Operador de ROV

Operador de rov

Resumo da profissão

Modalidades:

Ar Livre

Matérias relacionadas:

Educação Física Geologia Informática Materiais e Tecnologias Multimédia

Idiomas:

Inglês, Português

O operador de ROV, também chamado de piloto de ROV, é o profissional que pilota veículos submarinos que são operados de forma remota (ROVs). Esta é uma profissão com um futuro promissor, principalmente porque atualmente estes profissionais estão a ser envolvidos na exploração de petróleo em águas profundas (plataformas offshore).

Muito embora haja uma tendência para as energias renováveis, a verdade é que a indústria do petróleo ainda ocupa um papel muito importante em todo o mundo. Nesse sentido, esta é uma profissão que ainda tem uma grande importância e não vai ter uma quebra nas próximas décadas.

Apesar da maior parte dos pilotos de ROV trabalhar em plataformas offshore (no mar), também podem trabalhar em terra (na área da manutenção), em áreas portuárias (inspeções de cascos de navios, por exemplo), obras de engenharia sob a água, entre outras.

Por isso, o mercado oferece inúmeras oportunidades de emprego para quem quiser seguir esta carreira. Se esse é o teu caso, então estás no sítio certo! Aqui vamos mostrar-te tudo o que precisas saber sobre esta profissão.

Vem connosco!

O que faz um Operador de ROV?

O operador de ROV, ou piloto de ROV, é o profissional que pilota os veículos submarinos operados de forma remota (os chamados ROVs). Estes robôs “substituem” os mergulhadores em diversas atividades e o piloto de ROV acompanha todos os movimentos do equipamento em terra, usando um controlo remoto para o direcionar.

No caso de trabalhar em plataformas offshore de exploração e extração de petróleo e gás natural, este profissional opera equipamentos grandes (podendo pesar bem mais de uma tonelada). Neste caso, o piloto de ROV fica embarcado em alto mar, geralmente por períodos de 15 dias (seguidos de outros 15 dias em terra).

Trabalhando inshore ou inland (na costa ou em terra), o piloto de ROV trabalha com equipamentos mais pequenos, pois vai focar o seu trabalho apenas em manutenções e inspeções de cascos de navios, pontes, barragens, entre outras estruturas.

Pode ainda atuar na área do policiamento marítimo e de segurança portuária, assim como em pesquisas científicas nas áreas de Biologia, Oceanografia e Arqueologia Subaquática.

Quais as suas funções

O operador de ROV tem como principal função pilotar os veículos submarinos operados de forma remota (ROVs). Este é um trabalho que envolve muito conhecimento técnico e perícia, independentemente do local onde se trabalha.

Além de pilotar os ROVs, este profissional também tem de realizar a manutenção dos equipamentos (não só do robô em si, mas de toda a estrutura envolvente). Assim, é importante que tenha conhecimentos informáticos para saber trabalhar com o hardware e o software envolvido.

Queres saber um pouco mais sobre esta profissão? Então dá uma vista de olhos no vídeo a seguir!

Saídas no Mercado de Trabalho

Sem dúvida, a área mais promissora para os operadores de ROV é o mercado offshore, ou seja, a exploração de petróleo e gás natural em plataformas offshore (no mar). No entanto, este profissional também encontra oportunidades de trabalho em:

  • Áreas portuárias – Fica responsável por fazer inspeções dos cascos de navios e dos cais
  • Construção e Engenharia – Acompanha e inspeciona as obras de engenharia sob a água
  • Produções de aquicultura – Fazem a monitorização destes espaços
  • Segurança marítima e resgate
  • Centros de investigação científica – Auxiliam em pesquisas científicas que necessitem de uma visão plena do fundo oceânico.

O Brasil é um país que tem evoluído muito na exploração e extração de petróleo e, nesse sentido, oferece excelentes oportunidades de emprego para estes profissionais. Em Portugal, não havendo esta indústria, os operadores de ROV têm de optar pelas outras saídas profissionais que mencionamos, ou então procurar trabalho em outros países, como o Canadá, Noruega, Nigéria, países do Médio Oriente, entre outros.

Como entrar na carreira de Operador de ROV?

Para seguires a profissão de operador de ROV, ou piloto ROV, é fundamental teres uma boa formação na área. Há uns anos, eram as próprias empresas que ofereciam essa formação. No entanto, atualmente as empresas têm optado por contratar profissionais com qualificação Técnica ou de Engenharia (mecânica, eletrotécnica, eletrónica ou mecatrónica).

Como vais ter de trabalhar com um equipamento de alta tecnologia, bastante caro, é importante que tenhas conhecimentos sobre o seu uso e manutenção. Além disso, tens de ser uma pessoa muito responsável e capaz de trabalhar sob pressão e stress.

No Brasil, além da qualificação Técnica ou de Engenharia, a maioria das empresas exige que o candidato tenha o seu registo ativo no CRT ou no CREA (para o caso dos profissionais formados em Engenharia). Para trabalhar embarcado, ou seja, em plataformas offshore, vais precisar ainda dos cursos:

  • CBSP (Curso Básico de Segurança de Plataforma)
  • HUET (Treinamento de Escape de Helicóptero Submerso)
  • NRs 10 (Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade), 35 (Trabalho em altura), 34 (Curso Básico de Segurança para Trabalhos a Quente) e 37 (Segurança e Saúde em Plataformas de Petróleo)

Outros requisitos para ser Piloto de ROV

Ter conhecimentos de inglês é muito importante, até porque nas plataformas vais encontrar trabalhadores de várias nacionalidades e muitos equipamentos só têm manual em inglês. Não é necessário ter um inglês fluente, mas é fundamental que tenhas um inglês básico e que compreendas o vocabulário técnico.

Este é um ponto especialmente importante para quem quer trabalhar no estrangeiro. A maior parte das empresas aplica um teste de inglês antes de contratar os profissionais. Assim, quanto melhor for o teu nível de inglês, mais chances terás de ser contratado.

Além do inglês, também tens de ter conhecimento em informática. Vais ter de utilizar o computador para preencher relatórios técnicos, fazer o registo das manutenções executadas nos equipamentos, entre outras atividades. Além disso, como os sistemas de ROVs necessitam de configurações de software e hardware, é uma mais-valia se tiveres bons conhecimentos em informática.

Onde estudar para Operador de ROV?

Em Portugal não existe um curso específico para operador de ROV, no entanto, se queres seguir esta carreira, talvez seja uma boa opção fazeres um curso superior em Engenharia, ou então procurares fazer uma formação de Piloto de ROV no estrangeiro.

No Brasil já encontras várias formações especializadas para ROV, mas não deixes de ponderar outras formações complementares, como aquelas que mencionamos anteriormente.

Vejamos agora alguns cursos que te podem interessar!

Portugal:

Brasil:

Gostavas de seguir a carreira de operador de ROV? Então investe em boas formações e entra no mercado de trabalho com toda a força. Nós desejamos-te muito sucesso.

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top