Aramista

aramista

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial, Ar Livre

Matérias relacionadas:

Educação Física Materiais e Tecnologias Oficina de Artes

Idiomas:

Inglês, Português

O aramista, também conhecido como funâmbulo, é um artista que se equilibra no arame e faz vários números em cima dele. Ao contrário do equilibrista, este só faz apresentações em arame, e não noutros elementos. 

Qualquer criança que assista a um espetáculo de circo fica deslumbrada (e adultos também). É normal que os mais novos sintam uma vontade enorme de experimentar alguns números e que “cultivem” o sonho de trabalhar mais tarde num circo.

Sem dúvida, os espetáculos têm uma grande dose de magia, de encanto, de um mundo maravilhoso que atrai todos. 

A bem da verdade, este mundo é mágico mesmo. Não há como negar a grandiosidade de um espetáculo com vários artistas de circo, desde equilibristas, acrobatas, palhaços, mágicos, trapezistas, argolistas, assim como tantos outros. São tantos e tão bons que é impossível não ficar apaixonado. 

O aramista é um desses artistas, que nos deixa de “queixo caído” sempre que faz um movimento mais perigoso e consegue não cair do arame. 

Se gostavas de seguir uma profissão ligada à arte, ao circo, e tens um grande domínio do teu corpo, então não podias estar em melhor lugar. 

Neste artigo vamos mostrar-te tudo sobre a profissão de aramista para que possas entrar na carreira com o pé direito. 

Vem connosco!

O que faz um Aramista?

O aramista, ou funâmbulo, faz apresentações em cima de um arame (corda bamba, maroma) esticado e preso nas duas pontas, normalmente a grande altitude. Ao contrário do equilibrista, ele só faz apresentações em cima do arame (corda). É uma profissão com algum risco, por ser feita a grande altitude.

O funambulismo (a arte do aramista) baseia-se no equilibrismo. Portanto, se quiseres praticar esta arte circense, tens de ter uma grande habilidade corporal, principalmente o equilíbrio. 

Quais as suas funções

O aramista é um artista de circo e, por isso, a sua função principal é entreter o público durante a apresentação. Qualquer artista, seja ele qual for, tem de ter como prioridade as pessoas que estão a assistir. Elas têm de sentir que valeu a pena aquele momento.

Sendo assim, o argolista tem de pensar em fazer um bom espetáculo e não só em fazer com perfeição o seu número nas argolas.

Pensar em figurinos, coreografias, elementos a incluir nos números, são apenas alguns dos aspetos que têm de ser tidos em consideração.

Além de planear as atuações ao detalhe, o aramista tem de treinar bastante. Como qualquer desporto e arte, os treinos são essenciais. Sem dúvida, os números só conseguem ser perfeitos se forem repetidos vezes e vezes sem conta. 

Portanto, o dia a dia dos aramistas é muito cansativo, exigente, mas a verdade é que chegam ao fim do dia com o coração cheio, com a sensação de dever cumprido. 

Saídas no Mercado de Trabalho

O aramista é um artista de circo. Por isso, as ofertas de trabalho resumem-se, em regra geral, aos circos. Como o mundo circense tem mudando bastante nos últimos tempos, é mais fácil conseguir uma oportunidade.

Enquanto antes o circo era quase que um negócio familiar, hoje em dia os circos são espetáculos diversificados que se abriram para novos talentos. Essa é uma consequência da profissionalização dos artistas de circo, que fizeram com que se exigisse mais dos artistas.

Sendo assim, os proprietários dos circos foram “obrigados” a procurar talentos fora do grupo familiar. 

Além dos circos, poderás participar de alguns eventos artísticos e culturais que contratem aramistas. Apesar de ser mais raro, existe sempre essa possibilidade. No entanto, estes trabalhos são esporádicos e temporários, não oferecendo tanta segurança quanto um lugar numa companhia circense. 

Como entrar na carreira de Aramista?

Se queres seguir a carreira de aramista, a melhor maneira de aprenderes esta arte é numa escola de circo. O ideal é que já tivesses aprendido esta arte desde criança. No entanto, nunca é tarde para aprender e praticar. 

Se já és um jovem, então o nosso conselho é que te inscrevas já numa escola de circo. Além de aprenderes os exercícios em arame, vais ter a oportunidade de aprender outras artes circenses, como, por exemplo, malabarismo, equilibrismo, entre outras. 

A vantagem é que vais conhecer várias pessoas do meio, as quais podem abrir-te muitas portas no mercado de trabalho. 

Onde estudar para Aramista?

Portugal:

Brasil: 

Fazer belas apresentações em cima de um arame, ou uma corda, sempre te deixou deslumbrado? O teu sonho é trabalhar num circo? Então não deixes de lutar pelo teu sonho porque a profissão de aramista pode, sim, ser aquela que tanto procuravas. Nós, da equipa do Guia das Profissões, desejamos-te muito sucesso para a tua vida profissional.

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top