Videomaker

Videomaker

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Teletrabalho, Presencial

Matérias relacionadas:

Multimédia Oficina de Artes

Idiomas:

Inglês, Português

O/a Videomaker é um profissional que faz vídeos, como o nome indica. Trata-se de uma área em grande crescimento e que já é fundamental em vários campos da nossa sociedade.

A profissão de Videomaker é recente, mas tem vivido uma grande evolução nos últimos anos. Isso aconteceu com o sucesso de plataformas como o YouTube e o TikTok, por exemplo.

Na Internet, os conteúdos de vídeo são quase sempre os mais vistos e, por isso, são uma grande aposta de diversas empresas e negócios.

Assim, estes profissionais das Artes Visuais são muito procurados para fazerem trabalhos para a área do Marketing, entre outros setores. Os vídeos são uma ótima ferramenta para promover e “vender” produtos e/ou serviços.

O trabalho do Videomaker passa por todas as fases da produção de vídeo, desde a criação até à edição final. Portanto, é um trabalho que exige conhecimentos técnicos específicos, bem como um “olhar” particular e um talento especial para as imagens.

Além disso, estes profissionais precisam de estar sempre atentos às novidades do setor, desde as linguagens aos estilos, e até aos equipamentos. Portanto, requer estudo e muito empenho.

Mas vem saber tudo dessa profissão.

O que faz um Videomaker

Um Videomaker pode ser o responsável único pela criação de um vídeo. Portanto, pode assumir as rédeas de todo o processo, desde a conceção à filmagem, mas também passando pela edição das imagens,

Assim, é um trabalho mais abrangente do que o de um Realizador (Diretor de Cinema). Além disso, o objetivo do Videomaker também pode ser distinto, pois as suas funções estão, muitas vezes, ligadas ao universo digital.

Aliás, a profissão cresceu muito com o desenvolvimento das câmaras digitais. De resto, podemos dizer que antes disso e antes do aparecimento do Youtube, não existiam Videomakers.

Portanto, estes profissionais estão focados nas plataformas digitais. Assim, criam vídeos para conquistar as audiências digitais, ou seja, para conseguir muitas visualizações.

O seu objetivo pode ser promover produtos e serviços, mas também pode fazer videoclipes de músicas. Além disso, pode fazer documentários ao estilo de Jornalismo ou ainda vídeos de Comunicação Organizacional, por exemplo, para apresentar projetos ou empresas.

Mas até pode ser chamado a filmar casamentos ou outro tipo de eventos da vida das pessoas, como batizados ou festas de finalistas. Nesse caso, o trabalho cruza-se com o de um Operador de Vídeo.

Além desse tipo de trabalho mais comercial, o Videomaker também pode fazer vídeos artísticos, ou seja, para passar ideias originais ou pessoais.

Quais as suas funções

Como já vimos antes, o trabalho de um Videomaker é amplo e passa por todas as etapas da criação de um vídeo.

Assim, podemos resumir as suas funções mais importantes à seguinte lista:

  • Pré-produção dos vídeos para planear todo o processo
  • Criar o roteiro ou guião do vídeo
  • Produção e organização do set de filmagem
  • Filmagem e direção de cenas
  • Pós-produção
  • Edição das imagens
  • Exportação de conteúdo para publicação.

Deste modo, o Videomaker tem de ter conhecimentos técnicos vários, por exemplo, de softwares específicos de edição de imagem. Mas também tem de saber de efeitos especiais, entre outros aspetos.

Além disso, deve saber de captação de imagens e de tratamento de áudio, bem como dos equipamentos.

Apesar de o seu trabalho poder ser muito solitário, também pode ter de colaborar com outras pessoas, como, por exemplo, o Técnico de Som ou Sonoplasta, o Produtor Audiovisual ou ainda o Profissional de Marketing Digital.

Mas continua a ler para entender como é o mercado de trabalho nesta área…

Quanto ganha um Videomaker

Os ganhos de um Videomaker dependem muito do tipo de trabalho que realiza, bem como do tipo de clientes que tem.

O profissional pode trabalhar como freelancer, por exemplo, gravando vídeos de festas familiares, como casamentos e batizados, ou até de partos. Nesses casos, os seus rendimentos podem ser interessantes, mas serão mais baixos.

Contudo, pode trabalhar para empresas de eventos ou ainda fazer vídeos institucionais que asseguram ganhos bem mais elevados.

Os videoclips também podem garantir bons rendimentos, mas dependem da fama do artista em causa. Mas pode ainda trabalhar para Youtubers conhecidos que pagam para que produzam os seus vídeos.

Portanto, há várias formas de ganhar dinheiro como Videomaker. Mas é impossível definir um valor médio de ganhos, pois os rendimentos são muito variáveis também em função da experiência do profissional.

Saídas no Mercado de Trabalho

Os vídeos são o conteúdo com mais potencial na Internet. Assim, os Videomakers têm cada vez mais oportunidades de trabalho no mercado laboral.

Em termos de saídas, também pode ter diversas opções, como, por exemplo, agências de comunicação e Publicidade. Mas até pode trabalhar para centros de formação a gravar aulas online ou para outro tipo de negócios.

Aliás, há muitas empresas que buscam sempre Videomakers para criarem conteúdos para atraírem mais clientes no universo online.

Por outro lado, os Videomakers podem trabalhar para canais no YouTube, seja para Youtubers ou empresas, seja até por conta própria, fazendo nome e ganhando experiência com a plataforma. Pelo caminho, acabarão também por ganhar dinheiro, se forem bons!

Como entrar na carreira de Videomaker

Não há uma fórmula, nem um caminho único para se tornar Videomaker. Mas um dos primeiros passos será procurar uma boa formação, pois isso vai fortalecer o teu potencial para a área.

Além disso, deves tentar investir em equipamento de qualidade. Assim, conseguirás tirar o melhor partido possível das ferramentas que existem, testando as suas possibilidades.

Aproveita então para fazer muitos vídeos, experimentando várias coisas para dominares todos os aspetos da criação e edição de vídeos.

Mas também deves preocupar-te em criar um bom portefólio de trabalhos de vídeo para mostrar aos potenciais empregadores.

Por outro lado, podes tentar aprender a profissão com outros profissionais do meio, fazendo um estágio como Assistente de Realização, por exemplo.

Para lá de tudo isso, só tens de ser criativo e inovador para te apresentares como um Videomaker incontornável!

Onde estudar para Videomaker

Há vários cursos e formações na área da criação e edição de vídeo. O problema pode ser escolher o melhor para o teu perfil.

Só podemos recomendar-te que analises bem o programa e o tipo de ensino, pois o ideal é que a formação prática seja dominante. Além disso, deves procurar uma instituição reconhecida.

Mas para te ajudar, deixamos-te algumas opções…

Portugal:

Brasil:

Ser Videomaker é uma profissão de futuro! Mas também é já do presente, uma vez que a criação de vídeos é um tipo de trabalho cada vez mais procurado por todo o tipo de negócios, empresas e entidades. Assim, se tens talento e paixão por esta área, avança com confiança. Ficamos a torcer por ti!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top