Aquaponia

Aquaponia

A Aquaponia é o cultivo de plantas e a produção de peixes em conjunto. Trata-se de uma cultura amiga do ambiente e da saúde, pois recorre aos ciclos naturais para usar os desperdícios dos peixes para alimentar as plantas. Vem descobrir tudo sobre esta área profissional…

  • Modalidades: Presencial, Ar Livre
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Baixa
  • Tipo de trabalho: Trabalho Solitário, Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Matemática, Materiais e Tecnologias
  • Idiomas: Português

Somos o que comemos, costuma-se dizer para falar da alimentação saudável. Ora, quando as pessoas se preocupam cada vez mais com este assunto, a Aquaponia surge como uma resposta a esse desejo.

Este tipo de produção trata do cultivo de peixes e plantas juntos num sistema fechado de circulação de água. Portanto, baseia-se nos ciclos biológicos naturais para fornecer alimentos frescos e livres de pesticidas e de produtos químicos.

A Aquaponia está em rápido crescimento, pois pode garantir alimentos de boa qualidade e que, além do mais, podem ser cultivados em qualquer local durante todo o ano.

Por outro lado, evita desperdícios de água, pois consegue poupar até 90% da que é utilizada.

A prática vem do tempo dos Astecas que já criavam plantas em lagos com peixes em ilhas artificiais.

Atualmente, vários países da América e do Médio Oriente, por exemplo, recorrem a ela para fazer face à escassez de água.

Mas vem daí saber mais sobre esta área tão desafiante…

O que é a Aquaponia

A Aquaponia junta os princípios da Aquicultura com a Hidroponia que é o cultivo de plantas sem usar o solo. Assim, os peixes são produzidos em tanques de aquacultura, cuja água é utilizada para alimentar as plantas.

A produção ocorre dentro de um circuito fechado de água onde o único elemento externo é a comida de peixe.

Portanto, a Aquaponia imita os ciclos biológicos de lagos, rios e cursos de água. Os dejetos dos peixes são, assim, transformados por bactérias em nutrientes que ajudam as plantas a crescer.

Quando as plantas comem esses nutrientes, purificam a água do circuito, deixando-a mais limpa para regressar aos tanques dos peixes. Assim, estes podem crescer de forma saudável.

Como funciona um sistema Aquapónico

A Aquaponia não usa químicos, mas recorre aos resíduos dos peixes como adubo orgânico, uma vez que são ricos em nitrogénio.

Trata-se de uma solução mais sustentável do que a Agricultura tradicional, pois permite cultivar mais alimentos, com menos água, menos terra e menos mão-de-obra.

O que faz um técnico de Aquaponia

O trabalho em Aquaponia requer uma boa dose de saberes técnicos e muita preparação. Portanto, um técnico desta área deve conhecer todas as fases do processo.

Assim, cabe-lhe zelar pela alimentação dos peixes e pelo bom estado das plantas. Deste modo, precisa de estar sempre com atenção ao sistema, pois será importante detetar falhas o quanto antes para evitar perdas.

Mas, na verdade, um sistema aquapónico é bastante sustentável e não requer de muita monitorização.

Contudo, o trabalho pode não se limitar ao terreno. Se for o proprietário do projeto, também terá funções administrativas e comerciais.

Mas vem entender como funciona um sistema aquapónico…

Como montar um Sistema de Aquaponia

Um Sistema de Aquaponia é constituído por um tanque de aquacultura para criar os peixes e por um módulo para cultivo dos vegetais. As duas partes estão separadas, mas ligam-se por um sistema de bombeamento que faz circular a água entre elas.

Além disso, também é preciso incluir uma área de filtragem dos resíduos mais grossos, pois é fundamental garantir a boa qualidade da água do sistema.

Mas o primeiro passo para instalar um Sistema Aquapónico passa por planear tudo ao detalhe. Portanto, deve-se considerar a localização, os equipamentos, as espécies de peixes e de vegetais a produzir.

Os vegetais de folha verde, como, por exemplo, alface, espinafre, e as ervas aromáticas, ou os morangos são os produtos hortícolas mais adequados.

No que se refere aos peixes, há várias espécies, sejam para consumo alimentar ou para ornamentar um lago ou aquário.

Vem agora entender como é a rotina de trabalho…

Quais as suas funções

A principal preocupação de quem trabalha em Aquaponia é alimentar peixes e plantas, pois é importante garantir que crescem de forma saudável.

No que se refere aos peixes, é preciso ter o cuidado de usar as quantidades corretas. A alimentação deve ser dada em função do número de peixes, pois o excesso pode provocar o aparecimento de microrganismos indesejados.

Além de vigiar o bom crescimento das plantas, também precisa de ter atenção ao bom funcionamento do sistema, por exemplo para controlar a temperatura e o pH da água. É importante evitar falhas no processo.

Outra tarefa fundamental para um técnico de Aquaponia é a limpeza do sistema, pois é necessário evitar a excessiva acumulação de sujidades.

Mas um dos grandes desafios da Aquaponia é quando surge alguma praga, uma vez que não pode recorrer a produtos químicos.

Portanto, nestes casos, os técnicos usam predadores ou inimigos naturais que podem ser, por exemplo, biológicos, ozono ou radiação ultravioleta, entre outros.

Fica connosco para saberes o que podes esperar do mercado de trabalho nesta área…

Saídas no Mercado de Trabalho

Em Portugal, a Aquaponia está ainda pouco desenvolvida, mas acredita-se que pode ter muito potencial de desenvolvimento nos próximos anos.

A atividade está entre as profissões da área da agricultura com maior crescimento previsto para as próximas décadas. Um dado que surge à boleia do crescente interesse pela alimentação saudável e sem químicos e da promoção do uso mais sustentável da água.

Os produtores podem vender diretamente ao consumidor, mas também a supermercados, restaurantes ou outros espaços comerciais.

Em termos de saídas profissionais para os técnicos desta área, é preciso dizer que os empregos não abundam. Os sistemas de Aquaponia não precisam, por norma, de muita mão-de-obra, o que limita as oportunidades de trabalho.

Contudo, os especialistas em Aquaponia não trabalham apenas na produção de alimentos. Assim, podem também trabalhar na instalação de sistemas aquapónicos em clientes domésticos ou em produtores agrícolas e/ou industriais.

Mas vê como podes dar os primeiros passos nesta área…

Como entrar na Aquaponia

Há pessoas que chegam, quase acidentalmente, à Aquaponia. Há quem comece por trabalhar em Gestão Ambiental ou Engenharia Ambiental antes de chegar a esta área.

E há também quem comece por criar sistemas de Aquaponia caseiros, mais por brincadeira do que por interesse profissional. Mas alguns acabam por resolver dedicar-se à área como profissão.

Quem quer começar a trabalhar nesta área deve começar por procurar formação técnica adequada, pois sem ela será complicado encontrar oportunidades de emprego.

Para quem quer aventurar-se num negócio próprio, ter uma boa ideia ajuda muito, mas não é tudo. É preciso fazer muita pesquisa, mas também muito planeamento.

Por outro lado, a Aquaponia exige muita paciência e uma boa almofada financeira, pois requer um investimento inicial cujo retorno pode demorar a chegar.

Portanto, o sucesso nesta área requer uma combinação de persistência, foco e conhecimento.

Onde estudar Aquaponia

Há algumas ações de formação e workshops sobre Aquaponia. Mas o tema também é abordado em cursos dedicados à Aquacultura. Contudo, não existem muitos cursos extensivos nesta área.

Porém, vão surgindo formações organizadas em parceria com instituições científicas ou com institutos de investigação que deves aproveitar.

Um bom curso deve ensinar-te técnicas e métodos, bem como aspetos teóricos. Portanto, deves ficar preparado para planear e instalar um Sistema de Aquaponia, bem como para cuidar da sua manutenção e exploração.

Assim, fica com as seguintes opções de cursos de Aquaponia que te podem interessar…

Portugal:

Brasil:

Agora que já sabes o que é a Aquaponia e o que faz um profissional desta área, já podes decidir se é a escolha certa para ti. Mas tens de perceber que requer muito empenho e paciência para atingir resultados. Daqui só podemos desejar-te muito sucesso.

Partilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top