Pai Natal (Mãe Natal)

Pai Natal (Mãe Natal)

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Matérias relacionadas:

História da Cultura e das Artes Oficina de Artes Psicologia

Idiomas:

Português

Se já foste a shoppings durante a época natalícia, com toda a certeza já te deparaste com o Pai Natal (ou a Mãe Natal), sentado numa bela poltrona vermelha à espera das crianças para tirarem algumas fotografias e gritar o famoso “Oh oh oh!”.

E se te disséssemos que esta é uma das profissões mais pedidas durante o mês de dezembro? É verdade!

São vários os estabelecimentos que aderiram à “moda” do homem vestido de vermelho e com barbas brancas para atrair a atenção dos mais novos e, consequentemente, dos seus pais, aumentando a probabilidade de fazerem mais vendas.

Se estás à procura de um trabalho extra, se adoras crianças e o espírito natalício, então este artigo foi feito para ti.

Aqui, vamos mostrar-te como é o dia a dia do profissional que faz de Pai Natal e Mãe Natal durante as festas, quais são as saídas no mercado de trabalho, entre outras informações úteis para seguires esta profissão.

Vamos?

O que faz o Pai Natal (Mãe Natal)?

O Pai Natal (e agora também a Mãe Natal) é uma figura presente em muitos estabelecimentos comerciais durante a época natalícia. Desde o início de dezembro que este profissional começa a “dar as caras” para alegrar o dia de centenas de crianças.

Meigo, com olhar terno e um sorriso de orelha a orelha, ele recebe os pedidos das crianças, tira algumas fotografias e diz o famoso “Oh oh oh”.

É a presença deste profissional que ajuda a manter viva a chama do Natal, principalmente entre as crianças, que não se importam de esperar na fila para poderem chegar perto do senhor de barbas brancas e gorro na cabeça.

Quais as suas funções

O Pai Natal e a Mãe Natal animam o dia das crianças que passeiam pelos centros comerciais com os seus pais. Embora antes só se visse a figura do homem de barbas brancas e uma barriga generosa, hoje já encontramos muitas mulheres que desempenham o papel da Mãe Natal.

Além de receberem cartas com os pedidos de prendas, ouvirem o que as crianças lhes têm a dizer, e tirarem algumas fotografias, o dia a dia destes profissionais envolve muitas outras atividades.

Sem dúvida, a rotina de trabalho é exigente e nada fácil (ao contrário do que se possa pensar). Basta pensar que terás de ficar muitas horas com um fato vestido, todo caracterizado, pegando nas crianças ao colo (e aturando todo o tipo de birras – sim, porque vão sempre aparecer pequenos a fazer birras e nem todos são anjinhos!).

O processo de caracterização é diário e podemos adiantar que sem sempre é fácil (principalmente se não tiveres semelhanças com a imagem do Pai Natal, tal como o conhecemos).

Em alguns casos, são estes profissionais que tratam de colocar algumas das decorações do espaço, como os embrulhos.

Além de receber a cartinha dos presentes e de tirar fotografias, este profissional também tem de conviver um pouco com cada criança. É importante que os pequeninos cheguem a casa com a ideia de que o Pai Natal existe de verdade.

Quando é contratado para festas de empresas, por exemplo, é possível que os Pais e Mães Natal tenham de fazer algum tipo de peça de teatro ou representações curtas, além de entregarem presentes a todas as crianças no recinto.

Saídas no Mercado de Trabalho

Embora seja um emprego sazonal (pois só são contratados durante a época das festas do Natal e passagem de ano), podemos dizer que durante o mês de dezembro se contratam muitos profissionais, o que torna esta profissão também aliciante.

É verdade que não pode ser vista como uma carreira que temos durante o ano inteiro, mas é uma excelente forma de ganharmos algum dinheiro extra no mês de dezembro e podemos conciliar com outro emprego.

A maior parte dos profissionais que fazem de Pai Natal e Mãe Natal são contratados por centros comerciais através de empresas de serviços de animação.

No entanto, temos assistido a uma procura crescente destas figuras, não só por estabelecimentos comerciais, como também por:

  • Empresas que fazem festas de Natal para os seus funcionários
  • Câmaras municipais e outros organismos públicos, por exemplo, que disponibilizam esta figura do imaginário infantil nos diferentes eventos que se fazem pelas cidades.

Portanto, se a tua ideia é vestir o fato do Pai Natal, ou da Mãe Natal, e trazer um pouco mais de alegria, sonho e imaginação à vida das crianças, encontras um mercado de trabalho favorável.

Quanto ao salário, em Portugal, este profissional pode ganhar entre 8 e 15 euros por hora (dependendo da sua experiência e prestação).

Como entrar na carreira de Pai Natal (Mãe Natal)?

Para seguires a profissão de Pai Natal, tens de cumprir alguns requisitos físicos mínimos. A ideia é que te assemelhes, ao máximo, com estas figuras do imaginário natalício. É claro que não te vamos dizer para engordares ou deixares crescer a barba (felizmente já existem caracterizações fantásticas)!

No entanto, os contratantes dão preferência a profissionais com uma certa idade, com barriguinha e com barba comprida. Mas não te assustes, porque como se procuram centenas de profissionais todos os anos, encontras sempre um espaço para trabalhares.

Além das características físicas (e podemos dizer que bem mais importantes do que estas), o Pai Natal, assim como a Mãe Natal, precisam ter algumas características de personalidade, como a paciência e a afabilidade.

Ser meigo, carinhoso e simpático é, sem dúvida, o que se espera deste profissional (até porque terás de lidar com crianças o dia todo. E os nossos pequenos precisam de doses generosas de muito amor e carinho, mas também precisam ter dose extra de paciência).

Os contratantes têm também valorizado profissionais com formação em educação infantil, ou um curso similar.

Como a maior parte dos profissionais são contratados através de empresas de serviços de animação/animadores, aconselhamos-te a que deixes o teu currículo em várias empresas e agências desse tipo.

Onde estudar para Pai Natal (Mãe Natal)?

Não existe nenhuma formação para Pai Natal ou Mãe Natal. No entanto, formações em educação infantil, ou similar, assim como cursos de teatro e representação são muito valorizados.

Por isso, reunimos aqui alguns cursos que te podem interessar. Ora espreita!

Portugal:

Brasil:

Se gostavas de trabalhar como Pai Natal, ou Mãe Natal, e se adoras entretenimento, então pondera fazer uma formação em artes cénicas. Se adoras trabalhar com crianças, o curso em educação infantil também te abre muitas portas no mercado de trabalho. Nós, do Guia das Profissões, desejamos-te muito sucesso ao longo da tua carreira e esperamos que o espírito natalício permaneça sempre vivo no teu coração.

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top