Educador Financeiro (Coach Financeiro)

Educador Financeiro (Coach Financeiro)

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Teletrabalho, Presencial

Matérias relacionadas:

Economia Matemática Psicologia

Idiomas:

Inglês, Português

O educador financeiro, ou coach financeiro, é um profissional muito requisitados atualmente. O seu objetivo é ensinar os outros a terem uma boa relação com o dinheiro, ou seja, transmite-lhes ensinamentos da educação financeira.

Embora muitas pessoas pensem que sabem gerir corretamente o seu dinheiro, a verdade é que a maior parte não tem uma relação sustentável com o dinheiro.

Basta pensar na quantidade de pessoas que vive à base de créditos. Será que estar sujeito a créditos para tudo é saudável financeiramente? Não é, mas muitos não veem problemas nisso.

O problema fica visível quando deixam de ter rendimentos suficientes para cobrir todas as despesas. E é nesse momento que acabam por perceber que cometeram muitos erros na gestão do seu dinheiro e património.

O coach financeiro evita que as pessoas passem por esses momentos de “aperto”, além de ajudá-las a rentabilizar o dinheiro que ganham.

Se gostas da área financeira e se adoravas ajudar outras pessoas, esta pode ser a profissão que tanto procuras.

Neste artigo, vamos mostrar-te tudo o que precisas saber para entrares nesta carreira com o pé direito.

Vens connosco?

O que faz um Educador Financeiro (Coach Financeiro)?

O educador financeiro, também conhecido como um coach financeiro, ajuda pessoas (singulares ou empresas) a lidarem com as suas finanças da forma correta, ou seja, com inteligência, ou educação financeira.

Vale a pena referir, aqui, que esta profissão não é a de consultor financeiro. Embora as duas carreiras tenham como objetivo melhorar a qualidade financeira, o consultor atua na resolução de problemas existentes nas finanças.

Sabe mais sobre a profissão de Consultor Financeiro

Já o coach financeiro trabalha nos comportamentos e hábitos, para que as pessoas aprendam a mudar os seus padrões e a adotar hábitos saudáveis em relação às finanças.

Quais as suas funções

O educador financeiro, como dissemos, tem como função ensinar as pessoas a lidar com o seu próprio dinheiro. Ele vai avaliar como as pessoas se relacionam com o dinheiro para depois educá-los financeiramente, ou seja, para ajudá-los a mudar hábitos e comportamentos que prejudiquem as suas finanças.

Sendo assim, o coach financeiro realiza o diagnóstico dos padrões financeiros da pessoa e estimula-a a adotar hábitos económicos “saudáveis”.

Nos encontros que tem com os seus alunos, presenciais ou online, ele ensina algumas práticas financeiras essenciais, as quais permitem que os educandos desenvolvam uma boa relação com o dinheiro.

O objetivo é que, depois do acompanhamento, os alunos sejam capazes de se sentirem mais “leves” quando o assunto é o comportamento económico, ao saberem que estão a adotar comportamentos e hábitos que valorizam a gestão financeira.

Ao contrário do consultor financeiro (o qual é contratado sempre que existe um problema ou um momento mais difícil), o educador financeiro prepara os seus alunos para que estes façam a gestão financeira por conta própria, ou seja, para que eles adotem os ensinamentos e sejam capazes de lidar com o dinheiro sozinhos.

Procuras outras profissões e carreiras? Então usa o nosso Simulador e faz os nossos Testes para encontrares a profissão certa para ti!

Saídas no Mercado de Trabalho

Em Portugal, assim como no Brasil, a educação financeira não se aprende nas escolas. Sem dúvida, era um tema interessante de se abordar no ensino (público e particular), até porque a maior parte das famílias não é “educada” financeiramente.

Como os pais não sabem gerir o dinheiro, os filhos acabam por cometer os mesmos erros (até porque aprendemos com o que vemos os nossos pais e familiares mais próximos fazerem).

Nesse sentido, a procura por um educador financeiro, ou coach financeiro, é cada vez maior. As pessoas têm uma maior consciência da importância da educação financeira e, sabendo que cometem vários erros, acabam por procurar um profissional que os auxilie nesse sentido.

Por isso, quem quer seguir esta profissão, encontra um mercado em alta, e com tendência a crescer muito nos próximos anos.

Se esse é o teu desejo, podes procurar uma empresa de educação financeira, ou coaching financeiro, que esteja a contratar pessoas para a empresa. No entanto, a maioria destes profissionais trabalha por conta própria, criando a sua própria empresa.

Podes abrir turmas de educação financeira (presenciais ou via internet), mas também podes dar aulas particulares.

A internet é, com toda a certeza, um meio de comunicação excelente para quem quer seguir esta carreira, pois permite-te dar aulas para diversas partes do país e do mundo. Portanto, poderás ter muitos mais alunos do que se criasses um espaço físico para dar as aulas.

Antes de te decidires pelo modelo das aulas, pondera bem todos os benefícios e desvantagens do modelo presencial e online.

Como entrar na carreira de Educador Financeiro?

Para te tornares educador financeiro, o ideal é tirares um curso que te ofereça um certificado reconhecido a nível nacional e internacional. Para garantires uma boa formação, o Certified Financial Education Instructor – Financial Literacy Certification (CFEI), fornecido pelo National Financial Educators Concil (NFEC) é o ideal.

Como este certificado, podes dar aulas de gestão de dinheiro em qualquer agência de coaching, tanto a pessoas singulares, como empresas, assim como dar aulas como profissional autónomo.

Além disso, este certificado legitima os teus conhecimentos, permitindo-te dar palestras, por exemplo.

Uma licenciatura nas áreas das finanças e contabilidade também vai valorizar muito o teu trabalho.

Se quiseres atuar mais com a parte de investimentos, deverás fazer uma formação para consultor de investimentos (CEFA), e ser autorizado pela CMVM.

Este não um caminho fácil, é verdade, mas vale a pena todo o esforço. Além das formações que mencionamos, não deixes de procurar informações noutras fontes, como livros, e-books, conferências, palestras, entre outras.

Onde estudar para Educador Financeiro (Coach Financeiro)?

Como dissemos, o ideal é que tenhas uma formação que te dê o Certified Financial Education Instructor – Financial Literacy Certification (CFEI). A licenciatura, ou mestrado, em finanças e contabilidade é um ponto a favor também.

Para te ajudarmos, deixamos-te aqui alguns cursos interessantes. Ora espreita!

Portugal:

Brasil:

Online:

Sentes que tens vocação para ajudar os outros e és um apaixonado por finanças? Se queres abraçar a carreira de educador financeiro, ou coach financeiro, então não deixes de procurar boas formações, pois farão toda a diferença no teu futuro profissional. Sucesso!

Partilhar Post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top