Meteorologista

Meteorologista

O meteorologista não faz só a previsão do tempo (clima)! Sem dúvida, o trabalho deste profissional vai bem mais além disso! Ele analisa gráficos, interpreta imagens de satélites, estuda vários fenómenos meteorológicos, entre tantas outras coisas! Se é fascinado por esta área, então podemos dizer que é uma profissão muito interessante e com várias saídas profissionais.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1500€ - 2000€
  • Empregabilidade: Alta
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Biologia, Física, Geologia, Matemática, Química
  • Idiomas: Inglês, Português

O estudo dos fenómenos meteorológicos e atmosféricos permitem que os meteorologistas trabalhem em diferentes áreas, como, por exemplo, o meio ambiente, a saúde, ou a comunicação.

Esta profissão é de grande responsabilidade social, não só porque muitas pessoas fazem planos para as suas atividades mediante a previsão meteorológica, mas também porque estas previsões e estudos implicam a segurança de todos, como planos de rotas de avião, planos de segurança pública, entre outros.

Se está a pensar seguir esta carreira, então continue a ler este artigo e descubra tudo o que faz um meteorologista, quais as suas funções, quais são as saídas no mercado de trabalho e como entrar na carreira de meteorologia. Confira!

O que faz um Meteorologista?

O meteorologista passa a maior parte do tempo a analisar imagens de satélites, e outras, de forma a fazer previsões de fenómenos atmosféricos. É também importante que ele consiga fazer previsões sobre o clima e o tempo em regiões determinadas, especialmente importante para a indústria agrícola.

Poderá ainda atuar na área da instrumentação. Neste caso, em particular, ficará responsável por recolher os dados importantes para que outros meteorologistas possam fazer a sua análise.

Para poder desempenhar o seu trabalho de forma eficaz e efetiva, é importante que seja uma pessoa que consiga identificar padrões, mas também é fundamental que se dedique aos detalhes. Além disso, é importante que consiga comunicar bem, para que todas as pessoas consigam entender aquilo que ele diz.

Afinal de contas, não adianta fazer análises meteorológicas se, na prática, ninguém entende o que isso significa!

Quais as suas funções

O meteorologista pode desempenhar diversas funções, dependendo da área em que está a atuar como profissional. Por isso, é importante deixar aqui, de forma detalhada, as características das principais áreas de atuação, assim como as funções que este profissional desempenha em cada uma delas. Então vejamos!

  • Agrometeorologia – Ao trabalhar nesta área, os meteorologistas vão desenvolver um guia sobre colheita e plantio para empresas agrícolas e produtores rurais. Assim, eles saberão qual a melhor altura para plantarem as diferentes culturas, assim como a altura ideal para fazerem a sua colheita.
  • Biometeorologia – Ao atuar nesta área, os meteorologistas estudam qual a relação entre a atmosfera e a vida vegetal e animal. Esta é uma área em expansão, pois envolve-se em grande parte com o meio ambiente e preocupa-se bastante com as alterações climáticas. O principal objetivo é evitar problemas, mas também resolvê-los.
  • Hidrometeorologia – O profissional foca no estudo dos fenómenos na água, como rios e chuvas. O principal objetivo é prevenir problemas associados, como cheias (enchentes), por exemplo.
  • Área operacional – O meteorologista que trabalha nesta área fica responsável por orientar todo o trânsito no meio aquático e aéreo.
  • Climatologia – O profissional fica encarregue de analisar imagens de satélite, e outros aparelhos, para fazer previsões climáticas de uma região.
  • Meteorologia ambiental – Ao atuar nesta área, o profissional estuda as questões ambientais, como a poluição do ar, por exemplo.
  • Radiometeorologia – O profissional fica responsável por estudar a influência que as condições meteorológicas podem ter nas telecomunicações.
  • Instrumentação meteorológica e ambiental – Esta área dedica-se ao desenvolvimento e operação dos equipamentos usados em meteorologia.

Saídas no Mercado de Trabalho

Em Portugal, o curso de Meteorologia, Oceanografia e Geofísica é um dos que mais emprego oferece, tendo uma empregabilidade de quase 100%. Sem dúvida, esta é uma área em expansão, e ainda existe falta de profissionais qualificados na área, o que a torna “apetecível” para todos os que querem ter uma profissão de sucesso, mas também para aqueles profissionais da área das ciências que queiram um melhor emprego.

No Brasil, o cenário não é muito diferente. Embora existam poucas faculdades com o curso de Meteorologia, a verdade é que ainda há menos profissionais que queiram formar-se na área. Isso significa que existe uma carência enorme de profissionais qualificados que garantam a demanda.

Tendo em conta que esta é uma área muito voltada para o meio ambiente, a tendência é que o mercado de trabalho necessite de, cada vez mais, profissionais especializados em meteorologia. Sendo assim, não só vai fazer aquilo que realmente gosta, mas também vai ajudar a humanidade neste momento de luta contra as alterações climáticas e a poluição.

Além das previsões do tempo, o meteorologista encontra espaço em:

  • Empresas de prospeção geofísica
  • Aproveitamento de recursos naturais
  • Empresas de consultoria em meio ambiente e impacto das ações humanas no meio ambiente
  • Institutos de pesquisa e investigação
  • Instituições de Ensino superior (dando aulas para os alunos universitários e elaborando pesquisas científicas)
  • Empresas de geração de energia
  • Empresas agrícolas
  • Aeroportos (no controlo do tráfego aéreo)
  • Função pública (setor público), em departamentos do meio ambiente, aeronáutica e marinha

Como entrar na carreira de Meteorologista

Para entrar na carreira de Meteorologista deve concluir o curso superior de Meteorologia, o qual tem uma formação teórica muito grande, especialmente nas áreas da matemática, física e informática.

Em Portugal, pode tirar somente a licenciatura (3 anos), mas se quiser, por exemplo, dar aulas, precisa concluir o mestrado (mais 2 anos após a licenciatura).

No Brasil, o curso de Ciências Atmosféricas tem uma duração de 4 anos e, além de uma componente teórica forte, tem também uma parte prática que prepara os alunos para o dia a dia no trabalho.

Onde estudar Meteorologia / Ciências Atmosféricas

Portugal:

Brasil:

Se quer seguir a profissão de Meteorologista, saiba que esta é bastante promissora, além de ser uma das profissões de vanguarda, especialmente no que diz respeito às alterações climáticas. Ao sucesso!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima