Reumatologista

reumatologista

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

Biologia Física Matemática Química

Idiomas:

Inglês, Português

O reumatologista é um médico especialista em Reumatologia. É este profissional que faz o diagnóstico de doenças dos tecidos conjuntivos, como, por exemplo, ossos, músculos, articulações, cartilagens, ligamentos e tendões.

São muitas as doenças reumáticas e, por isso, existiu a necessidade de uma especialização dos profissionais de saúde, com o intuito de oferecer o melhor tratamento aos pacientes.

Com os avanços que vemos na Medicina, esta especialização é cada vez mais necessária. Torna-se sobre-humano para os médicos saberem tudo de todas as áreas. Não falamos só de patologias e doenças, mas também nas técnicas de tratamento que surgem constantemente.

Sendo assim, é normal que, com o tempo, vão surgindo cada vez mais especialidades. Uma delas é a Reumatologia.

Se esta é uma área que te interessa, então estás no sítio certo! Aqui, vamos mostrar-te tudo sobre esta especialidade.

Vais descobrir o que faz um reumatologista, quais as funções que tem no seu dia a dia, as saídas no mercado de trabalho, assim como o percurso que tens de fazer para entrar nesta carreira.

Vens connosco?

O que faz um Reumatologista?

O reumatologista é um médico especialista em doenças dos tecidos conjuntivos, sendo que estes incluem as articulações, ossos, músculos, cartilagens, assim como ligamentos e tendões. Ele realiza o diagnóstico e prescreve o melhor tratamento para que os pacientes tenham qualidade vida.

Atualmente, são identificadas mais de 200 doenças reumáticas, as quais podem ser divididas em patologias inflamatórias (imunomediadas), como, a artrite reumatoide, lúpus, vasculite, entre outras, e patologias não imunomediadas, como por exemplo, tendinite, osteoporose, fibromialgia, entre outras.

Embora associemos as doenças reumáticas a pessoas idosas, a verdade é que estas podem atingir qualquer pessoa, de qualquer idade ou género (embora as mulheres tenham maior prevalência de doenças reumáticas).

Sem dúvida, estas doenças são muito comuns, o que faz com que este médico especialista seja muito procurado. Embora a mortalidade seja baixa, os pacientes com doenças reumáticas têm uma alta morbilidade e incapacidade, até porque são patologias que causam muita dor.

É importante que o reumatologista seja capaz de identificar outros sintomas, que não a dor, para realizar um diagnóstico correto, como, por exemplo:

  • Rigidez prolongada
  • Tumefação de articulações
  • Perda mobilidade
  • Deformações
  • Fadiga
  • Fraqueza

Ter um diagnóstico precoce é essencial para que os pacientes tenham qualidade de vida, evitando complicações e sequelas.

Para isso, além da avaliação clínica, o médico também pode pedir exames de diagnóstico complementares.

Os tratamentos usados devem ser direcionados para a patologia diagnosticada, podendo ser usados fármacos ou infiltrações, por exemplo.

Este médico especialista também pode trabalhar com fisioterapeutas e ortopedistas, até porque são especialidades que complementam a Reumatologia. O objetivo é, sempre, fornecer o melhor tratamento possível aos pacientes, para que estes consigam ter uma vida o mais “normal” que conseguir.

Quais as suas funções

O reumatologista tem como principais funções diagnosticar e tratar as doenças dos tecidos conjuntivos, ou seja, doenças do aparelho locomotor cuja causa não é traumática.

A Reumatologia trata, portanto, de doenças inflamatórias e degenerativas dos tecidos conjuntivos, como, por exemplo, doenças:

  • Ósseas metabólicas
  • Reumáticas sistémicas
  • Reumáticas infanto-juvenis

Estas patologias podem envolver órgãos que não pertencem ao aparelho locomotor, como, por exemplo, rins, coração, pulmão, entre outros. Nesse sentido, é importante que o diagnóstico seja feito o quanto antes, evitando assim complicações e sequelas que poderão condicionar a vida dos pacientes.

De entre as patologias mais comuns, podemos destacar aqui, por exemplo:

  • Miosite
  • Fibromialgia
  • Polimialgia reumática
  • Osteoartrite
  • Artrite reumatoide
  • Artrite psoriática
  • Vasculite
  • Lupus eritematoso sistémico
  • Esclerose sistémica
  • Osteoporose
  • Gota

Para estas patologias, os exames e tratamentos mais usados são:

  • Artrocentese diganóstica
  • Artroclis
  • Biópsia da Gordura Abdominal
  • Aspiração de Bolsas Sinoviais Articulares
  • Biópsia Sinovial Fechada
  • Capilaroscopia Digital Computorizada
  • Ecografia Osteoarticular
  • Ecografia de Partes Moles
  • Infiltrações (articular, articular sob intensificador de imagem e de partes moles)
  • Mesoterapia
  • Sinoviortese

Embora a maior parte dos reumatologistas tenha um dia a dia marcado por consultas, ele também pode realizar procedimentos invasivos e trabalhar em laboratórios (principalmente no que diz respeito à investigação de técnicas para determinação de anticorpos, genes, entre outros).

Ainda tens dúvidas se esta é a profissão certa para ti? Então experimenta os nossos Testes Vocacionais!

Saídas no Mercado de Trabalho

O reumatologista encontra trabalho em hospitais, sejam eles públicos ou privados, assim como clínicas ou consultórios próprios. Em Portugal, a maior parte dos especialistas em Reumatologia trabalha em hospitais públicos, mantendo o cargo mesmo quando têm trabalho no setor privado.

No Brasil, a maior parte dos profissionais de saúde prefere trabalhar em hospitais e clínicas privados, pois os salários são muito superiores, além de terem melhores condições de trabalho, pois as infraestruturas e equipamentos são melhores do que os do SUS.

Além destes locais, ele também pode trabalhar em investigação em laboratórios, assim como em universidades. O trabalho na indústria farmacêutica é também uma possibilidade. Neste caso, vai dedicar-se a pesquisas clínicas, ou então no desenvolvimento de novas terapêuticas.

Como entrar na carreira de Reumatologista?

Para seguires a carreira de reumatologista em Portugal, precisas concluir o mestrado integrado em Medicina, assim como o Ano Comum (internato médico que é comum a todas as especialidades). Depois tens de fazer o internato médico em Reumatologia, o qual tem a duração de 60 meses (5 anos).

Este internato inclui estágios obrigatórios em:

  • Medicina interna (12 meses)
  • Reumatologia (36 meses)
  • Ortopedia (3 meses)
  • Neurologia (1 mês)
  • Medicina física e de reabilitação (3 meses)

Além destes, é preciso concluir 5 meses em estágios opcionais, sendo que o tempo mínimo em cada um dos estágios é de 1 mês.

No Brasil, para seguires esta especialidade, além da graduação em Medicina, tens de fazer 2 anos de residência em Clínica Médica e outros 2 anos de residência médica em Reumatologia. Esta residência médica tem uma carga horária de 60 horas semanais, sendo que 50% destas são atividades ambulatoriais e as outras 50% em:

  • Medicina física e reabilitação
  • Internação e interconsulta
  • Reumatologia pediátrica
  • Ortopedia
  • Laboratório

Embora não haja uma subespecialização em Reumatologia, é normal que, ao longo da carreira, estes profissionais aprofundem os seus conhecimentos em algumas patologias.

Onde estudar Medicina?

Portugal:

Brasil:

Estas são algumas das várias instituições onde podes fazer o teu curso de Medicina. Se o teu sonho é ser um reumatologista de excelência, então não deixes de investir na tua formação ao longo da tua carreira. Atualiza os teus conhecimentos, dedica-te à investigação médica, pois vai fazer toda a diferença.

Vagas para Reumatologistas

Se estás à procura de emprego como reumatologista, além dos concursos públicos, podes também encontrar na Internet. Sem dúvida, nos dias que correm, a Internet é um local onde podemos encontrar tudo aquilo que precisamos, incluindo trabalho.

Um dos sites de referência no que diz respeito à oferta e procura de emprego é o Jooble. Aqui encontras várias vagas para reumatologistas, entre outras especialidades médicas. É uma excelente oportunidade para estares a par do mercado de trabalho, além de poderes encontrar o emprego que tanto procuras como reumatologista. Sucesso!

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top