Segurança

segurança

O segurança é responsável por manter a ordem de um espaço, ou então pode estar responsável pela segurança privada de alguém.

Outros nomes para esta profissão: Vigilante

  • Modalidades: Presencial, Ar Livre
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho Solitário, Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Educação Física, Materiais e Tecnologias, Psicologia
  • Idiomas: Inglês, Português

Os seguranças, ou vigilantes, são cada vez mais procurados, pois a criminalidade e o vandalismo tem vindo a aumentar nos últimos tempos. Com a insegurança, há um investimento maior nestes profissionais em espaços públicos, assim como em espaços privados.

Sem dúvida, a população em geral está cada vez mais preocupada com a criminalidade e a violência. Por isso, a contratação de seguranças é uma forma de manter as pessoas mais tranquilas e seguras.

Se esta é uma profissão que te agrada, então continua a ler este artigo e descobre tudo o que precisas saber sobre ser segurança.

O que faz um Segurança?

Os seguranças são responsáveis por manter pessoas e patrimónios seguros. Nesse sentido, ele é capaz de identificar situações de risco para escolher quais são as melhores estratégias de proteção, e para impedir que os criminosos cheguem perto.

O segurança pode trabalhar na proteção de um espaço público, ou privado, mas também pode atuar na proteção de uma pessoa.

Quando alguém é muito importante, está mais sujeito a ataques. Neste caso, os seguranças acompanham essa pessoa em espaços públicos, evitando que possíveis criminosos se aproximem. Também podem acompanhá-la em locais fechados, como em salas de conferências ou palestras, por exemplo.

Alguns seguranças também trabalham como porteiros em espaços como, por exemplo, discotecas. Neste caso, ele mantém a ordem e segurança do local, mas também:

  • Regista entradas e saídas
  • Impede a entrada de pessoas
  • Expulsa pessoas que estão a causar problemas

Quais as suas funções

O segurança tem muitas funções. Elas variam de acordo com a área de atuação. Por isso, vamos dar uma olhadela às mais importantes.

Vigilante de património

O vigilante garante que as pessoas dentro de um espaço privado estão seguras e que o espaço não é alvo de vandalismo.

Estamos a falar de seguranças que trabalham em agências bancárias, por exemplo, ou em centros comerciais, condomínios, e similares.

A sua rotina passa por fazer rondas aos edifícios, fazer o controlo das câmaras de segurança, e controlar as entradas e saídas.

Ele garante que as instalações não são danificadas, e as pessoas que estão nesses locais não sofrem roubos ou outros delitos.

Pode também ser contratado para fazer a segurança de eventos, como, por exemplo, festas, congressos, ou competições desportivas. Aqui, ele tem de garantir que as pessoas estão seguras e tranquilas, longe de preocupações.

Transporte de Valores

Empresas e pessoas que querem transportar valores também costumam contratar um segurança. Transportar dinheiro de um sítio para o outro é um risco muito grande. As carrinhas de transporte de valores chamam muito à atenção, e são um alvo fácil para criminosos. Por isso, os seguranças são os profissionais que asseguram o transporte seguro desses valores.

O segurança tem de coordenar todo o processo de deslocação, mas também tem de garantir que o percurso é feito de forma segura e que os valores transportados chegam ao destino.

Não estamos a falar só de dinheiro. Quando dizemos transporte de valores, estamos a incluir também obras de arte, joias, cheques, documentos importantes, entre outros.

Para fazer o transporte, os seguranças vão em veículos blindados. Em alguns casos, pode chamar-se a polícia para acompanhar o transporte, com uma equipa armada e que tem formação para lidar com situações de confronto.

Segurança Privada

Pessoas muito influentes precisam de ser acompanhadas por seguranças. Grandes celebridades, políticos, empresários, ou artistas renomados, podem contratar empresas de segurança privada. Neste caso, ele acompanha estas pessoas nas suas deslocações, especialmente se estas representam algum risco.

É muito importante que consigas prever problemas e antecipar qualquer tipo de conflito. Além disso, precisas de ter conhecimentos sobre técnicas de defesa pessoal e primeiros socorros. Tens de impedir que pessoas suspeitas cheguem perto do teu cliente, porque o teu objetivo é de zelar pela segurança e bem-estar dele.

Os seguranças privados põe a vida dos clientes em primeiro lugar. Portanto, a tua própria vida fica em segundo plano. Sendo assim, tens de estar consciente dos riscos que tu próprio estás a correr ao atuares como segurança.

Saídas no Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho é muito bom para os seguranças. Sem dúvida, temos assistido a uma maior procura do segurança nos dias de hoje. O turismo e o crescimento das cidades trouxe essa necessidade.

Sem dúvida, quanto maior a cidade, e quanto maior o número de turistas, maiores são as taxas de crimes. Por isso, os seguranças encontram um mercado de trabalho “quente”.

Podes trabalhar em empresas de seguranças, por exemplo, para o Estado, ou até para pessoas singulares, que contratam os teus serviços a tempo inteiro, ou como freelancer.

Algumas empresas também podem contratar-te diretamente, como aeroportos, supermercados, condomínios, entre outros. No entanto, é mais comum contratarem a empresa de segurança que depois vai distribuir os profissionais pelos diferentes locais.

Como entrar na carreira de Segurança

Para seres segurança, precisas fazer a formação em segurança privada num centro de formação certificado. Em Portugal, esta formação dá-te o direito ao cartão MAI. 

Para poderes trabalhar na área, precisas ter sempre o teu cartão profissional válido. Ele é emitido pela secretaria-geral do Ministério da Administração Interna e tem validade de 5 anos. Passando esse prazo, tens de renovar o teu cartão. A sua validade é sempre de 5 anos.

No Brasil, para ser segurança privado, é preciso ter o tecnólogo em gestão da segurança privada. Este curso tem duração de 2 anos e existe a opção de ensino à distância.

Onde estudar para Segurança / Vigilante

Portugal:

Brasil:

Se queres ser segurança, então começa a tua formação ainda hoje! Com toda a certeza, vais ter um futuro brilhante e de sucesso!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima