Reumatologista Pediátrico

Reumatologista Pediátrico

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Biologia Física Matemática Psicologia Química

Idiomas:

Inglês, Português

O reumatologista pediátrico é um médico especialista em Reumatologia Pediátrica. Ele diagnostica e trata as doenças do aparelho locomotor em crianças e adolescentes, desde que estas sejam de causa não traumática ou mecânica.

Embora não seja comum que as crianças e jovens sofram de doenças dos ossos, músculos, articulações, ligamentos e tendões, existem casos de doenças inflamatórias das articulações, crónicas, doenças ósseas metabólicas e autoimunes sistémicas que podem afetar as pessoas destas faixas etárias precisam de um olhar atento de um médico especialista.

Apesar da maioria das pessoas olhar para as crianças e jovens como pequenos adultos, a verdade é que o corpo ainda não está desenvolvido completamente e, por isso, doenças e tratamentos não devem ser olhados da mesma forma.

Nesse sentido, sentiu-se a necessidade de criar uma subespecialidade médica que se dedicasse às doenças reumáticas nestas faixas etárias.

Se esta é uma área que te interessa, então não percas tempo e vem descobrir tudo sobre esta carreira.

Aqui, vamos mostrar-te o que faz um reumatologista pediátrico, quais as funções que tem no seu dia a dia, as saídas no mercado de trabalho, assim como o percurso académico que terás de fazer para seguir a profissão.

Vens connosco?

O que faz um Reumatologista Pediátrico?

O reumatologista pediátrico faz o diagnóstico e o tratamento de doenças dos ossos, articulações, músculos e tendões em crianças e jovens, desde que estas não tenham uma casa traumática ou mecânica.

Jovens e crianças podem sofrer de várias doenças reumáticas, como vimos anteriormente. De entre as doenças mais comuns, podemos destacar aqui, por exemplo:

  • Lupus eritematoso sistémico
  • Artrite idiopática juvenil
  • Dermatomiosite juvenil
  • Miosites inflamatórias
  • Espondilartrites juvenis
  • Esclerose sistémica
  • Doença de Behçet
  • Síndromes febris periódicos
  • Síndromes autoinflamatórios
  • Vasculites sistémicas
  • Sarcoidose
  • Febre reumática
  • Uveíte crónica
  • Fibromialgia juvenil
  • Osteopenia juvenil

É importante que estas doenças sejam diagnosticadas o quanto antes, até porque estas podem envolver outros órgãos, podendo deixar sequelas e complicações. Por isso, sempre que existe uma dor persistente cuja causa não se descobre, o pediatra poderá encaminhar para o reumatologista pediátrico.

Quais as suas funções

O reumatologista pediátrico tem como principais funções diagnosticar e tratar doenças do tecido conjuntivo em crianças e adolescentes. Estas doenças afetam ossos, músculos, tendões, articulações e ligamentos.

Como estes pacientes ainda se encontram numa fase de crescimento e desenvolvimento, é preciso que todas as particularidades desta faixa etária sejam levadas em conta. Afinal, o corpo ainda não está totalmente desenvolvido e é preciso ter muito cuidado quando fazemos um diagnóstico, e ainda mais cuidado ao prescrever um tratamento.

Na maior parte dos casos, estes pacientes são encaminhados pelo pediatra, quando eles apresentam dores constantes e sem um motivo claro.

Também poderão ser vistos por um reumatologista pediátrico quando crianças e adolescentes apresentam:

  • Febre prolongada, mas sem outros sintomas
  • Dores articulares sem motivo aparente
  • Dificuldade em fazer certos movimentos

Também poderão ser encaminhados para este especialista quando existe uma suspeita, ainda que ténue, de doenças autoimunes.

Como as doenças reumáticas têm um impacto muito grande na vida das pessoas, ainda mais quando falamos de crianças e jovens, é importante que sejam diagnosticadas o mais cedo possível.

As doenças reumáticas provocam dores constantes, mas o impacto não se fica por aí. Além das dores, os pacientes podem apresentam incapacidade física, um desgaste emocional gigante e, consequentemente, sentem um desajuste social e dificuldade na escola.

Como estas doenças podem comprometer outros órgãos, é fundamental que o tratamento seja multidisciplinar, envolvendo outros profissionais médicos e de saúde, como, por exemplo:

É essencial que os médicos reumatologistas pediátricos acompanhem os pacientes ao longo dos anos, até porque se trata de doenças muito complexas. Por isso, os pacientes têm de ser avaliados pelo especialista frequentemente, assim como serão necessários exames laboratoriais com alguma periodicidade.

Saídas no Mercado de Trabalho

Em Portugal, os médicos especialistas em Reumatologia Pediátrica trabalham, maioritariamente, em hospitais públicos. Embora possam atuar em hospitais e clínicas privadas, assim como em consultórios próprios, o trabalho no SNS ainda absorve a maior parte dos profissionais com esta subespecialidade.

A grande vantagem de atuar no setor público é que consegues ter casos muito abrangentes, auxiliando no teu trabalho de investigação médica, assim como te dá experiência para fazeres diagnósticos mais precisos.

No Brasil, a maior parte dos reumatologistas pediátricos trabalham em hospitais públicos e universitários. No entanto, também existem boas oportunidades de trabalho em hospitais e clínicas privadas (embora a afluência de pacientes seja menor).

Como entrar na carreira de Reumatologista Pediátrico?

Para seguires a profissão de reumatologista pediátrico em Portugal, tens de fazer o mestrado integrado em Medicina, o qual tem uma duração de 6 anos, assim como o Ano Comum e o internato em Reumatologia ou Pediatria.

Se optares pelo internato médico em Pediatria, tens de completar:

  • Estágio de Reumatologia Pediátrica (12 meses)
  • Estágio de Reumatologia (12 meses)

Já se fizeres o internato médico em Reumatologia, terás de fazer:

  • Estágio de Reumatologia Pediátrica (12 meses)
  • Estágio de Pediatria (12 meses)

Tens de fazer, igualmente, uma avaliação final, com pelo menos 3 elementos de júri. Esta avaliação consiste no relatório elaborado ao longo da formação em Reumatologia Pediátrica, assim como numa prova teórica e uma prova prática.

No Brasil, para seguires esta carreira, além da graduação em Medicina, terás de fazer a residência médica em Pediatria, assim como uma especialização em Reumatologia Pediátrica, a qual tem uma duração de 2 anos.

Depois tens de ser aprovado no concurso para conseguires o Título de Habilitação em Reumatologia pela Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Pediatria e de Reumatologia.

Onde estudar Medicina?

Portugal:

Brasil:

Aqui deixamos-te algumas das instituições nas quais poderás tirar o teu curso de Medicina. Se queres, realmente, seguir a profissão de reumatologista pediátrico, investe muito na tua formação, não só durante o curso, mas ao longo de toda a tua carreira. Com toda a certeza, terás sucesso!

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top