Padeiro

Padeiro

O padeiro é o profissional que fabrica pão. Todavia também pode fazer tortas, quiches, salgados e doces. A sua função pode passar apenas por fazer o pão, mas também o pode vender. Trata-se de uma profissão bastante dura, onde é preciso acordar muito cedo e ter determinadas qualidades de que vamos falar já de seguida.

Outros nomes para esta profissão: Panificador

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: Mínimo - 1000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho Solitário, Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Física, Matemática, Materiais e Tecnologias, Oficina de Artes, Química
  • Idiomas: Português

O pão é um bem essencial na mesa de quase todas as famílias. Por isso, a profissão de padeiro é uma das mais fundamentais na nossa sociedade.

Além do mais, é uma arte mais do que um trabalho. Isto porque exige não apenas conhecimentos específicos, mas também um talento próprio.

A boa notícia é que há sempre necessidade de padeiros no mercado de trabalho. Por isso, é sempre possível conseguir oportunidades de emprego, desde que haja vontade para trabalhar.

Quem quer enveredar por esta área, tem que saber que vai enfrentar longas jornadas de trabalho a acordar muito cedo e a terminar muito tarde. É tudo uma questão de dedicação!

Quanto ganha um padeiro / a

O salário de um padeiro depende muito da sua experiência, bem como do local de trabalho onde exerce a profissão.

Se tiver uma padaria própria, é provável que obtenha maiores rendimentos. Contudo, se trabalhar por conta de outrém terá menos preocupações.

Não há uma tabela salarial fixa que determine quanto ganham os padeiros até porque também é preciso ter em conta as especializações. Os profissionais com maiores conhecimentos e competências mais afinadas são mais bem pagos.

O salário médio ronda os 850 reais no Brasil e os 900 euros em Portugal. Mas, no caso de um panificador de renome, o ordenado pode ser mais do dobro.

O que faz um padeiro / a

Um padeiro pode trabalhar em lojas especializadas no fabrico de pão e outros produtos derivados, nomeadamente em padarias ou até supermercados.

Mas também pode trabalhar em fábricas em produção industrial ou até em restaurantes que façam o seu próprio pão.

O trabalho de um padeiro passa, habitualmente, pelo fabrico do pão, desde o amanho e preparo da massa até à sua cozedura. Contudo, também pode fazer pastéis, bolos, salgados, doces, entre outros.

Se trabalhar na sua própria padaria, pode ser ele o responsável também pela venda dos produtos que confeciona. Por isso, não lhe bastará ter competências de panificador, mas também ter simpatia e uma apresentação cuidada.

Muitos precisam de acordar pelas 4 da manhã para preparar tudo para que o pão saia quentinho para as mesas dos consumidores. Por isso, é uma escolha que exige sacrifícios, mas que compensam quando se gosta do que se faz.

Características de um bom padeiro

  • Tem de adorar fazer pão
  • Ter especial jeito para as massas
  • Habilidade manual para manusear e moldar
  • Ser metódico na higiene e na limpeza
  • Ser muito organizado e responsável
  • Ter gosto pelo lado estético e visual
  • Ter interesse pela inovação e por criar receitas.

Mas venha daí entender mais em detalhe o que faz um padeiro descobrindo um pouco sobre as suas funções …

Quais as suas funções

Os padeiros são responsáveis pelo fabrico dos mais diversos tipos de pães, bem como de outros alimentos que envolvam a preparação e a modelação de massas. Mas esse trabalho tem mais do que parece.

Assim, além de preparar estes alimentos, o padeiro tem também de selecionar os ingredientes necessários, gerir a cozinha e zelar para que o stock de produtos necessários nunca falte.

Além disso, cabe-lhe também cuidar da qualidade e do sabor dos produtos, bem como tratar da higiene dos equipamentos utilizados e do espaço onde é feita a panificação.

Já de seguida espreite as principais funções de um padeiro / a:

  • Fabricar e preparar a massa
  • Modelagem e cozedura do pão
  • Confecionar recheios e coberturas
  • Confeitar
  • Embalar os produtos confecionados e tratar da sua correta armazenagem
  • Trabalhar com fornos e equipamentos de cozinha
  • Limpar e cuidar dos equipamentos utilizados
  • Fazer listas dos ingredientes necessários para que o estoque esteja sempre garantido
  • Criar e aperfeiçoar receitas

Em consequência da forte concorrência que existe neste setor, os padeiros precisam de estar sempre a inovar e a zelar pela apresentação dos alimentos que confecionam.

Como é a jornada de trabalho de um padeiro

Para muitos padeiros, o trabalho começa quando a maioria das pessoas ainda está a dormir, a altas horas da madrugada.

Nalgumas situações, podem ter de tratar da preparação prévia da massa com horas de antecedência, antes de ir para o forno. Pelo que é preciso que sejam muito metódicos e organizados.

Os métodos de trabalho são fundamentais para conseguir manter tudo em ordem, produzindo o que é preciso na hora certa.

Essa organização deve ser contínua, desde o arranque dos trabalhos até à sua finalização, com a limpeza e arrumação de todos os equipamentos utilizados.

Saídas no Mercado de Trabalho

As padarias são os locais de eleição para os padeiros exercerem a sua profissão. Mas estes profissionais também podem trabalhar em restaurantes, pastelarias, hipermercados e supermercados, cantinas, hotéis e até em cruzeiros pelo alto mar.

Há uma diversidade de saídas para quem quer dedicar-se ao métier. Contudo, nem sempre há muitas ofertas de emprego.

Na verdade, este setor está em contínuo crescimento, com estabelecimentos novos sempre a abrirem. Mas, muitas vezes, esses espaços são geridos por padeiros, pelo que não vão contratar profissionais nesta área.

Todavia, as últimas tendências de consumo, com a crescente aposta em produtos vegan, dietéticos e numa alimentação mais saudável, tem gerado novas oportunidades de negócio que aumentam as saídas profissionais.

Já de seguida, fique a saber o que precisa de fazer para ser padeiro/a…

Como entrar na carreira de padeiro / a

A profissão de padeiro não requer formação específica. Contudo, é sempre uma mais-valia possuir uma qualificação na área.

Há cursos profissionais conceituados que podem ser um bom trampolim para buscar um emprego como padeiro. As entidades mais conceituadas, como restaurantes e hotéis, podem ter parcerias com estas escolas para estágios profissionais que são uma porta aberta para o mercado de trabalho.

Para quem já tem conhecimentos e experiência como padeiro, frequentar especializações ou cursos de atualização e qualificação em certas áreas pode ser uma vantagem para conseguir melhores oportunidades de emprego.

Também é importante ter conhecimentos básicos em áreas como a Matemática, por exemplo, para poder desempenhar as tarefas do dia-a-dia com eficiência.

Onde estudar para padeiro / a

A aposta no ensino profissionalizante tem levado à criação de diversas escolas e cursos profissionais que são uma excelente opção para quem quer seguir áreas como a da panificação. Deste modo, basta olhar para o mercado e procurar a melhor opção para cada caso.

Tenha em atenção que alguns dos cursos profissionais de padaria são dispendiosos, sobretudo os das escolas ou entidades mais conceituadas. Mas o investimento pode valer a pena, pois também ficará com uma formação reconhecida.

Espreite de seguida algumas opções de formação que podem ajudar a tomar decisões…

Portugal:

Brasil:

Agora que já sabe o que é preciso para ser padeiro / a, só tem que avaliar se tem condições para enveredar por uma profissão tão desafiante como dura. Está preparado para acordo bem cedo? Se a resposta é sim, prepare-se também para ter uma boa forma física porque vai precisar de muita genica e energia para amassar esse pão!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima