Perfumista

Perfumista

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Presencial

Ordenado Médio Mensal:

1500€ - 2000€

Empregabilidade:

Baixa

Disciplinas do secundario:

Química

Idiomas:

Francês, Inglês, Português

O Perfumista é o especialista em óleos essenciais, aromas e fragrâncias, criando perfumes únicos e de assinatura. É uma atividade que requer características pessoais particulares, além de uma boa formação. Mas vem saber tudo sobre esta profissão…

A vida de um Perfumista é tudo menos monótona. Estes profissionais não têm rotina diária e, portanto, precisam de se desdobrar em diferentes tarefas.

Além disso, estão em constante aprendizagem, pois precisam de descobrir novas essências e fragrâncias de forma contínua. Assim, é necessário também que tenham uma capacidade permanente de adaptação.

A perfumaria é uma arte ancestral. A palavra vem do Latim “pro fumum” que, em Português, significa “através da fumaça”. Este conceito está relacionado com o facto de, nos primeiros tempos deste ofício, se usarem plantas aromáticas para incensar em rituais religiosos.

Entretanto, os Antigos Egípcios começaram a macerar as plantas para as transformar em óleos que eram perfumados, mas que serviam para tratar problemas do corpo. Eram mezinhas caseiras.

Ao longo dos anos, a arte de fazer perfumes sofreu profundas mudanças e, atualmente, é quase uma ciência.

Mas continua a ler para perceberes mais deste ofício tão agradável…

Quanto ganha um Perfumista

Um Perfumista reconhecido, no topo da carreira, pode ganhar muito bem. Mas para lá chegar há um longo caminho.

Esta é uma área onde não existem muitas formações específicas, nem tantas ofertas de emprego assim. Portanto, entrar na atividade nem sempre é fácil.

Muitas pessoas começam como estagiários ou aprendizes, por exemplo em fábricas de produção de perfumes. Nesses casos, os rendimentos podem ser baixos. Mas é preciso ver que pode ser um investimento para voos maiores.

Continua a ler para perceberes como podes ter sucesso nesta profissão…

O que faz um Perfumista

O trabalho de um Perfumista é criar perfumes. Contudo, esta definição é bem simplista e não reflete toda a complexidade da profissão.

O seu trabalho passa muito por desenvolver aromas e fragrâncias no âmbito da indústria dos cosméticos. Mas podem ter outras funções de que falaremos mais abaixo.

Contudo, mesmo a criação de perfumes não é um processo assim tão fácil, pois exige múltiplas tentativas e erros.

Só ao cabo de muitas experiências se atingem os bons resultados, pelo que é preciso ter muita paciência e muita força de vontade até chegar ao odor ideal.

Perfumista precisa de olfato apurado e excelente memória

Há um requisito obrigatório para se ser Perfumista que é ter o olfato bem apurado, pois só assim este profissional consegue distinguir centenas de fragrâncias e combiná-las em perfumes únicos.

Sabes que estes artistas dos perfumes são conhecidos por “nariz”? Pois é, não é à toa, uma vez que têm de ter um olfato especial, mais apurado do que o da maioria das pessoas.

Além disso, precisa ainda de ter uma ótima memória. É que é preciso memorizar o odor de uma variedade infinda de matérias-primas que são usadas nos perfumes.

Um perfume pode ter cerca de 300 ingredientes diferentes. Por isso, imagina todos os odores que o nariz de um Perfumista precisa de reconhecer.

Pensa também que os profissionais mais conceituados levam quase 10 anos a atingir o perfecionismo que se espera neste ofício.

Quais as suas funções

Já leste que ser Perfumista é um ofício exigente, mas também deves perceber que o trabalho não passa apenas por criar perfumes. Aliás, só esse processo exige várias etapas e procedimentos muito precisos.

Apesar do lado artístico da profissão que requer uma boa dose de criatividade, tens de perceber que há uma parte científica no processo. O Perfumista trabalha numa espécie de laboratório, onde procura combinar fragrâncias para atingir o perfume ideal.

Nesse processo, ele precisa de fazer, entre outras coisas, o controle da qualidade das matérias-primas usadas. Além disso, deve zelar pelo cumprimento das normas legais.

Para lá das funções inerentes à criação dos perfumes, também pode desenvolver pesquisas na procura de novos odores e essências. Por outro lado, pode ter de participar em ações de divulgação e de marketing.

Portanto, como vês, é uma profissão que requer competências várias.

Se manténs o interesse na vida de um Perfumista, descobre como podes entrar neste mundo.

Saídas no Mercado de Trabalho

A profissão de Perfumista é rara em países como Portugal e Brasil, onde há pouca tradição no desenvolvimento de perfumes. Contudo, em países como a França, está mais estabelecida.

Portanto, quem quer entrar nesta área deverá ter em mente que a melhor solução poderá ser uma carreira internacional.

De qualquer forma, o mercado dos perfumes mantém uma boa procura há vários anos. E os brasileiros são os principais consumidores de perfumes em todo o mundo, embora a profissão não tenha grande saída no Brasil.

Como entrar na carreira de Perfumista

A entrada no mundo da Perfumaria pode não ser fácil. Muitas pessoas acabam por chegar a este mundo depois de terem feito algum curso de Químico, de Engenheiro Químico ou de Farmacêutico.

Após o domínio destas ciências, é recomendável fazer formações específicas na área da Perfumaria. Outra opção pode passar por estagiar ou começar a trabalhar como aprendiz numa fábrica de produção de perfumes.

Tens de perceber que nesta área, como em outras, a experiência é fundamental. Nenhuma grande marca coloca um iniciante a criar um perfume!

Contudo, há pessoas que nascem com um dom especial para a Perfumaria e, portanto, também é preciso ter características peculiares.

De qualquer modo, a formação é sempre fundamental.

Onde estudar para Perfumista

Os cursos de Perfumaria não abundam em cursos como Portugal e Brasil. Há algumas formações, mas a maioria fica-se por conceitos básicos da área e nem sempre têm um foco na produção industrial de perfumes.

Assim, a melhor solução é tirar uma formação no exterior, especialmente em França que é a capital dos perfumes. Contudo, para isso tens de ter recursos financeiros, pois não é barato estudar no estrangeiro.

A Cinquième Sens, em Paris, é uma das escolas mais prestigiadas do mundo na área da Perfumaria. Na capital francesa existe também a Escola de Perfumaria da Givaudan de onde saíram a maioria das fragrâncias que se vendem por todo o mundo.

Mas estudar lá fora não é para todos. Portanto, espreita algumas opções diferentes de formações para Perfumista…

Portugal:

Brasil:

França:

Ser Perfumista é mais do que misturar essências e fragrâncias, como pudeste confirmar. Portanto, requer conhecimentos sólidos e características pessoais únicas que nem todos têm. Assim, analisa bem se tens o que é preciso para seguires este caminho. Neste ou noutro trilho, desejamos-te todo o sucesso.

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top