Técnico de Cunicultura / Criação de Coelhos

Criação de Coelhos , Cunicultura

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Matérias relacionadas:

Biologia

Idiomas:

Português

A Cunicultura é a Criação de Coelhos. Assim, os/as técnicos/as que trabalham nessa área precisam de dominar todos os aspetos relacionados com a reprodução, o crescimento e o sadio desenvolvimento desses animais tão fofinhos. Mas vem saber tudo da atividade…

A Cunicultura é um ramo da Zootécnica, tendo por foco a Criação de Coelhos. Essa área costuma ser associada à produção de carne, de pele e de pelos de coelho, mas também de cobaias para experiências de laboratório.

Contudo, nos últimos tempos, vem crescendo a área da Criação de Coelhos para animais de companhia. Esses bichinhos são muito fofinhos e, por isso, são muito buscados por pequenos e grandes como pet de estimação.

Repara que os coelhos são muito curiosos por natureza e também bem inteligentes. A maioria das raças é dócil, não apresentando sinais de agressividade. Portanto, é certamente uma ótima companhia para crianças ou até para idosos mais solitários.

Há vários tipos de coelhos que exigem atenção diferente, conforme as suas características. Assim, podemos ter raças anãs ou até gigantes. Também há quem prefira falar em mini-coelhos, pois há alguns animais de pequeno porte que são excelentes como pet.

Fica connosco para entenderes mais sobre essa área e sobre o que esperar quando entrares na atividade…

Quanto ganha um Técnico de Criação de Coelhos

Não há uma tabela salarial fixa, nem tão pouco indicadores precisos que ajudem a definir quanto ganha um Cunicultor ou Técnico de Cunicultura.

Essa é uma área onde os profissionais costumam entrar por conta própria. Assim, os seus rendimentos podem variar muito em função de vários fatores, como, por exemplo, o tamanho das explorações e a experiência no mercado.

Mas repara que a carne de coelho é muito valorizada no mercado e não é apenas pelo seu sabor. Trata-se de uma carne magra e mais saudável, portanto é recomendada pelos nutricionistas. Assim, o preço de venda pode ser um pouco superior ao de outras carnes menos nobres, como a de porco e de galinha.

Esse dado é importante, pois ajuda a ter uma ideia do que se pode encontrar. Mas as outras vertentes da Cunicultura, por exemplo, a Criação de Coelhos como animais de estimação, também tem muito potencial. Até porque, nessa altura, ainda não existem muitos produtores focados nessa área.

Assim, podes e deves aproveitar as oportunidades para singrar nesse mundo!

O que faz um Cunicultor  

A Cunicultura é uma atividade desafiante que pode ser muito emotiva e excitante, mas também complexa. Repara que questões como a reprodução e o crescimento dos animais são muito importantes e propensas a obstáculos difíceis de ultrapassar.

Os coelhos são conhecidos pela rapidez e facilidade de reprodução. E há uma boa parte de verdade nisso, mas também pode não ser sempre assim numa produção de Cunicultura.

Um Cunicultor pode enfrentar problemas pelo caminho, como doenças ou dificuldades de cruzamento. Nesses casos, os desafios poderão ser grandes. Assim, é preciso abordar a atividade com cautela.

Mas, em termos teóricos, a Criação de Coelhos tem tudo para ser um negócio de sucesso. Para começar, a gestação das mamãs coelhas é de apenas 30 dias, em média. Além disso, em cada parto, uma coelha pode parir 8 láparos, o nome que se dá aos filhotes de coelho.

Os pequenos coelhinhos crescem rapidamente e com apenas 4 dias de idade já têm pelos. Com 20 dias, já comem tudo o que os adultos comem e aos 45 dias, podem ser desmamados e separados das mães.

A atividade de um Cunicultor passa por todas essas fases, desde a preparação do processo de acasalamento até ao desmame e a todos os cuidados diários típicos de um qualquer Criador de Animais.

A alimentação é uma das partes mais importantes desse processo, sendo necessário alimentar os bichinhos com uma ração de qualidade e feno. Mas os coelhos também adoram uma boa guloseima, como, por exemplo, frutas e hortaliças.

No âmbito da Cunicultura pet, ou seja, a Criação de Coelhos para animais de companhia, é essencial zelar pela manutenção das raças originais.

Além disso, o bem-estar dos animais é sempre fundamental.

Quais as suas funções

O dia-a-dia de um/uma Técnico/a de Cunicultura é desafiante, como já vincamos acima. O trabalho implica ter conhecimentos vários e uma grande capacidade de adaptação a imprevistos.

Vê que isto de trabalhar com animais exige sempre uma vertente de reação a situações não planeadas.

Um dos aspetos mais importantes do ofício é o processo de acasalamento. Portanto, o profissional deve conhecer os diferentes métodos de acasalamento existentes para que a reprodução ocorra sem problemas. Mas também é preciso saber como controlar a criação e a reprodução.

Nesse processo, o/a técnico/a tem de saber lidar com o lado mais “burocrático” da profissão, pois é importante saber identificar e catalogar os animais, por exemplo, registando os que apresentam problemas na reprodução.

A Criação de Coelhos pode ser feita em gaiolas ou em outro tipo de espaços, mas é essencial cuidar do seu bem-estar, nomeadamente da temperatura do local. Contudo, o grau de humidade também é muito importante.

Além disso, é preciso evitar fatores de stress para os coelhos, como, por exemplo, barulhos e excesso de animais num mesmo local. Esses dados são essenciais para assegurar que a produção de Cunicultura evolui sem problemas.

A limpeza das instalações, especialmente dos locais que abrigam os coelhos, é fundamental. Mas também é preciso separar os animais por idades, pois os jovens podem mais facilmente ganhar doenças.

Mas continua a ler para entender mais sobre esse mundo…

Saídas no Mercado de Trabalho

A carne de coelho é altamente apreciada em países como Portugal. Portanto, tem um alto valor de mercado, o que é uma boa notícia para quem quer ganhar dinheiro como Cunicultor.

Nesse âmbito, há muito potencial na Criação de Coelhos de forma biológica, pois a área é ainda pouco explorada. Contudo, falta alguma legislação específica, o que pode complicar licenciamentos para comercialização. Porém, pode ser boa ideia desbravar terreno nesse sentido.

Repara que a carne de coelho biológico será muito mais apreciada e poderá ser vendida a preços mais elevados.

Por outro lado, regista-se uma crescente adopção de coelhos como animais de estimação. Esses bichinhos são muito fofos e carinhosos, além de serem dados ao contacto com humanos.

Mas também são animais de baixo custo de manutenção e que quase não emitem ruídos. Por tudo isso, os pais estão muito recetivos a comprarem um coelho como pet para os seus filhos.

Assim, investir neste setor da Criação de Coelhos para pet é uma excelente forma de ter rentabilidade.

Contudo, também podes pensar em criar coelhos para Coelhoterapia, isto é, uma terapia assistida com esses animais. Essa prática vem sendo usada em crianças para desenvolver funções cognitivas, mas também para aliviar a tensão e a ansiedade. Além disso, pode ajudar a lidar com problemas de stress em adultos.

Nos últimos tempos, com a crescente defesa dos direitos dos animais, áreas como a Cunicultura precisam de cumprir regras mais apertadas. Portanto, esse é um dado que é preciso ter em conta na hora de entrar no mercado.

Como entrar na Criação de Coelhos

É preciso sublinhar que não há um percurso fechado ou certo para começar a trabalhar como Cunicultor. Mas vê que a Criação de Coelhos envolve muito de paixão, além dos saberes técnicos que exige. Portanto, se não tens essa paixão, passa à próxima profissão.

Assim, se gostas mesmo do ofício, podes procurar obter experiência numa Cunicultura da tua região. Mas repara que a maioria das produções são de tipo familiar e, portanto, raramente contratam trabalhadores fora desse círculo.

Contudo, podes pensar em lançar-te por iniciativa própria, abrindo a tua própria Criação de Coelhos. Nesse caso, deixamos-te seis recomendações para arrancares da melhor forma:

  • 1. Decide o que vais vender (carne de coelho, pele, pelos ou animais de estimação?)
  • 2. Estuda o mercado da tua zona para ver se há outros Cunicultores
  • 3. Pesquisa e lê muito sobre Cunicultura
  • 4. Faz formação específica na área
  • 5. Começa com uma exploração pequena e vai aumentando gradualmente
  • 6. Evita fazer um grande investimento inicial.

5 erros comuns na Criação de Coelhos

Mas para evitares os principais problemas de quem se atira a esse mundo, fica com esse vídeo, onde se explicam os 5 erros mais comuns na Criação de Coelhos…

Onde estudar Cunicultura

Assim, os cursos nessa área devem abordar os cinco seguintes tópicos chave da Cunicultura:

Há várias formações que podes fazer no domínio da Cunicultura. Mas é importante que escolhas um curso que possa mesmo acrescentar valor ao que já sabes.

  • Genética
  • Nutrição
  • Saúde
  • Ambiente
  • Gestão.

Vamos dar-te uma ajuda para encontrares a melhor formação sobre onde estudar Cunicultura com os seguintes links…

Portugal:

Brasil:

Depois de teres percebido o que é e o que faz um Técnico de Cunicultura ou Criação de Coelhos, sabes se tens o que é preciso para o ofício? A atividade é mais do que apenas afagar coelhos fofinhos. Portanto, toma a tua decisão com a cabeça, mas também com o coração. Daqui desejamos-te todo o sucesso.

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top