Antipodista

Antipodista

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Ordenado Médio Mensal:

1000€ - 1500€

Empregabilidade:

Média

Disciplinas do secundario:

Educação Física Materiais e Tecnologias Oficina de Artes

Idiomas:

Inglês, Português

O antipodista é um artista que é mestre em fazer malabarismo com os pés. Enquanto os malabaristas usam, maioritariamente, as mãos, os antipodistas têm uma destreza única nos pés, permitindo-lhe especializar-se neste tipo de malabarismo.

O mundo das artes apaixona muitos jovens e as possibilidades são muitas. Enquanto uns gostam mais de música, outros preferem o teatro, a dança, e há quem se entregue de corpo e alma às artes circenses. 

Sem dúvida, o mundo do circo é cheio de mistério e magia. Por essa razão, muitos jovens ficam curiosos para saber como é viver e trabalhar num circo. 

Se tens curiosidade para entender como é o trabalho num circo, mais precisamente o trabalho de um antipodista, então estás no sítio certo! 

Aqui vamos mostrar-te o que faz um antipodista, quais as funções que tem no seu dia a dia, quais são as saídas no mercado de trabalho e tudo o que precisas fazer para entrar nesta belíssima carreira.

Vamos?

O que faz um Antipodista?

O antipodista faz malabarismo com os pés. Para isso ele usa vários objetos, os quais vão desde pratos, bolas, cilindros, entre tantos outros. A imaginação é o limite, até porque consegues fazer malabarismo com uma infinidade de coisas. O mais importante é inovar.

O mundo artístico não é, nem pode ser, estático. O público procura sempre números novos, elementos novos no palco, que o deixe surpreso. 

Quando vamos ver qualquer espetáculo, estamos sempre à espera de algo diferente. Afinal, qual seria a graça de assistir a dois espetáculos exatamente iguais? Por isso, os artistas de circo, incluindo os antipodistas, têm sempre de trabalhar em coisas novas que tragam surpresa e novidade ao público. 

O antipodista pode fazer as apresentações sozinho, ou então com outros artistas, como equilibristas, malabaristas, partners, entre outros.

Quais as suas funções

O antipodista tem como função entreter o público durante as suas apresentações. Como qualquer artista, o público é sempre prioridade. É para ele que criamos, que inovamos, que evoluímos. 

Sendo assim, o dia a dia do antipodista passa muito pelo planeamento do espetáculo, na escolha da trilha sonora que vai acompanhar a apresentação, os figurinos, assim como na elaboração de novos números. 

Os treinos são, assim, essenciais. Estes treinos têm de ser diários. Como falamos de uma arte com o corpo, é muito importante não te descuidares. Por isso, treinos de várias horas, todos os dias, são o ponto-chave deste trabalho. Sem treino seria impossível fazeres uma boa apresentação. 

Saídas no Mercado de Trabalho

O antipodista é um artista de circo. Por isso, a maior parte das oportunidades de trabalho são nos circos. No entanto, como qualquer artista, pode fazer a sua arte em outros eventos, como festas temáticas, infantis, feiras medievais, teatro, entre outros eventos culturais e artísticos. 

Apesar de poderes trabalhar em diversos contextos, a verdade é que as ofertas de trabalho não são muitas, principalmente se quiseres algum tipo de estabilidade e segurança. 

O mundo artístico é muito instável e oferece poucas vantagens sociais. A maior parte dos artistas são freelancers, trabalhadores independentes. Por isso, as regalias sociais que advêm de um contrato de trabalho não existem. 

Não há subsídio de férias, de natal, trabalho garantido… No entanto, podes escolher os trabalhos que queres fazer, para quem queres trabalhar, e quando trabalhar. 

Como em tudo na vida, existem os prós e os contras. Por isso, o mais importante é que te sintas feliz no teu trabalho e que gostes realmente da tua profissão. 

Como entrar na carreira de Antipodista?

Se queres seguir a carreira de antipodista, o nosso conselho é que frequentes uma escola de circo. Embora não seja obrigatória uma formação, pois podes aprender a arte por ti mesmo, é bom teres uma noção das várias artes circenses. 

Este conhecimento do meio artístico vai ajudar-te a teres uma noção mais clara de espetáculo e podes criar uma apresentação muito melhor se conseguires ver além do antipodismo em si. 

Além disso, vais conhecer muitas pessoas do meio artístico que te podem ajudar bastante a entrar no mercado de trabalho. Os professores são um pilar na vida dos alunos e quando encontram alguém que seja talentoso, podem recomendar para companhias de circo, por exemplo.

Como tal, não deixes de ponderar inscrever-te numa escola de circo ainda hoje. Acredita que vai valer a pena e pode fazer a diferença na tua vida. 

Para te ajudar, selecionamos aqui algumas das melhores escolas circenses que existem em Portugal e no Brasil. 

Onde estudar para Antipodista?

Portugal:

Brasil:

Gostaste da profissão de antipodista? Sempre quiseste trabalhar com arte e tens uma habilidade enorme com o teu corpo? Então não desistas dos teus sonhos e trabalha muito para conseguires tudo aquilo que queres. Nós, do Guia das Profissões, desejamos que tenhas muito sucesso na tua carreira profissional. 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top