Optometrista

Optometrista

O Optometrista é o profissional especialista na visão. Ele dedica-se aos cuidados de saúde dos olhos e da visão e é chamado muitas vezes de oculista. Não podemos confundir este profissional com o oftalmologista, que é o médico especialista dos olhos e visão. Ou seja, doenças oculares são tratadas pelos oftalmologistas, enquanto que os optometristas dedicam-se a correções ligeiras, como miopias, astigmatismos, ou hipermetropias. 

Outros nomes para esta profissão: Oculista, Óptico-optometrista

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1500€ - 2000€
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Física, Matemática, Materiais e Tecnologias, Química
  • Idiomas: Inglês, Português

A optometria trabalha, então, fora do órgão globo ocular, não tratando doenças, mas apenas corrigindo defeitos da visão. Ou seja, este profissional não é capaz de curar doenças, nem pode diagnosticá-las. Então, ele apenas emite as fórmulas para os óculos e lentes de contacto para corrigir os defeitos da visão. 

O optometrista é, assim, o profissional que se enquadra nos cuidados primários da visão, enquanto o oftalmologista trata doenças da visão e do olho. Ou seja, os optometristas não são médicos, e não podem atuar como tal, ao contrário do oftalmologista.

Se quer saber mais sobre esta profissão, então continue a ler este artigo e descubra como é a rotina deste profissional, o que ele faz no seu dia a dia, quais as funções que desempenha, as saídas no mercado de trabalho, e como entrar nesta carreira. Confira!

O que faz um Optometrista?

Como profissional do cuidado primário da visão, o optometrista faz vários exames de avaliação para determinar possíveis distúrbios visuais. Caso existam, então encaminha o paciente para o médico oftalmologista. 

Se ele detetar defeitos da visão, então orienta os seus pacientes para o uso de óculos e lentes, os quais corrigem esses defeitos. 

Pode, também, aconselhar e prescrever exercícios que ajudem na correção de deficiências visuais. 

É ele, igualmente, que monta os óculos e faz as lentes de contacto, mas sempre de acordo com as necessidades individuais. 

O profissional formado em Optometria é capaz de: 

  • Medir a analisar a função visual dos pacientes
  • Prescrever os melhores meios óticos para corrigir ou compensar os defeitos visuais diagnosticados
  • Prescrever e aconselhar exercícios visuais para melhorar a condição diagnosticada
  • Realizar análises optométricas
  • Encaminhar pacientes com lesões ou possíveis casos patológicos para profissionais de saúde adequados
  • Aplicar certas técnicas capazes de recuperar ou corrigir desequilíbrios do globo ocular, estrabismo, visão binocular ou paralisias oculomotoras
  • Fazer exames de tonometria, adaptometria, perimetria, tomografia, eletrooculografia, visão de cores, por exemplo
  • Adaptar lentes de contacto

Quais as suas funções

O optometrista, ou óptico-optometrista (Brasil), identifica anomalias da visão e da motilidade ocular. Ele faz o exame do processo visual, determinando os defeitos de refração, como é o caso de astigmatismo, miopia, ou presbiopia, por exemplo.

Também é responsável por quantificá-las e qualificá-las, fazendo o diagnóstico completo para, assim, definir os programas terapêuticos ideais para a reabilitação.

Além disso, ele também desenvolve uma série de ações para potenciar as capacidades visuais.

Os optometristas também fazem vários exames complementares de exploração das estruturas da visão e pode intervir, também, na adaptação de lentes.

Ele nunca usa equipamentos ou técnicas invasivas, pois usa apenas equipamentos de caráter observativo para avaliar a visão. 

Saídas no Mercado de Trabalho

Sem dúvida, o mercado de trabalho para o optometrista em Portugal está em expansão. Não é difícil encontrar emprego e existe, sem dúvida, falta de profissionais qualificados na área. 

No Brasil, da mesma forma, não existe dificuldade em encontrar trabalho, sendo que as clínicas especializadas são aquelas que mais procuram estes profissionais. 

Poderá atuar em: 

  • Unidades hospitalares privadas e públicas
  • Clínicas privadas
  • Centros de saúde privados
  • Centros desportivos
  • Estabelecimentos de ensino (serviços de saúde)
  • Estabelecimentos Industriais (medicina no trabalho)
  • Oculistas
  • Empresas de fabrico de materiais e componentes optométricos e óticos
  • Empresas de comercialização de materiais ópticos e optométricos
  • Institutos de pesquisa na área da Optometria e Ótica

Como entrar na carreira de Optometrista

Para entrar na carreira de Optometrista, precisa de formação superior universitária na área. O mínimo exigido é a licenciatura em Ótica e Optometria, mas quanto maior o seu grau de escolaridade, melhores vagas consegue e, consequentemente, maiores salários. Este curso tem como objetivo formar profissionais capazes de desenvolver um trabalho clínico nos cuidados primários de saúde da visão. 

Em Portugal, para poder fazer esta licenciatura, deve concluir o ensino secundário (ensino regular e técnico-profissional). Podem também concorrer ao curso de Ótica e Optometria os diplomados de CTeSP de áreas afins. É também destinado àqueles que têm o Título Profissional de Técnico de Ótica Ocular Grau IV (ACT) e profissional a atuar já na área.

No Brasil, deve concluir o curso de Optometria, no qual aprende técnicas específicas para identificar problemas da visão. Esta formação é oferecida na modalidade de bacharelado e tem uma duração média de 5 anos. 

Ao longo do curso obterá conhecimentos de várias disciplinas como, por exemplo: 

  • Bioquímica da visão
  • Anatomia ocular
  • Farmacologia aplicada à Optometria
  • Fisiologia ocular
  • Contatologia
  • Baixa visão
  • Ortóptica
  • Optometria pediátrica

Onde estudar Optometria

Portugal:

Brasil:

A Optometria é uma área com muita saída profissional em Portugal, assim como no Brasil. Num momento em que o desemprego é uma preocupação, esta profissão mostra-se vantajosa, até porque existe falta destes profissionais no mercado atualmente. 

É importante investir muito na sua formação superior, adquirindo o máximo de conhecimento. Além disso, é fundamental estar a par de todas as novidades, pois existem muitos avanços nesta área. 

Se quer ser um optometrista bem sucedido, então não deixe de estudar e esteja sempre a par das novas tecnologias usadas na área. 

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima