Cortador de vidro

Cortador de vidro

O cortador de vidro é o responsável pelos processos de corte e acabamento em vidros e cristais. Trata-se de uma profissão associada a uma indústria que é considerada tradicional em países como Portugal. Mas anda descobrir mais sobre a atividade…

Outros nomes para esta profissão: operador de corte de vidro

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: Mínimo - 1000€
  • Empregabilidade: Baixa
  • Empregabilidade: Trabalho Solitário, Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Geometria Descritiva, Materiais e Tecnologias, Oficina de Artes
  • Idiomas: Português

A indústria vidreira é uma das artes tradicionais em Portugal. A atividade tem forte tradição em zonas do norte do país, como, por exemplo, Oliveira de Azeméis, onde ainda atualmente existem fábricas a produzir peças artesanais.

Aquela cidade acolheu a primeira fábrica de vidro de Portugal e continua a produzir peças como, por exemplo, jarras, presépios, fruteiras e pratos decorativos.

O cortador de vidro precisa de ter muita atenção ao detalhe, bem como um grande rigor e precisão. A habilidade manual é fundamental, mas a capacidade de autocontrole e a força mental também são essenciais.

Mas vem saber um pouco mais sobre esta profissão tão particular…

Quanto ganha um cortador de vidro

Em Portugal, não há muitas oportunidades de emprego para cortadores de vidro. Mas os salários podem rondar os 800 euros, considerando que as pessoas menos experientes ganham pouco mais do que o ordenado mínimo.

No Brasil, os valores andam numa média de 1500 reais. Todavia, os valores variam muito em função do setor de atividade e da própria experiência do profissional.

Nalgumas áreas, chega a haver falta de profissionais, apesar de poderem existir salários apelativos, pois há poucas pessoas interessadas em operarem certas ferramentas e em carregarem pesos.

O que faz um cortador de vidro  

O trabalho do cortador de vidro é efetuar o corte de vidros, vitrais, espelhos, bem como de outros materiais semelhantes. Mas além disso também pode ser responsável pela montagem e instalação de estruturas deste tipo.

Pode parecer que a profissão passa pelo puro e simples corte de vidro, mas abrange vários outros aspetos. E de resto, saber como cortar o vidro não é tão básico como parece.

Um cortador de vidro tem de ter pleno conhecimento dos vários tipos de materiais existentes, de modo a aplicar as melhores técnicas.

Principais tipos de vidro

Conhecer os diversos tipos de vidro é fundamental para executar um bom trabalho. Descobre mais sobre o assunto…

Vidro Laminado

É um dos tipos de vidros mais tradicionais e é muito utilizado, por exemplo, em coberturas e fachadas, em portas e janelas.

Uma das suas virtudes é ser bastante resistente, pois inclui uma película plástica.

Vidro Temperado

Trata-se de um tipo de vidro muito resistente, pelo que é bastante utilizado em boxes de duche. Também é usado em portas, vitrines, divisórias, fachadas e móveis.

É considerado menos perigoso do que outros tipos de vidro, pois fragmenta-se em pequenos pedaços quando quebra, o que reduz os riscos de ferimentos.

Vidro Multilaminado

Muito usado em tampos de mesa e em balcões, este tipo de vidro é muito resistente. Por isso, aguenta pancadas fortes com objetos como martelos e outros.

Portanto, é uma solução que costuma ser usada para situações que exijam a sustentação de mais peso.

Vidro Temperado-Laminado

Esta solução é uma espécie de dois em um, pois tira partido das vantagens dos dois tipos de vidro. Assim, oferece a resistência do vidro temperado, bem como a segurança do vidro laminado.

Além disso, também protege melhor contra o desgaste dos materiais que é provocado pelo sol, sendo usado em pisos de vidro e em visores de piscina, entre outras infraestruturas.

Agora que percebeste um pouco mais sobre os tipos de vidro, continua a ler para entrar mais a fundo na profissão de cortador de vidro…

Quais as suas funções

As funções de um cortador de vidro podem passar pelo corte, furação e lapidação de vidros. Mas tudo depende da área de atividade onde trabalho.

Em alguns setores, como, por exemplo, na indústria vidreira, há uma atribuição de funções muito específicas a cada profissional. Contudo, nalgumas áreas, os trabalhadores têm de ser multidisciplinares, acumulando diversas funções relacionadas.

De qualquer modo, o cortador de vidro deve controlar todos os processos de corte relacionados com vidros e cristais. Portanto, também lhe compete fazer tarefas como a seleção das ferramentas e equipamentos a utilizar.

Dicas sobre os tipos de cortador de vidro e como os usar

Saídas no Mercado de Trabalho

As saídas profissionais para cortadores de vidro podem variar muito de país para país. Assim, se em Portugal, não há assim tanta procura, no Brasil, há regiões com uma oferta interessante de emprego nesta área.

Estes profissionais podem trabalhar em vários setores de atividade, desde o setor automóvel, por exemplo na reparação e colocação de vidros, até ao setor industrial, em empresas de fabrico de artigos de vidro.

Mas também podem atuar no comércio de retalho ou varejo especializado, bem como em lojas e empresas de decoração, de lapidação, de vitrificação e de trabalhos em cerâmica, louça, vidro e cristal.

Os serviços de montagem de móveis ou de instalação de portas, janelas, divisórias e armários podem igualmente precisar destes profissionais especializados.

Como entrar na carreira de cortador de vidro

A melhor forma de entrar na profissão é com uma formação especializada. Portanto, procura um curso que te permita conhecer as técnicas de corte de vidro, bem como as ferramentas utilizadas.

Algumas formações incluem estágios em contexto de trabalho que podem abrir as portas a um emprego na área. Contudo, também há vidraçarias que contratam recém-formados para trabalharem como ajudantes.

Esta é uma boa forma de ganhar experiência, uma vez que permite ter contacto direto com o dia-a-dia de um cortador de vidro.

Todavia, a melhor dica para conseguires trabalhar nesta área passa por não esperar que a sorte bata à porte. Procura soluções, sejam elas de formação, sejam de oportunidades. Mas também podes criar a tua própria solução, com o teu negócio próprio.

Onde estudar para cortador de vidro

Há falta de cursos especializados para o setor vidraceiro em Portugal. Pelo contrário, no Brasil há diversas oportunidades de formação.

O essencial na hora de escolher um curso é que procures opções bem práticas. Assim, é fundamental poder manusear as ferramentas e os equipamentos, pois isso reforça a qualidade da aprendizagem.

Espreita na continuação algumas alternativas de cursos que te podem interessar…

Portugal:

Brasil:

Agora que sabes o que é preciso para ser cortador de vidro, só tens que decidir que caminho vais seguir. Mas para encontrares o trabalho que desejas tens que ter uma boa formação e muita resiliência. Vai com força e confiança!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima