Relações Internacionais

relações internacionais

O profissional formado em Relações Internacionais é também chamado de Internacionalista ou Analista Internacional. A sua principal função é analisar e compreender a cultura de diferentes países, assim como a relação entre pessoas, governos e organizações.

Outros nomes para esta profissão: Internacionalista, Analista Internacional

  • Modalidades: Teletrabalho, Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Ciência Política, Direito, Filosofia, História, Línguas, Psicologia, Sociologia
  • Idiomas: Alemão, Espanhol, Francês, Inglês, Mandarim, Português

A pessoa formada em Relações Internacionais defende os interesses do seu contratante (país, instituições) numa relação internacional. Quando atua dentro de uma empresa, fica responsável por ajudar a expandir os negócios para o exterior.

Esta profissão pode requerer muita pesquisa e organização, mas ela também tem uma dose certa de dinamismo, com a negociação com outros países e organizações estrangeiras.

Independentemente do setor em que trabalhar, tem sempre muito contacto com pessoas de diferentes culturas, de muitos países.

Sendo assim, este profissional tem de ser uma pessoa empática e com senso crítico, de forma a entender e evitar conflitos.

Vejamos então o que faz um internacionalista.

O que faz um profissional de Relações Internacionais?

Os profissionais de relações internacionais são responsáveis por estabelecer a comunicação entre pessoas / organizações de diferentes países. O principal objetivo é, sem dúvida, garantir que as relações entre elas seja construtiva e que traga benefícios para ambas as partes.

Sabemos que num mundo globalizado, cujas fronteiras são cada vez mais ténues, é fundamental garantir que as relações são conseguidas da melhor forma. Por isso, o profissional de relações internacionais tem um papel importante no mundo atual.

Se trabalhar para instituições governamentais, o internacionalista faz todo o plano de ações, sejam elas económicas, sociais, políticas, culturais ou então comerciais.

Se optar por se especializar em analista internacional, a sua principal função é fazer a recolha / coleta de dados para elaborar relatórios acerca da situação internacional dos países, empresas, organizações governamentais, assim como organizações não governamentais. Este especialista é também responsável por contribuir para programas de cooperação entre países.

Este profissional pode ainda escolher trabalhar com comércio internacional. Neste caso, ele será o responsável por fazer toda a ponte entre os dois países.

Quais as suas funções

As funções de um profissional formado em relações internacionais depende muita da área em que atua. Sendo assim, vamos ver em detalhe as principais funções do internacionalista em cada uma dessas áreas de atuação.

Instituições / Órgãos Governamentais

Ao trabalhar para instituições ou órgãos governamentais, o profissional tem como principal função desenvolver ações sociais, políticas, culturais ou económicas no âmbito internacional.

Analista Internacional

Esta é uma área específica, como já pudemos ver! Sem dúvida, ela é perfeita para aqueles que gostam de estudar e conhecer, de verdade, outras culturas.

A sua principal função é estudar diferentes culturas a fundo e desenvolver relatórios para que empresas e instituições passem a conhecer também.

Ele também participa em todos os projetos de cooperação entre diferentes países.

Comércio Externo

O relações internacionais que trabalha com comércio externo vai tratar de todas as relações em negociações de exportações ou importação de bens e produtos, assim como vai tratar de todos os processos de internacionalização.

Diplomacia

A maioria das pessoas formadas em relações internacionais deseja ser um grande diplomata. Neste caso, é ele que vai representar os interesses do seu país internacionalmente.

Este é um cargo de extrema responsabilidade, mas também traz um grau de satisfação pessoal muito grande.

Ensino

Se preferir, o profissional pode seguir uma carreira de ensino, podendo dar aulas sobre a sua especialidade. Neste caso, é obrigatória uma pós-graduação ou então uma especialização.

Saídas no Mercado de Trabalho

Apesar da área mais procurada por estes profissionais ser a diplomática, as oportunidades são muito maiores.

Atualmente, com o mercado de Startups em crescimento, os profisisonais de relações internacionais veem as suas oportunidades multiplicarem, sem dúvida.

As startups são, normalmente, empresas de tecnologia que investem num modelo de negócio escalável e repetível. Por isso, um internacionalista é fundamental nesse processo de expansão.

Além de startups, existem muitas empresas que têm negócios no estrangeiros, ou querem alargar as suas relações comerciais. Para que essas relações aconteçam de forma construtiva e benéfica, contratar um internacionalista é imprescindível!

O sonho da maioria destes profissionais é trabalhar na diplomacia. A boa notícia é que existem oportunidades com muita frequência. No entanto, sabemos à partida que a concorrência é forte!

Como entrar na carreira de Relações Internacionais

Para entrar na carreira de Relações Internacionais é indispensável o curso superior na área. Este curso incluir política internacional, Economia, História e Direito internacional.

Durante todo o curso, os alunos têm a oportunidade de debater sobre os assuntos da atualidade, como conflitos políticos e sociais entre nações, economia de diferentes países, ou sobre o papel das várias organizações internacionais.

Portanto, além das aulas puramente teóricas, existe uma vertente participativa muito forte, com simulações de negociações em comércio externo, negociações diplomáticas, entre outras.

Finalizada a licenciatura, poderá seguir com o mestrado, pós-graduações e doutoramento (doutorado). Quanto maior a sua habilitação literária, maiores serão as chances de conseguir um cargo mais elevado, de maior relevância e, claro, um salário mais alto.

Onde estudar Relações Internacionais

Portugal:

Brasil:

A carreira em Relações Internacionais é emocionante e o sonho de muitos jovens. Com toda a certeza, é uma profissão entusiasmante e que pode trazer muita realização pessoal. Se este é o seu sonho, invista em formação, na educação, e entre com o pé direito neste linda carreira!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima