Violoncelista

Violoncelista

Resumo da profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Matérias relacionadas:

História da Cultura e das Artes Matemática Oficina de Artes

Idiomas:

Francês, Inglês, Latim, Português

O violoncelista é um músico profissional que faz apresentações tocando violoncelo. Este instrumento está sempre presente nos quartetos de cordas. Embora seja mais comum vermos este profissional na música clássica, ele pode estar presente em vários estilos e géneros musicais.

Este instrumento é considerado o tenor da família dos violinos, dando um corpo forte a qualquer música. Para os amantes de instrumentos de cordas, o violoncelo mostra-se como uma bela surpresa.

Embora muitos pensem que a música não pode ser olhada como uma profissão, a verdade é que existem várias pessoas que têm a música como uma fonte de rendimento. Portanto, se adoravas ser violoncelista profissional, estás no sítio certo!

Neste artigo, vamos mostrar-te tudo o que precisas saber para seguires esta carreira. Vais descobrir, aqui, por exemplo, como é o dia a dia deste músico, as saídas no mercado de trabalho, entre outras informações úteis para seguires esta profissão.

Vens connosco?

O que faz um Violoncelista?

O violoncelista é um músico que toca violoncelo em diversos eventos, a solo, em quartetos de cordas, orquestras, ou até em bandas de diversos géneros musicais. Embora associemos este instrumento à música clássica, hoje encontramo-lo em diferentes estilos musicais, como blues, jazz, entre outros.

Como todos os músicos, o estudo e o treino são contínuos. Esta é uma área que envolve uma aprendizagem contínua e, sem dúvida, quanto mais ensaios se fizerem, mais perfeitas são as apresentações ao vivo.

É caso para dizer que a prática leva à perfeição. Na música, assim como em todas as artes, é a prática que nos leva a um desempenho brilhante. Se quisermos ser virtuosos num instrumento, o estudo e o treino são essenciais.

Portanto, uma grande parte do dia dos violoncelistas é passada a tocar o seu instrumento, a praticar as músicas que vão ser apresentadas, a aprender novas técnicas ou até a conhecer novos estilos.

Violoncelo

O violoncelo, também chamado de grande violino ou rabecão (nome pelo qual era chamado até ao século XX), é um instrumento de cordas que está sempre presente em quartetos de cordas. Ele é afinado uma oitava abaixo da viola. Com um tom grave, ele é mesmo olhado como o tenor, ou barítono, da família dos violinos.

Apesar do seu tom mais grave, ele tem um alcance sonoro muito grande, podendo fazer a linha de baixo ou alcançar um registo agudo.

Este instrumento musical é tocado na posição vertical, apoiado nos joelhos, com um arco. Tem quatro cordas, sendo que estas são afinadas em quintas (Lá, Ré, Sol e Dó).

O violoncelo é maior do que o violino, mas mais pequeno que o contrabaixo. Pela sua grande versatilidade e alcance sonoro, o violoncelo é encontrado em apresentações a solo, em quartetos de cordas, orquestras de cordas, orquestras sinfónicas, orquestras de câmara, assim como em grupos de música de diferentes géneros.

Quais as suas funções

O violoncelista tem como função tocar violoncelo nas diferentes apresentações ao vivo, normalmente seguindo uma pauta (partitura) e as orientações do maestro (regente).

Como dissemos, o treino e o estudo fazem parte do dia a dia de qualquer músico. Além de estudar o reportório, estuda novas técnicas, assim como pesquisa outros músicos, sempre com o objetivo de ultrapassar os seus próprios limites e chegar à excelência.

Além do estudo em casa, existem vários ensaios por semana com os restantes músicos e com o maestro. Os ensaios são muito importantes para se definirem alguns aspetos da apresentação, fazerem-se ajustes nos arranjos, entre outros detalhes.

Outra das funções deste músico é a manutenção do seu instrumento. Além da limpeza, tem de perceber se existem peças que têm de ser ajustadas ou trocadas.

Em dias de atuação, prepara o instrumento e outros equipamentos acessórios (caso necessário). A chegada ao local da apresentação é feita horas antes, para que se faça o teste de som, permitindo que o técnico de som faça os ajustes necessários na mesa de som para que o resultado seja o esperado.

Durante o concerto, o violoncelista, assim como os restantes músicos, seguem sempre as orientações do maestro (exceto em casos que não necessitem da presença do maestro, como atuações a solo, participações em bandas de música, quartetos de cordas, entre outros).

Saídas no Mercado de Trabalho

O violoncelista profissional pode integrar orquestras sinfónicas, filarmónicas e de câmara, orquestras de cordas, quartetos de cordas, bandas de música, ou pode atuar como artista a solo, ou acompanhar artistas.

Embora o objetivo da maior parte dos músicos seja pisar um palco, existem outras possibilidades para aqueles que procuram alternativas no mundo da música. Sendo assim, como violoncelista, podes encontrar trabalho como:

  • Professor de música em escolas
  • Professor de violoncelo em conservatórios, escolas de música, em casa ou pela internet
  • Músico substituto
  • Músico de sessão (músicos que trabalham com editoras e gravam as partes de violoncelo para os álbuns de outros artistas)
  • Compositor (fazer músicas para outros artistas é também uma opção para os músicos)

Além destas opções, podes também fazer parte de óperas, teatros (musicais), ou até de programas de televisão que tenham músicos na sua equipa.

Como entrar na carreira de Violoncelista?

Como a maior parte dos violoncelistas tocam em orquestras, ter estudos superiores em música é essencial. Nas grandes orquestras, só os melhores músicos têm espaço, e a formação universitária mostra-se indispensável.

Como qualquer músico, o ideal é que se comece a aprender desde criança ou adolescente. A prática é muito importante e, por isso, quanto mais cedo começares, melhores serão os teus resultados.

Onde estudar para ser Violoncelista?

Como vimos, os estudos superiores em música são indispensáveis para quem quer fazer parte de qualquer orquestra. Além disso, se queres participar de grandes projetos, e tendo em conta que todos eles se desenvolvem a partir de partituras e da orientação de maestros, é importante teres conhecimentos de teoria musical.

Por isso mesmo, deixamos-te aqui alguns dos cursos que podes frequentar.

Portugal:

Brasil:

Se queres tornar-te um violoncelista de sucesso, então tens de te esforçar muito. Não é uma vida fácil (embora muitos achem que a vida de músico é só festa), mas quando gostamos do que fazemos, tudo vale a pena. Nós desejamos-te muito sucesso ao longo de toda a tua carreira.

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top