Segurança da Informação

Segurança da Informação

Num mundo cada vez mais digital e informatizado, a necessidade de manter todos os dados digitais seguros é maior. A segurança da informação é responsável por manter todos os dados virtuais de uma pessoa, ou organização, seguros, assim como livres de ataques de terceiros.

Outros nomes para esta profissão: Especialista em Segurança da Informação, Analista de Segurança da Informação

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1500€ - 2000€
  • Empregabilidade: Média
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Informática, Matemática, Materiais e Tecnologias, Multimédia
  • Idiomas: Espanhol, Inglês, Português

Nos dias de hoje, a informação é tida como o bem mais valioso, tanto a nível pessoal, assim como ao nível das empresas e organizações.

Sem dúvida, as informações e dados são diferenciais competitivos que poderão implicar na lucratividade das empresas.

Com a amplitude que a Internet tomou, da mesma forma que se tornou uma ferramenta muito útil para pessoas e empresas, tornou-se um campo de oportunidades para pessoas mal intencionadas, designadas de hackers e crackers, os quais procuram obter informações confidenciais para, depois, ganhar dinheiro com isso.

Sendo assim, os especialistas em segurança da informação tornam-se peças fundamentais para proteger a integridade dos dados sigilosos, tanto de pessoas singulares, como de organizações.

Vejamos, então, o que faz este especialista no seu dia a dia, quais as suas funções, quais as saídas no mercado de trabalho e como pode ingressar nesta carreira tão importante nos dias de hoje.

O que faz um especialista em Segurança da Informação?

A segurança da informação consiste em proteger todo o tipo de informações de ameaças externas, de forma a garantir que as empresas continuem com o seu negócio, tendo os riscos minimizados, assim como garantir o melhor retorno possível sobre investimentos e oportunidades de negócio.

Para se conseguir esse objetivo, é preciso ter o controlo total das informações. É aqui que entra o especialista em segurança da informação.

Ele usa um conjunto de ferramentas de gestão para definir políticas de acesso, estipular processos e procedimentos que garantam a integridade dos dados, assim como para implementar funções de hardware e software, entre outros.

Essas ferramentas são analisadas e aperfeiçoadas pelo especialista em segurança da informação, de forma a minimizar os riscos de alguma quebra na segurança, assim como assegurar que a empresa conseguirá alcançar os seus objetivos.

Quais as suas funções

De uma forma geral, o especialista em segurança da informação tem como principal função elaborar planos estratégicos para resguardar e salvaguardar os dados e informações de uma pessoa ou empresa.

Para determinarmos as funções deste profissional, é importante saber que ele atua em diferentes áreas do mercado de trabalho. Sendo assim, vamos olhar em detalhe para cada uma delas.

Educação corporativa

Estes profissionais trabalham, maioritariamente, na área da educação corporativa. Aqui, ele é responsável por garantir a segurança computacional.

Empresas de antivírus

O profissional que trabalha para uma empresa de antivírus terá como principal função analisar códigos maliciosos e desenvolver diferentes produtos e serviços, com o intuito de manter a segurança das informações.

Administração pública

Sem dúvida, os especialistas em segurança da informação têm sido muito procurados por órgãos da administração pública para coordenar atividades contra os crimes cibernéticos.

Sabendo que as informações dentro da administração pública são de valor incalculável, os riscos de invasão por hackers têm de ser minimizados ao máximo. Por isso, existe uma procura crescente destes profissionais para ocuparem funções nestes órgãos.

Polícia forense / Perícia forense

Garantir a integridade das informações passa, também, pelo trabalho da Polícia forense, a qual tem como objetivo encontrar os criminosos que se escondem atrás do computador.

Saídas no Mercado de Trabalho

Tendo em conta que a internet é cada vez mais central na vida das pessoas e organizações, então é fácil perceber que estamos cada vez mais vulneráveis a criminosos que podem usar esse meio para chegar até nós.

Por isso mesmo, é fundamental pensar em tudo o que fazemos online de forma cautelosa.

Quer sejam pessoas singulares que tenham informações pessoais no computador, empresas que trabalhem com os dados todos informatizados, ou órgãos de administração pública que têm informações sigilosas na rede, todos, sem exceção, precisam garantir que esses dados não chegam até mais ninguém, pois pode ser muito perigoso.

O profissional que garante a integridade desses dados e informações é o especialista em segurança da informação.

Sabendo da sua importância, conseguimos perceber que o mercado de trabalho é quase inesgotável.

Como desempenha funções de extrema importância, o profissional tem uma boa remuneração. Obviamente, quanto maior for a organização em que trabalha, maiores serão os seus ganhos.

Como entrar na carreira de Segurança da Informação

Para entrar na carreira da segurança da informação, não basta ser um amante da tecnologia. É fundamental que os profissionais tenham conhecimentos vastos em uma amplitude de assuntos relacionados com a tecnologia, mas também é necessário que tenham conhecimentos alargados em aspectos legais da área.

Para isso, deverão tirar um curso de segurança da informação, ou segurança informática. Este é um curso ramificado da área da tecnologia da informação (TI).

Em Portugal, deverá tirar a especialização em Segurança da Informação, a qual tem duração de 2 semestres (1 ano), mas deverá ter concluído o Mestrado Integrado em TI.

No Brasil, a graduação de nível superior tem uma duração média de 2 anos e poderá ser concluída na modalidade presencial ou à distância.

De entre as várias disciplinas do curso, podemos destacar, por exemplo:

  • Auditoria de sistemas
  • Análise e Gestão de risco
  • Certificação digital
  • Banco de dados
  • Comunicação aplicada
  • Computação forense
  • Criptografia
  • Estatística
  • Matemática
  • Lógica
  • Ética e legislação profissional
  • Políticas de segurança
  • Segurança em redes de computadores
  • Segurança de sistemas operacionais

Onde estudar Segurança da Informação

Portugal:

Brasil:

Se quer seguir a carreira de Segurança da Informação, então invista em formação! Pode ser difícil, mas vai valer a pena todos os segundos!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima