Neuropediatra

neuropediatra

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Ordenado Médio Mensal:

2000€ - Máximo

Empregabilidade:

Alta

Disciplinas do secundario:

Biologia Física Matemática Psicologia Química

Idiomas:

Inglês, Português

O neuropediatra, ou então neurologista pediátrico, é um médico especialista em neuropediatria (neurologia pediátrica). Este médico diagnostica e trata doenças que afetam o sistema nervosa em crianças e adolescentes, mas também atuam na prevenção de patologias.

O tratamento de crianças e jovens atrai muitas pessoas, até porque são seres que nos parecem mais frágeis. Pessoas que têm toda uma vida pela frente faz-nos querer dar-lhes todas as oportunidades e qualidade de vida para que elas possam ser felizes.

Se a área da medicina te atrai, mas se gostas tanto de neurologia como de pediatria, então esta pode ser a solução para as tuas dúvidas. A neuropediatria une estas duas especialidades, focando-se, como é óbvio, nos problemas neurológicos que mais afetam as crianças e adolescentes.

Neste artigo, vamos mostrar-te tudo o que precisas saber sobre esta especialidade. Vais descobrir o que faz um neuropediatra, quais as funções que tem no seu dia a dia, as saídas no mercado de trabalho, assim como o percurso que terás de fazer para seguir esta profissão.

Vens connosco?

O que faz um Neuropediatra?

O neuropediatra faz o diagnóstico e tratamento de doenças neurológicas que afetam crianças e adolescentes, dos 0 aos 18 anos, em Portugal, e dos 0 aos 21 anos, no Brasil. Existem várias condições neurológicas que afetam os mais novos, mas algumas doenças são muito mais comuns, como, por exemplo:

  • Hiperatividade
  • Défice de atenção
  • Alterações da linguagem, assim como alterações na fluência do discurso
  • Perturbação do espetro do autismo
  • Epilepsia
  • Esclerose múltipla
  • Dores de cabeça e cefaleias
  • Malformações cerebrais
  • Paralisia cerebral
  • Perturbações de sono
  • Alterações neuromusculares, como, por exemplo, miopatia congénita e distrofia muscular

Este ramo da neurologia dedica-se, portanto, ao estudo das doenças do desenvolvimento do sistema nervoso.

O desenvolvimento infantil tem as suas características próprias, por isso devemos olhar para o sistema nervoso nas crianças e jovens com especial atenção, até porque é muito importante para controlar doenças que podem comprometer o sistema neurológico.

O neurologista pediátrico, além de diagnosticar e tratar estas patologias, também atua na prevenção de problemas que podem prejudicar o desenvolvimento mental, físico, assim como emocional dos seus pacientes.

Este especialista trata bebés desde o período neonatal, altura em que se dá uma atenção especial a casos de epilepsia e paralisia cerebral.

Mais tarde, em crianças um pouco mais velhas, é possível detetar precocemente casos de:

  • Transtorno do Espetro Autista
  • Distúrbios de aprendizagem
  • Hiperatividade
  • Transtorno do Défice de Atenção

Ainda não tens certeza se esta é a carreira certa para ti? Então experimenta os nossos Testes Vocacionais!

Quais as suas funções

O neuropediatra tem como principais funções diagnosticar, tratar, assim como prevenir doenças ou disfunções do sistema nervoso e muscular, as quais se manifestam em crianças e adolescentes.

Como há uma grande prevalência de doenças neurológicas, assim como outras patologias, na infância e adolescência, é essencial que haja profissionais especialistas na área.

Além disso, estas patologias e doenças podem afetar seriamente o sistema nervoso ainda imaturo em desenvolvimento. Por isso, é preciso que estes especialistas tenham conhecimentos específicos e focados nas crianças e jovens.

Este especialista trabalha diariamente com várias especialidades médicas e médico-cirúrgicas, como, por exemplo:

Também é possível trabalhar com outros profissionais não médicos, como, por exemplo:

Se ainda tens dúvidas, não deixes de conhecer outras profissões com o nosso Simulador!

Saídas no Mercado de Trabalho

O neuropediatra pode trabalhar em hospitais públicos ou, então, em hospitais e clínicas privados. Em Portugal, as melhores oportunidades de carreira encontras no setor público. Além de teres progressão na carreira, consegues levar a cabo projetos de investigação.

Embora este percurso também possa ser feito em hospitais e clínicas privadas, quando falamos de investigação, ainda continuam a dar menos oportunidades.

No Brasil, o cenário é oposto. Sem dúvida, as melhores oportunidades encontram-no no setor privado. O SUS ainda carece de muito financiamento, por isso os salários são bem mais baixos do que no setor privado, além de se terem piores condições de trabalho.

Como entrar na carreira de Neuropediatra?

Em Portugal, para seguires a profissão de neuropediatra, precisas concluir primeiro o mestrado integrado em Medicina, o qual tem a duração de 6 anos. Após a conclusão, tens de fazer um ano de internato, chamado de Ano Comum, sendo que este é comum a todas as especialidades.

Completado o Ano Comum, terás de fazer o internato de especialidade em Pediatria ou Neurorradiologia.  Durante o estágio de neuropediatria, vais aprender sobre:

  • Embriologia
  • Anatomia, fisiologia e patologias do sistema nervoso em crianças e jovens
  • Síndromas neurológicas
  • Doenças genéticas, encefaloclásticas, malformativas, neonatais, entre outras

Para trabalhares como médico especialista em Portugal precisas, obrigatoriamente, inscrever-te na Ordem dos Médicos.

No Brasil, o percurso é muito semelhante. Também terás de fazer a faculdade de Medicina, com duração de 6 anos, seguido de residência em Clínica Médica. Só depois podes fazer residência em Pediatria ou Neurologia.

Para te especializares em neuropediatria, precisas cursar a especialização em neurologia pediátrica durante um mínimo de 2 anos.

Assim que tiveres concluído a especialização, deves fazer o registo no  Conselho Federal de Medicina (CFM).

Onde estudar Medicina?

Portugal:

Brasil:

Gostavas de ser neuropediatra? Então não desistas e segue os teus sonhos. Sabemos que este é um caminho muito longo, mas acredita que vai valer a pena. Vais ser muito feliz e realizado, com toda a certeza. Pode parecer até impossível, mas com esforço tudo se consegue. A equipa do Guia das Profissões deseja-te muito sucesso!

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top