Vendedor Ambulante

Vendedor Ambulante

O vendedor ambulante de produtos não alimentares, ou camelô, como é chamado no Brasil, é a pessoa que compra e depois vende esses produtos para o público na rua ou em outros locais públicos. Ao contrário dos outros vendedores, ele não tem um local fixo onde vende. Pode mudar o seu local de venda de acordo com as oportunidades. Ou seja, ele procura sempre os melhores locais para vender mais.

Outros nomes para esta profissão: Camelô (Brasil)

  • Modalidades: Ar Livre
  • Ordenado Médio Mensal: Mínimo - 1000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho Solitário, Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Educação Física, Psicologia
  • Idiomas: Inglês, Português

Esta é uma profissão desafiante, muito porque nunca se sabe o que o dia vai reservar. A grande vantagem é que se pode mudar o local de venda, procurando por espaços com mais pessoas e onde a probabilidade de vender é maior.

Embora seja uma atividade que está muito associada a grupos “marginais”, a verdade é que é uma alternativa para quem quer ter um negócio diferente e que permita esta vida de viagem constante, de desbravar novos horizontes.

Se estás interessado em seguir esta carreira, então continua a ler este artigo, porque vamos mostrar-te tudo o que precisas saber para entrar nesta carreira.

Vem connosco!

O que faz um Vendedor Ambulante?

O vendedor ambulante vende os seus produtos nas ruas e espaços públicos. É preciso dizermos aqui que falamos de vendedores de produtos não alimentares, porque as regras para a venda de alimentos nas ruas são muito próprias e falamos em destaque no artigo sobre o vendedor ambulante de produtos alimentares.

Os vendedores ambulantes podem vender os seus produtos em vários locais, desde praças ou jardins movimentados, até estações de metro, na praia, ou até em festas e romarias.

Normalmente, os vendedores ambulantes oferecem produtos bem mais baratos do que nas lojas tradicionais. Os produtos artesanais são, sem dúvida, os artigos mais vendidos, até porque são muito procurados pelos turistas. E como o turismo teve um grande aumento nos últimos anos, os vendedores têm apostado forte neste tipo de produto para vender.

Além de produtos artesanais, eles também costumam vender roupas, brinquedos, velharias, bijuterias, entre outros.

Quais as suas funções

O dia a dia de um vendedor ambulante é bastante agitado. O dia começa com a compra de produtos não alimentares para depois venderem. Depois carregam esses produtos em cestos, tabuleiros, carros puxados à mão, ou então veículos a motor até ao local onde vão vender.

Chegando ao local, eles descarregam esses produtos e expõe em bancas para que as pessoas consigam ver o que eles têm para oferecer.

É comum que os clientes negoceiem o preço dos artigos. Então, a discussão do preço final é uma das funções dos vendedores ambulantes.

Saídas no Mercado de Trabalho

O vendedor ambulante é um profissional independente, que tem o seu negócio próprio, normalmente familiar. É muito comum que famílias inteiras se dediquem ao negócio da venda ambulante.

Pode assumir esta atividade em caráter permanente, ou seja, a profissão que tem durante todo o ano, ou pode assumi-la em caráter sazonal, ou seja, em períodos específicos do ano, como o verão, o natal, ou outras datas festivas.

Neste sentido, não vais encontrar ofertas de trabalho para ser um vendedor ambulante. Vais, sim, criar o teu próprio posto de trabalho. É claro que isso implica o pagamento de impostos como empresário em nome individual.

Muitos vendedores ambulantes não estão legalizados e não pagam os impostos devidos (IRC, Segurança Social e IVA). No entanto, se não estiveres legalizado, vais acabar por fugir constantemente à polícia e às várias fiscalizações que se fazem nos locais de venda ambulante.

Caso sejas apanhado a vender algum produto de forma ilegal, pagas uma multa exorbitante. Então, o melhor é mesmo ter tudo legalizado para evitar problemas futuros.

Além disso, se tiveres a tua situação regularizada, vais ter os teus descontos para a segurança social, o que te dá uma segurança para o futuro, especialmente no que diz respeito à reforma.

Como entrar na carreira de Vendedor Ambulante?

Para entrares na carreira de vendedor ambulante, antes de mais nada precisas entender do negócio. Se não souberes como funciona, dificilmente vais conseguir ter produtos competitivos e que te garantam uma margem de lucro razoável.

Por essa razão, também, é que a maioria dos vendedores ambulantes entram no negócio da família, cujo conhecimento passa de geração em geração. Saber onde comprar os produtos é essencial para conseguir bons preços, além de produtos com uma qualidade razoável.

Além disso, é preciso obter uma licença para vender os produtos na via pública. Estas licenças são dadas pela câmara municipal correspondente, cujas regras variam de município para município.

No caso dos vendedores que queiram trabalhar em feiras ou mercados, é preciso obter um lugar para poder ter direito a vender nesses espaços. Esses lugares podem ser atribuídos, cedidos ou mudados.

Onde estudar para Vendedor Ambulante?

Não existe nenhum curso que ensine a profissão de vendedor ambulante. Aprendes os detalhes da profissão no dia a dia mesmo, e normalmente passados de pais para filhos. Os melhores fornecedores, como expor os produtos, como regatear os preços, ou os melhores locais para vender, não são coisas que se ensinam na escola ou em livros.

É a experiência que nos vai mostrando as melhores opções e, como é óbvio, as pessoas que já são vendedores ambulantes podem ensinar-nos coisas valiosas que vão evitar muitas dores de cabeça no futuro.

No entanto, se queres ter alguma “bagagem” para entrar nesta profissão mais confiante, um curso de vendas pode dar uma ajuda. Vê onde podes estudar.

Portugal:

Brasil:

Se queres seguir a profissão de vendedor ambulante, então vai com tudo e luta por aquilo que tu realmente queres fazer da tua vida. Sem dúvida, pode ser uma grande oportunidade para teres um negócio teu! Sucesso!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima