Farmacologista Clínico

Farmacologista Clínico

O Farmacologista Clínico é o profissional que se dedica à avaliação dos efeitos que os fármacos têm nos seres humanos, tanto saudáveis como doentes. Em Portugal, a Farmacologia Clínica é uma especialidade médica, ao contrário do Brasil, que enquadra esta profissão na área da Farmácia.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 2000€ - Máximo
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Física, Matemática, Química
  • Idiomas: Francês, Inglês, Português

Independentemente da área em que enquadramos este profissional, ele tem sempre como principal objetivo perceber como os fármacos interferem no organismos das pessoas. Para isso, ele usa vários métodos, os quais englobam conhecimentos de medicina, farmacologia e epidemiologia.

Sendo assim, os farmacologistas clínicos são responsáveis por analisar a composição dos variados medicamentos e fármacos, assim como as suas propriedades químicas e físicas. Além disso, ele avalia as interações e associações entre eles, os efeitos bioquímicos e fisiológicos dos mesmos no organismos, as possíveis reações adversas e os efeitos secundários.

Se tem interesse pela área da medicina e da farmácia, esta pode ser uma profissão bastante interessante, pois reúne conhecimentos das duas especialidades.

Se esse é o seu caso, então continue a ler este artigo e descubra o que faz um farmacologista clínico, quais as funções que desempenha no seu dia a dia, quais as saídas no mercado de trabalho, e aquilo que precisa fazer para entrar nesta carreira. Confira!

O que faz um Farmacologista Clínico?

O farmacologista clínico é responsável por avaliar os efeitos que os medicamentos e difernetes fármacos têm no corpo humano, tanto naqueles que são saudáveis, como naqueles que se encontram doentes. Para fazer esta avaliação, ele leva em conta a relação entre efeitos terapêuticos e adversos, assim como os custos associados.

Para avaliar a introdução de novos medicamentos, ele faz vários ensaios clínicos. É comum que ele trabalhe com outros especialistas médicos e farmacêuticos, porque o seu trabalho é muito complexo.

Em Portugal, esta é uma especialidade médica, pois é possível ter de tratar emergências que possam surgir nos ensaios clínicos. Também por isso é essencial que se dominem técnicas de Medicina Intensiva, por exemplo.

Esta é uma especialidade muito importante para a área da saúde em geral, pois é ela que faz a relação entre os efeitos dos medicamentos e os resultados que se esperam no tratamento dos pacientes.

Além de estudar os seus efeitos, ele também determina as doses (dosagens) adequadas, assim como os ciclos de tratamentos.

Quais as suas funções

Em Portugal, o farmacologista clínico realiza estudos em fases precoces dos efeitos de medicamentos no organismo dos seres humanos, assim como interpreta os resultados desses estudos.

Além disso, ele também faz uso dos princípios da farmacocinética, com o intuito de otimizar os resultados dos medicamentos. Ele também é responsável pelo uso racional dos medicamentos, fazendo uma avaliação do custo efetivo dos mesmos.

Faz parte das suas funções, também:

  • Avaliar literatura para a farmacologia clínica
  • Desenhar ensaios clínicos
  • Selecionar métodos de estatística adequados para as experiências e ensaios, e interpretar os resultados e dados estatísticos
  • Detetar de forma antecipada os efeitos adversos dos medicamentos, assim como geri-los e analisá-los
  • Prestar aconselhamento nos casos de intoxicação ou sobredosagem
  • Aconselhar à prescrição racional dos medicamentos

No Brasil, o farmacologista clínico é um profissional farmacêutico que garante o uso correto dos medicamentos. Por isso, ele trabalha com uma equipe multidisciplinar, de forma a que os pacientes tenham um tempo de internação reduzido, e garantindo que eles têm uma adesão mais eficaz aos medicamentos.

Ele também atua na gestão da farmacoterapia, fazendo a revisão de vários aspectos, indo desde a seleção dos medicamentos, à sua administração, assim como aos resultados terapêuticos dos mesmos.

Este profissional farmacêutico também orienta os pacientes sobre como devem proceder ao tratamento, mas também orienta o médico para possíveis ajustes no medicamento durante o tratamento.

Saídas no Mercado de Trabalho

O farmacologista clínico podem trabalhar em hospitais públicos e privados, clínicas, laboratórios médicos e farmacêuticos, ou em lares de terceira idade.

Tanto em Portugal, como no Brasil, existem muitas vagas de emprego para este profissional. Em Portugal, tratando-se de uma especialidade médica, tem salários correspondentes a qualquer outro profissional médico. No Brasil, os salários são correspondentes aos profissionais formados em Farmácia.

Como entrar na carreira de Farmacologista Clínico

Para seguir a carreira de Farmacologista Clínico em Portugal, é necessário concluir o mestrado integrado em Medicina (6 anos) e depois concluir o Ano Comum (internato médico de 1 ano, comum a todas as especialidades médicas).

Após concluir o Ano Comum, precisa fazer o internato médico em Farmacologia Clínica, com duração de 48 meses (4 anos, os quais vão corresponder a 44 meses efetivos de formação).

No final do internato médico da especialidade, é submetido a uma avaliação final, com componente teórica, prática e curricular.

Para atuar como médico especialista em farmacologia clínica, é obrigatório estar inscrito na Ordem dos Médicos.

No Brasil, para seguir a carreira de farmacologista clínico, precisa graduar-se em farmácia e depois especializar-se em farmacologia clínica (3 semestres). Para ser aprovado no final do curso, precisa entregar o Trabalho de Conclusão de Curso, e ser aprovado, ter nota final em cada módulo de, pelo menos, 7, e ter uma frequência mínima em cada módulo de 75%.

Onde estudar Medicina

Portugal:

Brasil:

Se quer ser um farmacologista clínico de sucesso, então deve investir bastante na sua formação, não só durante o curso, como ao longo de toda a sua carreira. Tratando-se de uma área em constante evolução, muito graças às novas tecnologias, é essencial manter-se atualizado, ou correrá o risco de se tornar um profissional ultrapassado. Por isso, invista em congressos e palestras ao longo de toda a sua vida profissional.

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima