Viticultor

Viticultor

O viticultor produz as uvas. Ele trata de todo o processo, desde a preparação do solo, à colheita das frutas, as quais podem ser destinadas para o consumo, para produção de uvas passas, sumos e vinho.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Ar Livre
  • Ordenado Médio Mensal: Mínimo - 1000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Educação Física, Materiais e Tecnologias
  • Idiomas: Português

Este trabalho não é fácil. A vida é dura e muito corrida, mas também pode ser muito lucrativa. A produção de uva destina-se, a maior parte, para o vinho. Tendo em conta que este é um setor em crescimento, então podemos dizer que todo o trabalho vai valer a pena.

Se gostas da natureza, do trabalho no campo, do contacto direto com os frutos, então esta pode ser uma profissão muito aliciante! Além disso, se procuras um bom investimento, este é um setor a levar em consideração.

Queres saber mais? Então continua connosco, porque vamos contar-te tudo o que precisas saber para entrar nesta carreira com o pé direito!

O que faz um Viticultor?

O viticultor é a pessoa que produz as uvas para diversos fins, desde para o consumo da fruta in natura, para a produção de uvas passas, de sumo e de vinho.

O trabalho começa com a plantação das videiras. Assim que os bagos começam a crescer, é preciso subir arames e despontar (de forma manual ou mecânica). Nesta altura, é possível fazer a desfolha em determinados casos.

É preciso ter muita atenção, porque as videiras estão numa fase muito vulnerável. Por isso, é preciso estares sempre em monitorização constante, tendo em atenção os avisos meteorológicos e agrícolas da região.

O ideal é que os tratamentos das videiras sejam preventivos, para evitar a propagação dos fungos. Sempre que aparecerem fungos, é importante agires rapidamente, ou corres o risco de perder toda a produção do ano.

Os tratamentos podem ser biológicos, usando oligoelementos (cobre e enxofre), agro-químicos ou químicos. Claro que o tratamento escolhido tem de ser bem avaliado, e sempre que se recorre a algum tipo de químico, é preciso usá-lo com cautela e responsabilidade.

O tipo de tratamento, assim como a quantidade usada, depende muito do ano climático, do próprio clima, e da região.

Alguns insetos também representam um perigo para o crescimento saudável das uvas. É preciso estar sempre atento, fazer a contagem, e agir em conformidade sempre que se justifique.

Como vês, este não é um trabalho de plantação e colheita simples. O viticultor tem de estar todos os dias no campo, a fazer esta monitorização das videiras.

Viticultor vs. Vinicultor

Antes de seguirmos em frente, é importante deixar claro aqui que o viticultor e o vinicultor são profissionais diferentes. Embora o trabalho dos dois se complete, eles têm funções distintas.

O viticultor, como vimos, é aquele que cultiva as videiras e faz a colheita das uvas. Já o vinicultor é a pessoa que transforma as uvas em vinho. Então, o trabalho do vinicultor começa quando o trabalho dos viticultores termina.

Quando estes dois trabalhos se unem no mesmo espaço, falamos de vitivinicultura. É claro que, nestes casos, a estrutura tem de ser maior, e requer um número maior de trabalhadores.

Agora que já sabemos a diferença entre estes dois profissionais, vamos ver as funções que terás pela frente se quiseres seguir a carreira de viticultor.

Quais as suas funções

O viticultor tem como função principal a produção de uvas. No entanto, este é um trabalho que não é simples, e é dividido em várias etapas.

Primeiro ele tem de preparar o solo para depois plantar as videiras. À medida que as videiras vão crescendo, ele aplica as melhores técnicas de irrigação e controla regularmente o aparecimento de pragas, agindo sempre que for preciso.

É importante saber qual a melhor forma de cultivo para cada uma das variedades de uvas, assim como a melhor forma de colher as uvas.

Saídas no Mercado de Trabalho

O setor vitivinicultor está em crescimento, muito pela exportação de vinhos de mesa. Se antes o vinho do Porto era o único vinho exportado em grande quantidade para todo o mundo, hoje em dia o mercado global está a descobrir os bons vinhos (tintos, verdes e rosés) que se produzem em Portugal.

Sendo assim, se queres entrar na carreira de viticultor, encontras um mercado em expansão. Encontras facilmente trabalho em viticulturas, mas também tens a oportunidade de criar a tua própria produção.

É claro que exige um investimento, mas o Estado tem oferecido vários apoios para os jovens agricultores que querem enveredar por este setor.

Como entrar na carreira de Viticultor

Para seres viticultor, não precisas de nenhuma formação. No entanto, se queres ter um negócio rentável e lucrativo, é importante que tenhas conhecimentos na área, ou corres o risco de fazer tudo ao contrário!

Felizmente, já existem vários cursos de viticultura que te vão ensinar tudo o que precisas saber, desde o primeiro momento até à hora da colheita das uvas!

Nestes cursos, vais aprender, por exemplo:

  • Identificar castas e variedades vitícolas
  • Práticas culturais na viticultura
  • Sistemas culturais da vinha
  • Práticas agrícolas para proteger os recursos
  • Práticas de manutenção de fertilidade
  • Normas de qualidade e segurança alimentar
  • Legislação aplicada na viticultura
  • Épocas de cultivo
  • Riscos ambientais associados à produção de uva
  • Contributos para a biodiversidade
  • Conservar e melhorar o solo
  • Técnicas para proteger a qualidade da água
  • Máquinas usadas na viticultura

Onde estudar Viticultura

Portugal:

Brasil:

Se queres ser viticultor, então não deixes de seguir os teus sonhos. O caminho não é fácil, mas vai valer a pena cada segundo. Ver as videiras crescerem e encherem de verde as colinas não tem preço! É este viver no meio da natureza que faz esta profissão ser tão fascinante!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima