar Oceanografia

Portugal:

Brasil:

A oceanografia é uma ciência muito intrigante, até porque só conhecemos aproximadamente 3% do que os Oceanos escondem. Sendo assim, não faltarão motivos para querer aprofundar os seus conhecimentos, e tentar elborar pesquisas para desvendar esses mistérios. Com toda a certeza, será uma profissão nada monótona e será gratificante, especialmente se ama os Oceanos de verdade!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima