Violista

Violista

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial

Matérias relacionadas:

História da Cultura e das Artes Matemática Oficina de Artes

Idiomas:

Francês, Inglês, Português

O violista é um músico profissional que toca viola, instrumento também conhecido como violeta, viola de arco ou alto, da família do violino (e muito semelhante a ele).

Este instrumentista está presente em orquestras (sinfónicas e filarmónicas), mas também pode ser encontrado em projetos além da música clássica e de câmara.

Para os amantes de música, principalmente dos instrumentos de corda, esta profissão pode ser bastante interessante.

Por ser um instrumento menos conhecido, não existem assim tantos jovens a aprenderem. Por isso, é uma excelente oportunidade para quem quer seguir uma carreira na música e procura um instrumento musical pouco concorrido.

Se esse é o teu caso, então estás no sítio certo. Aqui, vamos mostrar-te tudo o que precisas saber sobre a profissão de violista. Vais descobrir aqui, por exemplo, o que ele faz no seu dia a dia, as diferentes saídas no mercado de trabalho, entre outras informações úteis.

Vens connosco?

Viola

A viola é um instrumento musical da família dos violinos, também ele com quatro cordas e tocado com um arco. Pode ser chamado, também, de alto, viola de arco ou violeta. Quem olha à primeira vista, pode confundir a viola com o violino facilmente, pois são muito parecidos visualmente.

O que mais diferencia estes dois instrumentos é o som. A viola consegue um som mais doce e bem mais encorpado do que o violino. Além disso, tem uma tonalidade mais grave, estando num registo entre o violoncelo e o violino.

Este instrumento, assim como outros, pode ser amplificado eletronicamente. Quando olhamos para as violas amplificadas, encontramo-las em diferentes projetos de estilos musicais distintos, como o rock, músico popular, ou jazz, por exemplo.

A viola de arco é o instrumento musical mais semelhante à voz do ser humano (contralto). Possui 4 cordas (Lá, Ré, Sol e Dó) e tem uma expressividade enorme, com um timbre melancólico e suave.

Embora existam outro tipo de violas, mais semelhantes à guitarra clássica, como a viola caipira e a viola braguesa, por exemplo. Neste artigo, sempre que nos referirmos a viola, estamos a falar da viola de arco ou violeta.

O que faz um Violista?

O violista toca viola, um instrumento musical semelhante ao violino, também chamado de viola de arco, violeta ou alto. Este músico faz apresentações ao vivo, ou participa em gravações de álbuns, geralmente com orquestras ou quartetos de cordas.

Embora também se apresente noutros estilos e géneros musicais, como o jazz e a música popular, o mais comum é que toquem música clássica e de câmara.

Como qualquer músico profissional, o dia a dia envolve uma rotina muito rígida de estudo musical e prática de instrumento. Portanto, se quiseres seguir uma carreira como violista, tens de estar ciente de que a tua vida envolverá muitos sacrifícios, até porque a maior parte do tempo vais passá-lo a treinar o instrumento (uma caminhada por vezes solitária).

Quais as suas funções

O violista tem como principais funções realizar espetáculos ao vivo ou participar de gravações de álbuns em estúdio. Para tal, ele tem de dominar o seu instrumento: a viola de arco. Quando faz parte de orquestras, tem de seguir as orientações do maestro (regente). É este último que faz a interpretação da obra e, portanto, os músicos de orquestra têm de seguir sempre a intenção do maestro.

O conhecimento de teoria musical também é essencial, visto que as apresentações e ensaios são feitos a partir de uma partitura.

O violista tem também de fazer a limpeza e a manutenção da sua viola de arco. Estes procedimentos são indispensáveis para que o instrumento esteja em condições perfeitas para as apresentações.

Antes de começar a tocar, este músico tem de passar o breu (resina) na crina do arco. Este é essencial para produzir atrito nas cordas.

Saídas no Mercado de Trabalho

O violista costuma trabalhar em orquestras. No entanto, também pode fazer parte de projetos em outros estilos e géneros musicais, como o jazz, por exemplo (embora seja mais incomum).

Não sendo um dos instrumentos de cordas mais conhecidos, a concorrência não é assim tanta, o que facilita na hora de conseguir uma vaga.

Embora o sonho da maior parte dos músicos seja atuar ao vivo e fazer parte de um grande projeto musical, existem outras possibilidades profissionais para um músico profissional. Entre elas destacamos:

  • Professor de música em escolas
  • Professor de viola de arco em academias, escolas e conservatórios de música, ou então dar aulas em casa, ou até mesmo pela internet.
  • Compositor (se tiveres formação superior em composição, estás apto a criar obras musicais. Ao trabalhar como compositor, podes fazer as tuas próprias obras, ou então fazer peças para outros artistas)
  • Músico de sessão (neste caso, vais gravar a parte da violeta nas músicas de outros artistas durante as gravações para o álbum)
  • Músico substituto

Como entrar na carreira de Violista?

Para seguires a profissão de violista tens de dominar as técnicas da viola. Caso queiras atuar em orquestras, ou trabalhar como professor, por exemplo, o curso superior em música é indispensável. O ideal é que faças o ensino articulado/artístico e sigas depois para a faculdade de música.

Se não quiseres seguir para a faculdade, tens de, no mínimo, saber ler partituras com facilidade e dominar as técnicas de arco, como:

  • Pizzicato, ou beliscado (técnica consiste em tocas as cordas com os dedos, e não com o arco)
  • Vibrato, ou vibrado (esta é uma das técnicas mais importantes para todos os instrumentos de cordas. Consiste em fazer com que o som vibre e faça uma flutuação na afinação das notas. Existe o vibrato de dedo – usado em passagens rápidas, o vibrato de punho – é o mais comum, e o vibrato de braço – dá maior drama e paixão, muito usado quando queremos dar força ao trecho musical)
  • Col legno (é usada a parte de madeira do arco para tocar. Utilizamos esta técnica para produzir um som rangente)
  • Harmónicos, ou flautato (consiste em tocar com a polpa dos dedos ao de leve, em pontos estratégicos, para se conseguir notas mais suaves)
  • Corda dupla (quando se toca em mais do que uma corda ao mesmo tempo, para formação de acordes)

Estas são apenas algumas das técnicas que tens de dominar. Por isso, o estudo da viola de arco deve ser levado muito a sério, e quanto mais cedo começares, melhor!

Onde estudar para ser Violista?

Como vimos, um curso superior em música é imprescindível se estiveres com a ideia de entrar numa orquestra ou seguires uma carreira no ensino.

Portanto, reunimos aqui alguns cursos que te podem interessar. Ora vê!

Portugal:

Brasil:

Adoravas tornar-te músico de orquestra? O teu sonho é ser violista num projeto musical? Então não deixes de investir na tua formação, pois pode fazer toda a diferença no teu futuro profissional. Sucesso!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top