Sonoplasta

sonoplasta

O Sonoplasta, também chamado de design de sons, faz todos os efeitos especiais e fundos sonoros em filmes, séries, programas de rádio, ou músicas, assim como é ele que edita o áudio de diferentes trilhas sonoras, vinhetas, músicas, entre outros.

Outros nomes para esta profissão:

  • Modalidades: Presencial
  • Ordenado Médio Mensal: 1000€ - 1500€
  • Empregabilidade: Baixa
  • Empregabilidade: Trabalho em Equipa
  • Disciplinas do Secundário/ensino médio: Física, Geometria Descritiva, Informática, Matemática, Materiais e Tecnologias, Multimédia
  • Idiomas: Inglês, Português

É comum dizer que este profissional é o artista plástico do som, pois ele é aquele que realiza os fundos sonoros que ouvimos, assim como os efeitos especiais sonoros.

Os sonoplastas podem trabalhar nas televisões, emissoras de rádio, produtoras, assim como em outros lugares que possam necessitar de alguém que ajude na produção e direção de programas cuja necessidade de criação de efeitos especiais e fundos sonoros se faça sentir.

Atenção que existe uma diferença entre um sonoplasta e um técnico de som. Enquanto o sonoplasta trabalha apenas na produção de fundos sonoros e efeitos especiais, o técnico de som (operador de som) trabalha com o sistema de equipamentos de som, operando e fazendo a sua manutenção.

Se está interessado em seguir a carreira de sonoplastia, então continue a ler este artigo e descubra o que fazem estes profissionais, quais as suas funções, como é o mercado de trabalho, e o que precisa fazer para iniciar nesta carreira fascinante!

O que faz um Sonoplasta?

Os sonoplastas são aqueles que trabalham no desenvolvimento de fundos sonoros e efeitos especiais para, por exemplo:

  • Filmes,
  • Programas de televisão,
  • Rádio,
  • Anúncios de publicidade,
  • Entre outros.

Sempre que, ao ver um filme, chega um momento de tensão acompanhado de um som assustador e angustiante, saiba que esse foi um sonoplasta que criou.

Além de trabalhar em edições gravadas, os sonoplastas também podem trabalhar ao vivo, o que torna o seu trabalho mais difícil, até porque esses sons e efeitos têm de ser feitos no timing certo, sem chance de erro!

Estes profissionais dão ênfase a uma cena, ajudando no crescendo do clima de uma trama.

Para criarem os efeitos sonoros, os sonoplastas usam vários instrumentos, como, por exemplo, pentes, areia, papel celofane, entre tantos outros. Com o avanço da tecnologia, já existem bancos de sons que o sonoplasta pode aceder para usar no seu dia a dia.

Quais as suas funções

A principal função de um sonoplasta é a criação de fundos e efeitos para dar mais ênfase e vida à imagem ou cena que está a ser passada.

Além disso, ele faz uma série de funções, como por exemplo:

  • Recebe indicações sobre o espetáculo ou trabalho
  • Estuda as indicações para poder entender o espírito da cena
  • Seleciona a música, efeitos sonoros, ruídos, sempre de acordo com o ambiente, época, ou género do espetáculo, com o intuito de transmitir a mensagem desejada
  • Regista momentos de entrada para cada efeito
  • Faz a montagem dos elementos para fundos e efeitos
  • Apresenta os fundos e efeitos ao responsável do espetáculo para retificações
  • Faz a montagem da banda sonora

Para que o sonoplasta faça um bom trabalho, é essencial ter gosto musical, bom ouvido, assim como ter a capacidade para lidar com novas tecnologias.

Saídas no Mercado de Trabalho

Os sonoplastas podem trabalhar no cinema, editoras, teatro, rádios, televisão, estúdios discográficos, espetáculos de música, companhias de dança, empresas de audiovisuais, empresas de vídeo, assim como outros locais que exijam a composição de fundos e efeitos.

No entanto, a maior parte dos profissionais trabalha para o cinema e música. A televisão tem também absorvido alguns dos jovens recém-formados no curso de sonoplastia.

Apesar de ter aumentado o número de profissionais contratados, este é um mercado de trabalho que ainda é muito pequeno.

A cultura é uma das áreas com menos apoios, tanto em Portugal, como no Brasil. Por isso, os orçamentos não permitem a contratação de muitos profissionais, e os sonoplastas acabam por ser um dos que são deixados para trás, especialmente em produções mais carentes, como o caso do teatro.

Como entrar na carreira de Sonoplasta

Para entrar na carreira de sonoplasta, tem de ter um curso ligado à sonoplastia. Existem diversos cursos, sendo que uns são mais amplos, e outros mais específicos, como, por exemplo, sonoplastia para produção de rádio. 

O ideal é tirar um curso de sonoplastia mais geral, como o curso de sonoplastia e pós-produção áudio. Depois de já estar a atrabalhar, pode especializar-se na sua área de atuação, seja ela na televisão, teatro, rádio, cinema, ou outra. Existem cursos específicos para essas áreas, cujo conhecimento passado é direcionado para as suas funções específicas.

Onde estudar Sonoplastia

Portugal:

Brasil:

Esta é uma profissão fascinante, especialmente aqueles que gostam do mundo sonoro. Se esse é o seu caso, é bom investir na sua formação. Nesta área, o conhecimento autodidata deixa muito a desejar, porque existem muitas coisas que só consegue saber a partir de um curso profissionalizante, com especialistas na área.

Sendo assim, se quiser seguir a carreira de sonoplasta, não deixe de estudar, tire um curso técnico e inicie no mercado de trabalho da melhor forma! Ao sucesso!

Partilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima