Vidraceiro | Vidreiro

Vidraceiro - Vidreiro

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Ordenado Médio Mensal:

Mínimo - 1000€

Empregabilidade:

Baixa

Disciplinas do secundario:

Geometria Descritiva Matemática Materiais e Tecnologias Oficina de Artes

Idiomas:

Português

O vidraceiro ou vidreiro é o profissional que trabalha com vidro, seja no seu fabrico, seja na sua venda e instalação. A atividade tem ainda uma importante componente tradicional em alguns países. Por isso é considerada artesanal e tradicional. Continua a leitura para saberes mais…

A indústria vidreira tem forte tradição em países como Portugal, especialmente no norte do país.

A cidade de Oliveira de Azeméis é considerada “a capital do vidro”, pois acolhe diversas fábricas de tipo artesanal.

Portanto, é uma atividade que bebe muito da experiência dos velhos artífices. A profissão é tão prestigiada no domínio das artes manuais que, no Brasil, se comemora mesmo o Dia do Vidraceiro a 18 de maio.

Mas para entrar nesta área, é importante entender que as tarefas exigidas a um vidreiro são muito detalhistas. Por isso, é preciso ter muita paciência, bem como rigor e precisão.

Além de tudo, é essencial ter uma grande habilidade manual.

Continua a ler para conheceres melhor a profissão de vidraceiro…

Quanto ganha um vidraceiro

Os salários dos vidraceiros variam muito conforme a experiência e a área de trabalho. Em termos médios, podem rondar os 800 euros em Portugal. Mas quem se inicia na profissão pode ter de se contentar com o ordenado mínimo.

Já no Brasil os salários são da ordem dos 1500 reais. Todavia, em algumas áreas podem ser superiores à média. Até porque em certos setores económicos, há falta de vidraceiros, uma vez que é uma profissão exigente e bastante manual.

O que faz um vidraceiro  

Já ficaste a saber que um vidraceiro trabalha com peças de vidro, tanto na confeção como na montagem e instalação. Portanto, é um processo muito manual que implica trabalhar com materiais como vidros, vitrais e espelhos, entre outros.

Além disso, os vidraceiros também têm de conhecer os materiais utilizados, bem como as técnicas adequadas para os manusear.

Por outro lado, devem ter competências específicas para estas funções.

Para ajudar a organizar o setor, a Associação Brasileira de Normas Técnicas definiu uma norma para o vidraceiro. Ora, esta norma acaba por definir as principais habilidades de um vidreiro.

Assim, a profissão de vidraceiro pode ser dividida nas quatro categorias seguintes:

  • Vendedor
  • Especificador
  • Transportador
  • Instalador.

Quais as suas funções

Depois de teres uma ideia geral do que faz um vidraceiro, é tempo de perceberes em concreto as suas principais funções.

Podes confirmar as tarefas fundamentais destes profissionais na lista que se segue:

  • Distinguir os vários tipos de vidro (por exemplo, laminado, temperado e insulado)
  • Identificar os materiais e ferramentas a utilizar
  • Conhecer características dos materiais usados (por exemplo, a dimensão, o peso e os riscos associados)
  • Instalar vidros e seus componentes
  • Montar quadros e molduras
  • Dividir ambientes, guichês e espelhos
  • Cuidar do transporte e logística das peças
  • Contactar com o cliente para receber detalhes
  • Saber dimensionar materiais e espaços
  • Conseguir registar dados para instalação num esboço técnico
  • Cortar e lapidar vidro
  • Instalar guarda-corpos
  • Fechar sacadas e fachadas de vidro
  • Escolher fechadura certa para cada tipo de vidro
  • Indicar ao cliente como utilizar e cuidar do sistema instalado
  • Sugerir opções e soluções aos clientes
  • Fazer manutenção de peças instaladas por outros
  • Verificar desgaste de peças
  • Detetar necessidades e problemas.

Mas para lá das palavras, é interessante ver na prática o que faz um vidraceiro. E é isso que podes confirmar no vídeo que se segue…

Como criar portas de vidros temperados mais atrativas

Saídas no Mercado de Trabalho

Um profissional vidreiro pode trabalhar em setores vários, como por exemplo, na construção civil e nas indústrias automóvel e dos móveis, entre outros.

A indústria de transformação de vidro é outra área evidente para acolher quem quer seguir esta carreira.

Mas até o comércio de retalho, bem como lojas de decoração e de venda de vidros e cristal podem ser uma alternativa.

A hipótese de abrir um negócio próprio é outra solução. Mas para isso é preciso ser mais do que só um vidraceiro.

Portanto, terás de dominar áreas como contabilidade, marketing, atendimento ao cliente, entre outras.

Como entrar na carreira de vidraceiro

A experiência é um dos requisitos que algumas empresas pedem para contratar vidraceiros. Portanto, aos iniciantes resta-lhes começar como aprendiz.

Nas fábricas mais tradicionais, os artífices experientes ainda contratam jovens sem experiência. É uma forma de aprenderem as técnicas e os segredos da arte. E é uma ótima opção de entrada no mercado de trabalho.

Nalguns setores, pode ser interessante ter outros conhecimentos, como por exemplo, de serralheiro, para aumentar as oportunidades de emprego. Quem tiver carta de condução e conseguir fazer horários flexíveis também fica em vantagem.

Além disso, ter uma formação específica na área vidreira é uma mais-valia.

Mas também é importante ter características pessoais como o dinamismo, a responsabilidade e a autonomia.

Onde estudar para vidraceiro

Os cursos especializados não abundam no setor vidreiro, mas há algumas boas alternativas.

Todavia, é importante que escolhas a melhor opção. Assim, deves procurar um curso técnico que te permita ter um contacto manual com as ferramentas e equipamentos. Pois, desse modo, terás melhores condições para aprender.

Vamos deixar-te, já de seguida, algumas possibilidades de cursos na área vidreira que te podem interessar…

Portugal:

Brasil:

Esperamos que a leitura te tenha ajudado a conhecer melhor o que faz e o que é um vidraceiro. Portanto, como deu para perceber, é bem mais exigente do que parece! Mas se tens a certeza de que tens o que é preciso para ser vidreiro, só tens de te preparar para abraçar o futuro com unhas de dentes!

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top