Vinicultor

vinicultor

O vinicultor é a pessoa que produz o vinho. Ele transforma a uva no chamado néctar dos deuses. Num país em que o vinho é uma tradição à mesa, não há como não dizer que esta é uma profissão com saída!

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Ar Livre
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho Solitário, Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Educação Física, Materiais e Tecnologias
  • Idiomas: Português

Sem dúvida, Portugal tem uma cultura de vinho muito antiga. Esta bebida é frequente nas nossas refeições, e cada vez estamos mais exigentes. A cultura da uva para vinho tem evoluído muito no último século, e as últimas décadas foram, com toda a certeza, um passo gigante para a implantação do vinho português no mercado global.

Se há muito o vinho do Porto era conhecido além-fronteiras, atualmente, são vários os vinhos de mesa portugueses que conquistaram o mercado internacional.

Por isso, o mercado de trabalho para aqueles que querem trabalhar na vinicultura é muito bom, seja por conta próprio, ou por conta de outrem.

Se gostas da natureza, se adoras um bom vinho, e se queres fazer parte deste processo, então continua a ler este artigo e vê o que faz um vinicultor e o que precisas fazer para te tornar um!

Vem connosco!

O que faz um Vinicultor?

O vinicultor transforma a uva em vinho. Ele é responsável por esse processo de transformação que requer muitos conhecimentos técnicos. O trabalho dos vinicultores começa depois da colheita das uvas, que é feita pelos viticultores.

Este trabalho de transformação é dividido em várias etapas, desde o transporte, processo de transformação, engarrafamento, até à comercialização.

É certo que existem muitos locais onde o trabalho de vinicultura e viticultura são feitos no mesmo local e pelas mesmas pessoas, especialmente quando falamos de pequenas produções. Nestes casos, os lucros são poucos, então os produtores optam por fazer o próprio vinho e depois tentar comercializá-lo.

Independentemente disso, viticultores e vinicultores complementam-se, e são duas profissões essenciais para se produzir um bom vinho. Não adianta produzir boas uvas se o vinicultor não souber aproveitar as suas qualidades, assim como não adianta ter as melhores técnicas de vinicultura se não tivermos uvas de qualidade.

Para entendermos melhor este processo, vamos ver as diferenças entre estes dois profissionais.

Vinicultor vs. Viticultor

Muitas vezes os viticultores e vinicultores são confundidos, muito pela parecença das palavras, mas também por estarem os dois ligados, de uma forma, ou de outra, ao vinho e às uvas.

Estas duas áreas são diferentes, mas complementam-se. A viticultura dedica-se ao cultivo da uva, a qual pode ser usada para diversos fins (consumo de uva em si, para a produção de sumos, uvas passas e vinho). Já a vinicultura dedica-se à elaboração dos vinhos.

O viticultor planta, cultiva e colhe as uvas. Ele prepara os solos para plantar as uvas, implementa técnicas de irrigação dos solos, entre outras técnicas que melhoram a qualidade das uvas produzidas.

Já o vinicultor trabalha em todo o processo de produção do vinho a partir da colheita das uvas, tratando do transporte, da própria transformação em vinho, engarrafamento, e comercialização do vinho.

Agora que já entendeste a diferença entre estes dois profissionais, vamos ver as funções dos vinicultores.

Quais as suas funções

O vinicultor tem como função principal a transformação das uvas em vinho. Esse processo é longo, e com várias etapas. Sendo assim, ele tem de:

  • Produzir o vinho (tinto, branco ou rosé)
  • Preservar o vinho
  • Embalar o vinho
  • Comercializar o vinho no mercado

O seu trabalho começa a partir da colheita das uvas, altura em que as frutas são transportadas para as vinícolas. Quando as uvas chegam, ele:

  • Identifica a qualidade das uvas
  • Pesa as uvas
  • Analisa a quantidade de acidez e açúcar da fruta
  • Coloca as uvas numa passadeira, que as conduzem até uma máquina que retira pequenos ramos dos cachos de uvas
  • A uva segue depois para uma máquina que comprime as uvas, libertando o sumo, que é depois extraído por uma bomba para tanques para ser fermentado
  • Escolhe o modelo de envelhecimento e filtração
  • Engarrafa o vinho
  • Comercializa e distribui o produto final

Para o vinho tinto, a uva tem de ser fermentada por completo. A casca a uva e as sementes, assim como o sumo, são fermentados. O vinho branco não fica em contacto com a casca das uvas tanto tempo. Já o rosé, pode deixar-se a casca da uva para fermentar, ou não, dependendo do resultado que se quer.

Saídas no Mercado de Trabalho

A produção de vinho é um setor que está em expansão, tanto em Portugal, como no Brasil. A exportação é maior a cada ano, o que faz com que haja um maior investimento no setor vinícola.

Ao mesmo tempo que este mercado está a aumentar, o número de profissionais na área está estagnado. Por isso, hoje existe falta de vinicultores para a produção que se está a fazer.

Sendo assim, a empregabilidade é alta. No entanto, devemos lembrar que a maioria das vinícolas pequenas contratam apenas na altura da produção do vinho. Por isso, se queres seguir esta profissão, deves preferir encontrar trabalho numa vinícola de médio / grande porte.

Outra opção é teres a tua própria vinícola. Tendo em conta que é um mercado em expansão, é uma excelente oportunidade de negócio.

Como entrar na carreira de Vinicultor

Para te tornares um bom vinicultor, é importante teres os conhecimentos mais atuais sobre produção de vinhos. Por isso, é importante teres uma formação na área. Existem vários cursos dedicados a esta área de conhecimento.

Vê agora algumas das escolas onde podes aprender a produzir bom vinho.

Onde estudar Vinicultura

Portugal:

Brasil:

Se queres ser vinicultor, então não desistas dos teus sonhos! Estuda, forma-te e dedica-te, porque vai valer a pena toda a dedicação. Acredita!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima