Acrobata

Acrobata

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Ordenado Médio Mensal:

Mínimo - 1000€

Empregabilidade:

Média

Disciplinas do secundario:

Educação Física História da Cultura e das Artes Oficina de Artes

Idiomas:

Português

O acrobata é um ginasta, ou artista de circo, que faz acrobacia. Ele tem destreza corporal fora do comum e é capaz de usar o seu corpo para fazer figuras de grande beleza, mas também arriscadas. Se tens boa condição física, sempre sonhaste em trabalhar no circo ou como ginasta, então esta é uma profissão que pode fazer-te muito feliz e realizado.

A acrobacia teve a sua origem no ano de 1.500 depois de Cristo, na Grécia Antiga, nos espetáculos que essa civilização tinha. 

“Akrobatos”, ou “Akros”, como eles chamavam, eram pessoas que dançavam nesses espetáculos e faziam jogos de equilíbrio, tanto com os pés, como com as mãos. Também a origem da palavra ginástica é da Grécia, “Gymnastiké”, a qual dizia respeito à arte de exercitar o corpo, tanto para ganhar agilidade, assim como para torná-lo forte. 

Uma profissão, então, milenar, a acrobacia é hoje vista como uma arte circense, mas também faz parte da ginástica olímpica. É possível seguir estas duas vertentes caso queiras tornar-te um acrobata.

Se queres saber mais sobre esta carreira, continua a ler este artigo porque vamos contar-te tudo sobre esta profissão. Vais aprender o que faz um profissional desta área no seu dia-a-dia, quais as suas funções, as possíveis saídas no mercado de trabalho, assim como o percurso que tens que fazer para seguir esta profissão.

Vamos?

O que faz um acrobata?

O acrobata faz acrobacia usando elementos como, por exemplo, pêndulos e trapézios, a alta altitude. Todos estes elementos usados pelos acrobatas transformam os números de acrobacia em cenas de tirar o fôlego. O domínio do corpo é essencial para executar estes números na ginástica, assim como no circo.

Ginástica acrobática

No que diz respeito à ginástica acrobática, este profissional trabalha arduamente para fazer séries coreográficas com acrobacias, as quais podem ser feitas em pares ou em grupo. A ginástica acrobática mistura a ginástica rítmica e artística.

Na acrobacia desportiva, o tempo e o equilíbrio são os dois elementos centrais. Para executar as várias acrobacias, os atletas têm de ter um controlo do seu corpo muito grande, estejam na base, ou nas posições superiores. A estabilidade e a força são essenciais para conseguirem fazer as séries coreográficas. 

Durante as provas, os ginastas têm de fazer certas figuras, diagonais e lançamentos (quando o atleta volante é lançado ao ar pelos atletas base). Cada posição tem de ser feita por, aproximadamente, 4 segundos.

Nas provas de grupo, os acrobatas têm de fazer quatro séries diferentes: 

  • Equilíbrio
  • Dinâmica
  • Combinada
  • Agilidade

As séries dinâmicas são, sem dúvida, aquelas que têm mais elementos de lançamento e são bem mais ativas e enérgicas do que as restantes. Já as séries de equilíbrio são mais estáticas e dão mais valor aos exercícios de força. As combinadas misturam as duas séries acima. 

Quanto às provas de agilidade, os acrobatas têm de fazer os exercícios com perfeição. Qualquer falha pode ser “fatal” para o resultado final.

Circo

No circo, o acrobata faz várias acrobacias, assim como demonstrações de ginástica acrobática, mas também fazem contorcionismo, cambalhotas, saltos, entre outros exercícios de força e equilíbrio. Nos seus números, eles usam vários elementos, como, por exemplo, o trampolim, as barras, bicicletas, animais, entre outros. 

Ao contrário da ginástica, que envolve sempre mais do que um atleta nas coreografias, no circo pode atuar sozinho. Existem números que são feitos no ar (com argolas, baloiços, por exemplo) e outros em terra.

Quais as suas funções

Na ginástica acrobática, os ginastas têm funções diferentes de acordo com a posição que ocupam. Em competição, os trios são sempre compostos por mulheres. Já os homens atuam em quadras. Todos os elementos têm uma posição e as suas funções variam de acordo com a posição adotada.

  • Base – O acrobata base é aquele que suporta os seus colegas. É ele que fica na base da estrutura e, por isso, é importante que seja o elemento mais pesado e mais forte do grupo.
  • Intermédio – Este atleta fica no meio. Ele é suportado pelo base, mas suporta os restantes acrobatas. Ele faz posições intermédias. Tem de ser mais leve que o atleta base.
  • Volante – Fica no topo da estrutura gímnica. Tem de ser bastante ágil e ter uma grande capacidade de controlo do seu próprio corpo. Tem de ser o elemento mais leve e baixo de todo o grupo.

No circo, os acrobatas adotam as mesmas posições e funções que os ginastas acrobáticos.

Saídas no Mercado de Trabalho

Como acrobata, podes trabalhar como ginasta acrobata, competindo em campeonatos, podes trabalhar no circo, como acrobata de circo, ou em espetáculos que envolvam acrobacias. Assim como em qualquer área na cultura, esta é uma profissão difícil, cujas oportunidades são poucas.

Como ginasta acrobata, a carreira é muito curta. O ideal é começar em criança, pois a carreira termina antes dos 30 anos, por causa do desgaste corporal. No circo a carreira é mais longa, mas os salários são baixos e a vida itinerante não é fácil.

Apesar de todas as dificuldades, esta é uma profissão entusiasmante e que pode fazer-te sentir muito realizado.

Além disso, podes mais tarde tornar-te treinador olímpico na área da ginástica acrobática.

Como entrar na carreira de Acrobata?

Para entrares na carreira de acrobata tens de começar os teus treinos físicos desde muito cedo. Como é preciso ter muita força muscular e bastante agilidade e flexibilidade, então o ideal é começar os treinos em ginástica acrobática desde criança. Tens de ter muito controlo do teu corpo, e isso exige muito treino.

Se quiseres seguir a carreira desportiva, tens de te inscrever numa escola de ginástica para atletas. Se quiseres entrar no circo, deves procurar um para fazeres um casting.

Existem algumas oportunidades em espetáculos de artistas e musicais, por exemplo. Deixa o teu currículo em empresas que façam a “ponte” para esse tipo de contratos.

Onde estudar para acrobata?

Portugal:

Brasil:

Queres investir seriamente na tua carreira como acrobata? Então esforça-te, dedica-te muito, treina bastante, porque vai valer a pena. Com toda a certeza vais ter muito sucesso na vida.

Partilhar Post

2 comentários em “Acrobata”

  1. Moisés regio silva

    oiiii meu nome é Moisés, tenho 18 anos moro em uma cidade pobre em bacabal. e quero muito ter a oportunidade de see um acrobata. participa de olipiada e show so preciso de uma oportunidade

    1. Guia das Profissões

      Olá Moisés.

      Agradecemos muito o testemunho. Gostamos sempre de conhecer as opiniões e expetativas dos nossos visitantes.

      Estamos certos de que vais cumprir o teu sonho de ser Acrobata. Aproveita as nossas dicas e lê, com especial atenção, a parte sobre “Como entrar na carreira de Acrobata?” para encontrares alguma orientação sobre o que podes fazer nesse sentido.

      Ficamos a torcer por ti!

      Obrigado e felicidades.

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top