Obstetra

obstetra

O Médico Obstetra é o profissional de saúde que cuida da reprodução humana, fazendo o acompanhamento das mulheres grávidas e fazendo o parto, garantindo uma taxa de nascimentos sem complicação elevada, e garantindo a segurança das mulheres em todos os estágios da gravidez, durante o trabalho de parto, e no pós-parto.

Outros nomes para esta profissão: Médico Obstetra

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 2000€ - Máximo
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Física, Matemática, Química
  • Idiomas: Francês, Inglês, Português

Especializado em Obstetrícia, este profissional é capaz de identificar possíveis complicações e doenças durante a gravidez, parto e pós-parto, intervindo, assim, em tempo útil, de forma a preservar a mulher e o bebé.

Os médicos obstetras são, também, formados em ginecologia, podendo atuar, ao mesmo tempo, nas duas especialidades. Obviamente que a rotina de trabalho é muito mais agitada quando se atua como ginecologista e obstetra, mas é extremamente compensador, pois permite um acompanhamento das pacientes no longo prazo, além de ter uma melhor remuneração.

Estes especialistas são fundamentais na saúde feminina, sendo responsáveis pela diminuição das taxas de mortalidade materna, assim como das taxas de mortalidade infantil.

Se quer saber mais sobre esta profissão tão importante na sociedade, então continue a ler este artigo e saiba o que este profissional faz no seu dia a dia, quais as funções que desempenha, as possíveis saídas no mercado de trabalho, e qual o percurso que tem de fazer para entrar nesta carreira. Confira!

O que faz um Obstetra?

O médico obstetra é formado em Ginecologia e Obstetrícia, atuando nas duas áreas médicas. Embora muitas pessoas confundam estas duas profissões, é importante dizer que existem muitas diferenças entre elas.

A obstetrícia foca na reprodução humana, enquanto a ginecologia se dedica ao estudo e cuidado do aparelho reprodutor feminino.

Em obstetrícia, o médico faz o acompanhamento de toda a gestação, faz o parto e acompanha o puerpério (pós-parto). Ele estuda a reprodução humana de forma aprofundada, permitindo que a futura mãe e o feto tenham todos os cuidados necessários durante a gestação e o parto.

Quais as suas funções

O médico obstetra acompanha a mulher ao longo de toda a gestação. É ele que realiza todos os exames pré-natais, como ecografias, garantindo que o feto está bem, e que a mulher está em segurança e com saúde.

Ele dá consultas periódicas e aconselha a futura mãe durante toda a gravidez, ao nível da alimentação, atividades físicas, trabalho, entre outros. Quando a mulher entra em trabalho de parto, é ele que a acompanha, liderando uma equipa(e) de profissionais que farão o parto do bebé.

Depois do parto, ele acompanha a mãe e o bebé, garantindo que eles se encontram bem de saúde e que a recuperação se dê da melhor forma.

Além de fazer os exames de rotina, ele faz uma avaliação do histórico familiar e poderá prescrever certos medicamentos e vitaminas para a mãe durante a gravidez e depois do parto.

Saídas no Mercado de Trabalho

Em Portugal, os médicos obstetras são muito procurados, precisamente porque existem poucos especialistas nesta área. É comum que o médico obstetra trabalhe no serviço nacional de saúde e, ao mesmo tempo, atue no serviço de saúde privado, em clínicas e em consultórios próprios.

O Brasil apresenta um cenário muito favorável para estes profissionais, até porque esta tem sido uma carreira que tem sido mais valorizados nos últimos anos, muito pelos programas de incentivo aos partos normais promulgados pelo governo.

À medida que esta profissão ganhar maior relevância na sociedade moderna, os salários vão acompanhando essa tendência. Os médicos obstetras, atualmente, têm um salário superior a muitas das outras especialidades médicas, coisa que não acontecia anteriormente.

Existe uma grande oferta de empregos em todo o país, incluindo nas grandes capitais de estados, como o Rio de Janeiro e São Paulo. No entanto, os melhores empregos estão fora dos grandes centros urbanos.

Como entrar na carreira de Obstetra

Para entrar na carreira de médico obstetra em Portugal precisa concluir o curso de medicina (6 anos), e seguir o internato médico comum (1 anos) e o internato médico de especialidade em Ginecologia e Obstetrícia (72 meses).

No final do internato de especialidade tem de ser aprovado numa avaliação final, de componente teórica, prática e curricular.

Para atuar como médico especialista em ginecologia e obstetrícia, é obrigatório estar inscrito na Ordem dos Médicos.

Se quiser seguir esta profissão no Brasil, precisa graduar-se em medicina (6 anos) e depois fazer a residência médica em Ginecologia e Obstetrícia. Para entrar na residência médica precisa ser aprovado em um exame.

No final da residência médica, e sendo aprovado, receberá o título de especialista em ginecologia e obstetrícia.

Após a conclusão da especialização, precisa registrar-se no Conselho Federal de Medicina (CFM) para poder ser considerado especialista. É obrigatório, sempre, o registro dos certificados nos Conselhos de Medicina no estado em que atua para conseguir o Registro de Qualificação de Especialista (RQE).

Se já se encontra trabalhando dentro da área, e tendo como comprovar a sua experiência profissional, poderá realizar a prova de títulos aplicada pela Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo). O exame é bastante exigente, então é fundamental ir bem preparado. Existem algumas instituições que podem ajudá-lo nesse sentido.

Onde estudar Medicina

Portugal:

Brasil:

A carreira em Obstetrícia é realmente muito fascinante! Fazer todo o acompanhamento das mulheres durante a gestação e trazer ao mundo, literalmente, os seus filhos, é um sentimento inexplicável. É muito emocionante partilhar o melhor momento da vida dos pais e ser parte ativa desse momento.

Além disso, é uma profissão reconhecida e valorizada na sociedade em geral, além de oferecer boas oportunidades de emprego e de salários elevados.

Se quer ser médico obstetra, então invista forte na sua formação, estude bastante, e dê tudo de si durante o seu internato médico. E nunca deixe de se atualizar ao longo da sua carreira, pois é uma área que está em constante evolução!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima