Auxiliar de Apoio Domiciliário a Idosos

Auxiliar de Apoio Domiciliário a Idosos

O auxiliar de apoio domiciliário a idosos é um profissional qualificado que presta serviços de apoio aos mais velhos, e mais carentes, ao domicílio. Como existe falta de profissionais qualificados nesta área, é uma excelente oportunidade de emprego para aqueles que estão à procura de algo na área social.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial, Ar Livre
  • Ordenado Médio Mensal: Mínimo - 1000€
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Materiais e Tecnologias, Psicologia
  • Idiomas: Inglês, Português

Além de prestarem serviços ao domicílio, eles também atuam em instituições de apoio e abrigo de pessoas idosas, como lares e centros de dia. O objetivo dos auxiliares de apoio domiciliário a idosos é zelar pelo bem-estar dos mais velhos a todos os níveis, desde físico, a psicológico e social.

Se gostas de ajudar aqueles que mais precisam, e se tens um carinho especial pelas pessoas mais velhas, então esta pode ser uma boa oportunidade de carreira. Sem dúvida, como existem cada vez mais idosos, por causa do aumento da esperança média de vida, existe uma procura crescente de profissionais qualificados na área.

Queres saber mais sobre esta profissão? Então continua connosco e sabe tudo sobre esta profissão!

O que faz um Auxiliar de Apoio Domiciliário a Idosos?

O auxiliar de apoio domiciliário a idosos presta apoio às pessoas de idade carenciadas no conforto do seu lar.

Muitos idosos vivem sozinhos e, por isso, não conseguem fazer todas as tarefas domésticas, e até de cuidados pessoais. Sendo assim, o auxiliar vai até casa desses idosos e ajuda-os a fazer as tarefas do dia a dia, como tomar banho, limpar a casa, passear, ir ao médico, entre outras.

Além de ajudarem nas tarefas do dia a dia, eles têm um papel fundamental no emocional dos mais velhos, até porque muitos não convivem com ninguém, e os auxiliares são as únicas pessoas com quem falam e socializam.

Por isso, é muito importante que tu sejas uma pessoa alegre, bem-disposta, gentil e amável, capaz de tornar o dia destas pessoas mais feliz.

Quais as suas funções

Enquanto auxiliar de apoio domiciliário a idosos, tu vais ser responsável pelo seu bem-estar e por assegurar a sua qualidade de vida. Como muitas pessoas de idade não conseguem fazer as suas tarefas sozinhas, tu vais ajudá-las, para que a velhice não tenha de ser um fardo pesado demais para suportar.

Sendo assim, de entre as diferentes tarefas que podes fazer, falamos aqui, por exemplo, de:

  • Dar banho
  • Fazer as refeições e ajudar os idosos que não conseguem a comer
  • Limpar a casa
  • Tratar das roupas
  • Ajudá-los a moverem-se na casa, quando não o conseguem fazer sozinhos
  • Tratar de feridas e chagas na pele
  • Assegurar que tomam os medicamentos certos, na hora certa
  • Acompanhar os idosos a passeios higiénicos
  • Animar os mais velhos
  • Acompanhar as pessoas de idade ao hospital e centros de saúde

Saídas no Mercado de Trabalho

Como já dissemos, a população está a envelhecer de ano para ano. Os avanços na medicina são tantos que a esperança média de vida aumenta regularmente e, com toda a certeza, essa tendência vai-se manter. Isto fez com que os mais velhos durassem mais tempo e, por isso, a necessidade de cuidados especiais é maior.

Tendo em conta o panorama familiar atual, com os filhos com casa própria, trabalho, e também eles com filhos, é difícil garantirem os cuidados aos mais velhos. Por isso, os auxiliares de apoio domiciliário a idosos mostram-se peças importantes no bem-estar destas pessoas.

Além de trabalharem no apoio ao domicílio, eles também podem trabalhar em:

  • Lares
  • Centros de dia
  • Residências Geriátricas
  • Centros de noite
  • Centros comunitários
  • Clínicas privadas
  • Centros de acolhimento
  • Serviços hospitalares
  • Casas de repouso

Se quiseres seguir esta profissão, podes trabalhar para empresas dedicadas aos cuidados a idosos, para instituições sociais de apoio estatais, ou então podes optar por exercer a profissão como profissional liberal.

Como entrar na carreira de Auxiliar de Apoio Domiciliário a Idosos

Para seres auxiliar de apoio domiciliário a idosos, precisas de ter uma formação na área, na qual vais aprender a prestar todos os cuidados a pessoas de idade, assim como a pessoas com dificuldades motoras e psíquicas.

Sendo assim, vais aprender a ajudar os mais velhos nas suas atividades do dia a dia, como, por exemplo:

  • Cuidados de Higiene
  • Mobilização e transferências de lugar (especialmente em casos de idosos acamados ou com limitações motoras)
  • Cuidados com a pele (no caso de pessoas acamadas em particular, pela alta probabilidade de virem a desenvolver chagas)
  • Cuidados de alimentação
  • Primeiros Socorros

Para poderes fazer este curso, precisas ter, no mínimo, 18 anos, e o 9º ano de escolaridade.

Normalmente, o curso de auxiliar de apoio domiciliário a idosos tem uma duração de 120 h, e inclui mais 120h de estágio, embora este possa ser opcional.

Existem cursos em modalidade presencial (em sala de aula), mas já existem ofertas de cursos e-learning (à distância, pela internet).

O importante é que tires o curso numa entidade formadora que seja acreditada pela DGERT e que te dê acesso ao certificado de formação profissional no Sistema SIGO.

Vê então aqui em baixo algumas das opções!

Onde estudar para Auxiliar de Apoio Domiciliário a Idosos

Portugal:

Brasil:

Queres seguir a carreira de auxiliar de apoio domiciliário a idosos? Então não deixes de procurar um curso que te dê as ferramentas para exerceres esta profissão de forma correta. Vais ver que vale a pena todo o esforço, e ver o sorriso na cara das pessoas de idade não tem preço, com toda a certeza!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima