Pedopsiquiatra

Pedopsiquiatra

O Pedopsiquiatra, ou Psiquiatra da Infância e da Adolescência, é o médico especialista em saúde mental na idade pediátrica (crianças e jovens). Sem dúvida, uma profissão muito importante para a sociedade em geral, pois previne e trata problemas emocionais, mentais, e comportamentais nos mais jovens.

Outros nomes para esta profissão: Psiquiatra da Infância e da Adolescência

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 2000€ - Máximo
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Física, Matemática, Psicologia, Química
  • Idiomas: Francês, Inglês, Português

A saúde mental é, ainda, um tabu para muitos, mas tem havido um esforço em desmistificar estas doenças do foro mental e emocional, até porque podem surgir em qualquer pessoa. Por isso é tão importante o papel do psiquiatra da infância e da adolescência.

O acompanhamento profissional dos mais jovens vai determinar o seu futuro e, sendo assim, não podemos deixar de mencionar o papel fulcral dos pedopsiquiatras na vida destas crianças e adolescentes.

Sem dúvida, a psiquiatria, em geral, tem vindo a ser, cada vez mais, reconhecida. A importância da saúde mental é, a cada dia que passa, mais aceite por parte da sociedade em geral. Sendo assim, a psiquiatria infantil e juvenil também tem sido levada mais a sério, e tem-se reconhecido o seu importante papel no desenvolvimento saudável dos mais novos.

Tendo em conta que o bom desenvolvimento emocional e psíquico é fundamental para garantir uma boa aprendizagem a diversos níveis, como a linguagem, a motricidade, competências sociais, por exemplo, o pedopsiquiatra tem um papel imprescindível para garantir que todas as crianças e jovens têm um desenvolvimento saudável.

Se te interessas pela área da psiquiatria e por crianças ao mesmo tempo, então esta pode ser a profissão perfeita para ti.

Neste artigo vamos mostrar-te tudo o que precisas saber sobre esta profissão! Vem connosco!

O que faz um Pedopsiquiatra?

O pedopsiquiatra, ou psiquiatra da infância e da adolescência, dedica-se ao diagnóstico e tratamento de doenças mentais, comportamentais e emocionais em menores de idade (pessoas até aos 18 anos).

De entre as várias doenças tratadas pela Psiquiatria da Infância e da Adolescência, podemos destacar, aqui, por exemplo:

  • Hiperatividade
  • Déficit de atenção
  • Autismo
  • Alterações e problemas de aprendizagem
  • Deficiência intelectual
  • Ansiedade
  • Distúrbios alimentares
  • Depressão
  • Síndrome de Tourette
  • Perturbações de humor
  • Enurese
  • Movimentos compulsivos
  • Problemas comportamentais, como agressividade, por exemplo
  • Problemas de relacionamento / socialização
  • Crises de pânico
  • Fobias
  • Problemas e distúrbios do sono
  • Perturbações obsessivo-compulsivas
  • Perturbações psicossomáticas
  • Bipolaridade

Como pedopsiquiatra, tu terás todas as condições para diagnosticar estas doenças mentais, comportamentais e emocionais em crianças e jovens, e poderás indicar o melhor tratamento para cada um dos casos.

A tua atuação é fundamental, não só para a criança ou jovem com problemas, mas para toda a família, porque esses problemas afetam toda a estrutura familiar.

Os tratamentos podem envolver psicoterapia, individual e de grupo, medicamentos, assim como consultas com outros profissionais da área médica, como psicólogos, por exemplo.

Apesar de teres o dever de manter o sigilo entre médico-paciente, sempre que for necessário, e quando comprovadas situações problemáticas, como violência doméstica, por exemplo, deverás comunicar às autoridades responsáveis.

Quais as suas funções

A Psiquiatria da infância e adolescência é uma especialidade diferente da Psiquiatria, totalmente autónoma, porque dedica-se unicamente ao tratamento de crianças e jovens. Como pedopsiquiatra, tu especializas-te no tratamento das perturbações de humor, pensamento e comportamento que afetam os jovens e as crianças, assim como os seus familiares.

Num primeiro momento, é feito um exame de diagnóstico para poderes determinar qual o problema, e qual a gravidade, pois existem vários graus e estágios da doença. Para o diagnóstico são levados em consideração componentes como, por exemplo:

  • Genéticos
  • Físicos
  • Emocionais
  • Educacionais
  • Cognitivos
  • De desenvolvimento
  • Familiares
  • Sociais

Assim que fazes o diagnóstico, traças um plano de tratamento, o qual, muitas vezes, tem uma abordagem multidisciplinar. Ao longo do tratamento, fazes o acompanhamento dos pacientes, avaliando a sua evolução, assim como a eficácia do tratamento e, quando necessário, fazes o ajuste dos tratamentos propostos inicialmente.

Saídas no Mercado de Trabalho

A Psiquiatria da Infância e da Adolescência é uma especialidade médica e, assim como todas as especialidades médicas, existe uma carência destes profissionais no mercado de trabalho. Ou seja, não existe desemprego na área da pedopsiquiatria.

Além de poderes trabalhar em hospitais públicos, podes atuar em hospitais privados, clínicas privadas, assim como trabalhar em consultório próprio, atuando como profissional liberal.

O mais comum é que o pedopsiquiatra trabalhe no setor público e privado ao mesmo tempo. Mas não é obrigatório.

Existe também a possibilidade de dar aulas na faculdade, assim como seguir a área da investigação.

Como entrar na carreira de Pedopsiquiatra

Em Portugal, para entrares na carreira de Pedopsiquiatra, precisas concluir o mestrado integrado em Medicina, o qual tem duração de 6 anos.

Depois tens de fazer um ano de internato médico comum a todas as especialidades e só depois entras no internato médico da especialidade em Psiquiatria da Infância e da Adolescência (60 meses).

O internato da especialidade consiste em estágios em:

  • Psiquiatria Geral
  • Psiquiatria da infância e da adolescência
  • Pediatria

Tem também os seguintes estágios opcionais (não poderás frequentar mais do que dois destes estágios):

  • Psiquiatria e saúde mental da primeira infância
  • Psiquiatria e saúde mental da adolescência
  • Neuropediatria
  • Pedopsiquiatria de ligação
  • Pediatria de desenvolvimento
  • Reabilitação
  • Doenças genéticas e metabólicas

Para atuares como pedopsiquiatra, é obrigatório estares inscrito na Ordem dos Médicos.

No Brasil, tem de concluir a faculdade de Medicina, com duração de 6 anos, e depois fazer a residência médica na especialidade de Psiquiatria. Poderá, depois, candidatar-se à área de atuação em Psiquiatria da Infância e da Adolescência.

Após a conclusão da especialização, precisa registrar-se no Conselho Federal de Medicina (CFM) para poder ser considerado especialista. É obrigatório, sempre, o registro dos certificados nos Conselhos de Medicina no estado em que atua para conseguir o Registro de Qualificação de Especialista (RQE).

Onde estudar Medicina

Portugal:

Brasil:

Se quiseres ser um pedopsiquiatra bem sucedido, então investe na tua formação e nunca deixes de te atualizar ao longo da carreira. Além existirem tratamentos novos, também se descobrem novas perturbações, assim como características novas de perturbações já conhecidas. Dedica-te pois valerá a pena todo esse esforço!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima