Professor de Psicologia

Professor de Psicologia

Mais sobre a profissão

Modalidades:

Teletrabalho, Presencial

Matérias relacionadas:

Antropologia Filosofia História Psicologia Sociologia

Idiomas:

Inglês, Português

O Professor de Psicologia apresenta esta ciência aos alunos do ensino secundário que escolham esta disciplina no 12º ano. Pode dar aulas na universidade, tanto no curso de Psicologia, como em outros cursos que tenham esta disciplina na sua grade curricular.

A Psicologia é uma ciência de grande importância na nossa vida e deveria, até, ser incluída na formação escolar mais cedo. Como esta disciplina é opcional, muitos jovens passam a vida toda sem sequer terem sido apresentados à Psicologia.

Esta ciência vizinha de outras ciências sociais, como a Sociologia, Filosofia, Antropologia e História, está cada vez mais próxima das ciências da vida, provando a sua pertença, também, a ciências como a Biologia, Etologia e Neurociências.

Isto mostra o quão complexa é esta ciência e como ela pode ser essencial para o nosso desenvolvimento pessoal.

Se reconheces o papel central da Psicologia na nossa vida e se gostavas de partilhar os teus conhecimentos com os mais novos, então estás no sítio certo!

Neste artigo vamos mostrar-te o que faz um Professor de Psicologia, as funções que tem no seu dia a dia, as saídas no mercado de trabalho, assim como tudo o que precisas fazer para seguir esta carreira.

Vamos?

O que faz um Professor de Psicologia?

O Professor de Psicologia dá aulas a alunos do secundário (12º ano) e da faculdade, com o intuito de dar-lhes a conhecer esta ciência. O principal objetivo dos Professores de Psicologia é fazer com que os jovens se conheçam a si mesmos, mas também entendam melhor a sua relação com os outros e o seu lugar no mundo.

No ensino secundário, os Professores de Psicologia devem apenas fazer uma introdução a esta ciência, até porque é uma disciplina de apenas 1 ano. Sendo assim, é importante que consigam estimular os alunos a aprender, não só durante um ano, mas ao longo da sua vida.

Portanto, esta disciplina tem como objetivos:

  • Introduzir a Psicologia na vida dos jovens e apresentar descobertas recentes
  • Ensinar a realidade desta ciência em Portugal, assim como explicar a importância desta na nossa vida
  • Trazer a Psicologia para o dia a dia dos jovens, com problemáticas que lhes sejam próprias

Na universidade, o Professor de Psicologia aprofunda os conhecimentos desta ciência e apresenta os conteúdos com maior detalhe, até porque se estão a formar futuros psicólogos e outros profissionais das ciências sociais e humanas.

Quais as suas funções

A principal função do Professor de Psicologia é dar a conhecer esta ciência aos alunos do ensino secundário, assim como formar futuros profissionais da área na universidade.

Os Professores, independentemente da matéria que ensinam, devem estimular os alunos a aprenderem sempre mais, de forma independente.

A ideia de estudar para o teste não faz sentido. Portanto, o Professor deve ser capaz de estimular os alunos a adquirir mais informações, mesmo que estas não “saiam no exame”.

No caso do Professor de Psicologia, ele também deve ser capaz de estimular o desenvolvimento pessoal dos alunos, assim como o seu desenvolvimento social. Para tal, devemos impulsionar a reflexão sobre valores, convicções e comportamentos.

Também é função dos Professores de Psicologia dar ferramentas para que os alunos consigam resolver os seus problemas e integrarem-se na sociedade.

Saídas no Mercado de Trabalho

Em Portugal, o Professor de Psicologia trabalha em escolas do ensino secundário, privadas e públicas, as quais tenham esta disciplina disponível para os alunos escolherem no 12º ano.

Embora seja uma disciplina opcional, a procura por parte dos alunos é cada vez maior. Por isso, o número de turmas anuais é considerável (situa-se em torno das 600 turmas por ano no país). Ainda assim, não são tantas turmas quanto as que gostaríamos.

Sendo assim, as oportunidades de trabalho não são muitas para o ensino secundário, e a concorrência é muita, pois concorrem também os formados em ensino de Filosofia.

Outra possibilidade é dar aulas na universidade, tanto no curso de Psicologia, como em outros cursos cuja disciplina esteja presente. No entanto, as oportunidades de trabalho são ainda menores do que as do ensino secundário.

No Brasil, a Psicologia está a ser implementada ainda como “teste” no ensino médio. Por isso, quando olhamos para o mercado de trabalho, podemos dizer que as oportunidades quase que se limitam ao ensino superior.

Como entrar na carreira de Professor de Psicologia?

Para seguires a carreira de Professor de Psicologia em Portugal, tens de fazer o mestrado em ensino da Filosofia. Podes sempre fazer a licenciatura em Psicologia, mas se a tua ideia é dar aulas, vais ter de fazer o mestrado na disciplina base do grupo de recrutamento do secundário (410).

Então, se queres dar aulas neste nível de ensino, não penses duas vezes e tira o teu mestrado em ensino de Filosofia.

Se existe uma luta pelo ensino da Psicologia por parte de psicólogos, podemos ver o lado bom do “estado atual das coisas”. Com o mestrado em ensino da Filosofia, vais poder dar aulas de Filosofia, Sociologia, Antropologia e Psicologia. Então, as tuas oportunidades no mercado de trabalho são muito maiores.

Se a tua ideia é ser Professor de Psicologia na universidade, terás de investir mais nos teus estudos e concluir um doutoramento na área da Psicologia.

Se quiseres ser Professor de Psicologia no Brasil, terás de ter, no mínimo, o diploma de mestrado em Psicologia.

Onde estudar para ser Professor de Psicologia?

Portugal:

Brasil:

Já decidiste o teu futuro? Queres ser Professor de Psicologia? Então foca no teu objetivo e investe na tua formação. Acredita em ti, pois vai valer a pena. Sucesso!

Partilhar Post

Deixa o teu testemunho

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top